Saiba como Tarso Genro, PT, inchou a Folha e quebrou o governo do RS.

O líder gaúcho do PT, o ex-governador Tarso Genro, disponibilizou no seu twitter a seguinte mensagem enganosa:

- Fraudulenta alegação que não pagam folha, pelos "aumentos" no meu governo: não pagam na primeira parcela nem valor da folha sem "aumentos"!

Fraude verdadeiras está no conteúdo da argumentação do líder gaúcho do PT.

Vamos aos dados:

 A ex-governadora Yeda Crusius entregou o governo em 2010 com a folha de pessoal em R$ 13,4 bilhões por ano. Tarso Genro entregou em 2014 para o governador Sartori com R$ 21.6 bilhões e o peemedebista  Sartori,  sem conceder praticamente nenhum reajuste, fechou 2016 com R$ 25,3 bilhões.

São números.

Aumentos da Folha de Pessoal:

- Tarso Genro - 4 anos, R$ 8.2 bilhões. 
- Sartori - 2 anos de Sartori, por causa dos aumentos concedidos por Tarso, R$ 3.7 bilhões.

Entre 2011 e 2014, a folha aumentou 61%, a receita, 40% e a inflação, 27%. E no período seguinte, 2015 e 2016, Sartori teve que pagar todos os reajustes concedidos no final do governo do PT e, ainda, os da segurança, que vão até 2018.

37 comentários:

Anônimo disse...

Políbio, você não erro a cifra? Não seriam "bilhões"?

Anônimo disse...

PORTANTO POLÍBIO, OS AUMENTOS INSANOS, INCONSEQUENTES E DESTRUIDORES DO COMUNISTA TARSO GENRO GERARAM AO LONGO DE 6 ANOS, OU SEJA, DE 2010 ATÉ 2016, 89% ENQUANTO O IPCA NO MESMO PERÍODO FOI DE APENAS 50%.

ESSES DADOS, EM MANCHETE DE PAGINA DE CAPA JAMAIS SAIRÁ EM ZH OU CORREIO DO PT! ISSO É CONSIDERADO PELA FACÇÃO 'OS PETRALHAS" COMO FAKE!!!!!!!

Anônimo disse...

Só a segurança pública está recebendo aumentos concedidos no governo do PT

Pros demais o Sartori não deu 1 centavo de aumento. Estamoa há 4 anos com o salário congeladissimo. Acham legal isso????


Se o serviço público é tão bom assim, por que os recalcados/reclamões não tentam concurso também??

Anônimo disse...

Quem criou a dívida do Rio Grande do Sul e um desabafo sobre a covardia de Sartori:

1 de agosto de 2015 - O Sul 21

Vamos lá: de governador em governador, desde os anos 70.

Euclides Triches aumentou a dívida do RS em 194%, <—
Synval Guazzelli em 36%, <—
Amaral de Souza em 79%, <—
Jair Soares em 39%, <—
Pedro Simon em 0,1%,
Alceu Collares em 24%, <—
Antônio Britto em 122%, <—
Olívio Dutra em -0,3%,
Germano Rigotto em 1,8%,
Yeda Crusius em -1%
Tarso Genro em por volta de 10% (não encontrei o valor exato).

Desabafo do Procurador Geral do Estado aposentado, Paulo Roberto Thomsen Zietlow (publicado no Facebook):

Um desabafo de quem perdeu a saúde trabalhando. O Sr. Sartori merece críticas não por ser o responsável por esta situação. Merece críticas por sua covardia e vilania. Deixou para avisar aos servidores públicos do parcelamento no último dia e sequer publicou os contracheques, com o nítido propósito de não recorrermos ao Judiciário. Aliás, publicou o contracheque com valores integrais para tentar dar alguma defesa processual ao Estado. Pagou em dia CCs políticos da AL, que só servem para fazer campanhas para estes políticos inúteis. Borrou-se para nos dar explicações, deixando o Estado sem a voz de seu comandante. Deixou o Banrisul, um banco público, cobrar dos servidores estaduais todos os empréstimos e juros, sem observar o calendário de pagamento parcelado. Desrespeitou os servidores, acima de tudo. Tenta vender a imagem de que seus Secretários também serão afetados é uma mentira: A MAIORIA DE SEUS SECRETÁRIOS SÃO DEPUTADOS E GANHARAM DA ASSEMBLÉIA OU DA CÂMARA FEDERAL, EM DIA. Não é pela falta de dinheiro. É PELA FALTA DE RESPEITO COM OS SERVIDORES! Deixou velhos e inválidos como eu sem grana para sequer comprar os remédios. Não teve o mínimo critério humanitário em suas escolhas. Esconde-se como guri de colégio que fez merda! É tão incapaz, que nem à herança maldita atribui o caos. Quanto ao Secretário Feltes, EU NÃO SOU TEU “COLEGA SERVIDOR”! Eu fiz concurso público. Não entrei no Estado fazendo conchavos e demagogias eleitoreiras como Vossa Excelência! Eu estudei. Não entrei pela portas dos fundos! Se não tivesse estudado, talvez hoje eu fosse um político como o Senhor. Felizmente, não sou. Tenho dignidade na cara. Já vi muitos inúteis serem Secretários ou até Governador, mas como este pessoal aí, eu não tinha visto ainda. Meu Deus, o que o Rio Grande fez! Este é o Timoneiro que conduzirá o barco avariado até um porto seguro? Hoje é um dos dias mais tristes da minha vida como servidor do Estado do Rio Grande do Sul. Dia igual, só vivi quando me comunicaram de minha triste aposentadoria.

Anônimo disse...

Os números são em BILHÕES. Não em milhões.

Anônimo disse...

É por isso que sindicalistas e funcionários públicos, quase em sua totalidade, apoiam a gangue petralha, o negócio deles é sugar o sangue de quem paga impostos.

Anônimo disse...

O editor eh brabinho c Tarsao porque ele desmembrou a quadrilha chinelona de Yeda no Piratini...conforme o MPF4

Anônimo disse...

PT nunca mais!

Anônimo disse...

Trouxa o anônimo das 14:55h. Yeda Crussius conforme estatística e aqui novamente confirmou, entregou o Estado no azul para o Tarso. E ele fez o quê? Entregou no vermelho e o TCE o avaliou com estrelinha. Auditoria para quê? E o Sartóri? Deixou assim! Até porque é o povo quem paga pela incompetência desses gestores.

Anônimo disse...

Sinceramente me solidarizei com o Sr. Paulo Roberto Thomsen Ziethlow, penso que a sua época ainda haviam pessoas que conheciam e respeitavam o princípio da Ética e da Moradidade. Hoje está tudo diferente Dr. cada um por si e Deus por todos. Vergonhoso

Anônimo disse...

E a insossa mídia bombachuda, ao invés de escandalizar a opinião pública com essa informação, só fala em futebol e publica ( como fez ZH recentemente ) matérias do tipo "emojis de cocô triste".

É por isso que o RS se transformou nessa grande b*sta guasca: falido, decadente e sem futuro. Mas a gauchada sabe até a temperatura média do peido de um jogador de futebol !

Com uma imprensa dessas, até a Alemanha vira um Burundi !!!

Anônimo disse...

“O governo Tarso acabou”, diz líder do PMDB gaúcho:

4 de abril de 2013 - Reporter Brasila Edgar Lisboa.com.br

(...)

“O PT criticava as escolas de lata da (ex-governadora) Yeda Crusius (PSDB), que eram justificadas como provisórias. Mas, hoje, tem escolas funcionando em CTG (Centro de Tradições Gaúchas), em churrascarias e outros locais, uma perspectiva triste”, disse Edson Brum. “Yeda e Tarso entraram na Justiça contra o pagamento do piso do magistério. A diferença é que a ação foi julgada no governo Tarso, e ele não está pagando”, acusou Giovani Feltes.

Para corroborar as críticas, os parlamentares apresentaram o levantamento do passivo projetado com o descumprimento do piso dos professores. A cifra chega a R$ 10 bilhões. “Cada professor deixou de receber R$ 20 mil. E, hoje, o professor que ingressa no magistério estadual que deveria receber R$ 2,9 mil, ganha, apenas, R$ 1,1 mil. Isso não é valorização da educação”, disse Maria Helena. (...)

Anônimo disse...

Deputado Capoani critica omissão de Tarso para grandes temas do RS:

Vice-líder da bancada do PMDB faz balanço com fortes críticas aos 100 dias de governo.

13/04/2011 - JBV Online

(...)

Agora o Piso é compromisso para os quatro anos e o Magistério acabou aceitando um reajuste que, na prática, representará menos de R$ 40,00 de “aumento” no salário básico! (...)

Anônimo disse...

Frederico critica o governo Tarso sobre falta de compromisso com o piso nacional do magistério:

12/09/2012

O deputado Frederico Antunes criticou, hoje, durante o Período das Comunicações da Sessão Plenária da Assembleia Legislativa, a atitude do governador Tarso Genro ao ingressar com nova Ação de Inconstitucionalidade sobre a adoção do piso nacional do magistério.


O parlamentar disse que a atitude do governador é um verdadeiro absurdo. "Agora o senhor governador entra com uma Adin contra a adoção do piso nacional do magistério, que ele mesmo assinou como ministro e que, nos primeiros dias de governo, em 2011, manifestou o desinteresse do RS no objeto da ação. Ou seja, primeiro faz, depois diz que deve ser mantida e agora, não cumpre e esta contra a lei que estabelece o pagamento do benefício" resumiu. (...)

Anônimo disse...

Na oposição, PMDB queria que aumentos salariais fossem ainda maiores, diz Tarso:

2 setembro 2015 - 0 Sul 21

Marco Weissheimer

Em uma nota divulgada pelas redes sociais na tarde da última segunda-feira (31), o ex-governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), rebateu afirmações feitas na manhã do mesmo dia pelo governador José Ivo Sartori (PMDB), sustentando que a situação da dívida do Estado teria se agravado muito nos últimos quatro anos. “Estava em silêncio, observando as soluções ‘simples’ do Governo atual, mas sou obrigado a me manifestar pontualmente sobre a informação que o Governo Estadual fez circular, sustentando que a situação financeira do Estado se agravou nos últimos 4 anos. A informação não é verdadeira”, afirmou o ex-governador.

Em entrevista ao Sul21, Tarso Genro volta a criticar a tese dos que pretendem imputar ao seu governo a responsabilidade pela situação financeira do Estado. “É um argumento de farsantes”, sustenta, lembrando que, aqueles que criticam hoje a “gastança” com os aumentos concedidos aos servidores, quando estavam na oposição, queriam aprovar reajustes ainda maiores. O ex-governador assinala ainda que a situação atual “dá uma boa lição no empresariado local”. “A creditavam que nós iríamos aumentar impostos, e Sartori, jamais. Foram engolidos, na crise, pelos seus próprios preconceitos.” (...)

Anônimo disse...

Cpers intensifica confronto ideológico com governo de Tarso Genro:

24 novembro 24 2011 - O Sul 21

Professores da Capital e do Interior, juntamente com estudantes e militantes do PSOL e do PSTU, transformaram a praça da Matriz, no Centro de Porto Alegre, na trincheira da oposição de esquerda ao governador Tarso Genro. Do caminhão de som, ouviam-se discursos que tentavam emparedar o Partido dos Trabalhadores à direita. Indignados, integrantes do Cpers se revezavam na exigência imediata do pagamento do piso nacional de R$ 1.187,00 e nas críticas às mudanças que o governo pretende pôr em prática no Ensino Médio público.

Os grevistas entoavam palavras de ordem como “Ô Tarso! Fora da Lei! De esperar eu já cansei!”. E sindicalistas subiam o tom nos discursos, acusando o governador de estar “à serviço do Banco Mundial e do capital internacional”.

As declarações evidenciam a ruptura que há entre o Cpers e o governo do PT. Apesar de ser presidido por uma petista, Rejane de Oliveira, o sindicato é comandado por uma coalizão que engloba PSOL e PSTU. E o ato de quinta-feira em frente ao Piratini deixou claro que esses dois partidos estão dispostos a ir para o embate ideológico com Tarso.

“Vamos erguer nossa voz contra esse governo que está à serviço da classe dominante”, vociferou um professor, enquanto outro se surpreendia com os atos da administração petista: “Jamais pensamos que estaríamos nos contrapondo a um governo que se diz dos trabalhadores”. (...)

Anônimo disse...

Secretário da Fazenda rebate críticas da oposição sobre finanças públicas do RS:

8 abril 2013 - O Sul 21

(...)

O governo gaúcho não tinha planejado contar com os recursos dos depósitos judiciais, segundo o secretário da Fazenda. Ele alega que, nos primeiros dois anos de governo não foi necessário, mas com os reajustes salariais dos funcionários do magistério e Brigada Militar, houve a necessidade de recorrer à legislação. “Existem R$ 8 bilhões em depósitos judiciais parados no Banrisul. A lei de 2006 autoriza o uso de parcelas majoritárias (85%). Esta lei deixa sempre um lastro para atender as demandas judiciais que entram. A lógica do sistema jurídico permite esta garantia”, explica.

(...)

“Na área da segurança pública, o valor empenhado em 2003 representou 10,22% da arrecadação do ICMS, enquanto em 2012 não passou de 9,21%”. Para Capoani, a origem do déficit orçamentário do estado não está nos reajustes salariais das categorias, como alegado pelo governo (...)

De acordo com o secretário da Fazenda, Odir Tonollier, a única herança do governo Tarso serão as recomposições dos funcionários que tiveram salários achatados nos governos anteriores e a ampliação nos gastos com a saúde. “Realmente, vamos terminar o governo gastando muito mais do que os governos que nos antecederam”, disse. (...)

Anônimo disse...

Policiais militares fazem protesto por aumento de salário no RS
Passeata pelo Centro de Porto Alegre contou com a participação de cerca de três mil PMs:

05/07/2013 - O Globo

PORTO ALEGRE — Aos gritos de “Vem pra rua”, um dos bordões mais usados pelas manifestações populares das últimas semanas em todo o país, cerca de três mil policiais militares e oficiais de nível médio do Rio Grande do Sul fizeram nesta sexta-feira uma passeata pelas principais ruas do centro de Porto Alegre para reivindicar aumento de salário.

Os PMs querem equiparação com oficiais superiores que, segundo as entidades organizadoras do ato, terão aumento superior a 100% até 2018. Os brigadianos alegam que o reajuste dos servidores de nível médio será de 43% até 2014, com o salário chegando a R$ 2 mil.

O ato foi batizado de Marcha da Dignidade. Segundo o presidente da Abamf, que representa os cabos e soldados da Brigada Militar (BM), Leonel Lucas, os praças da corporação têm um soldo inicial de R$ 548 acrescido de R$ 222 pelo risco de vida. O salário médio da tropa, com todos os adicionais, é de R$ 1,2 mil de acordo com ele. Policiais militares de 22 cidades gaúchas estiveram na passeata.

— É o pior salário do Brasil. O governador (Tarso Genro) se elegeu com nosso apoio, prometeu negociar mas até agora nada. Já encaminhamos pedido de audiência e nunca tivemos resposta — disse o sindicalista.

Dez entidades de policiais e servidores da BM organizaram o ato, que não teve apoio do comando. Os PMs, à paisana, percorreram várias ruas centrais e foram aplaudidos em alguns trechos. Faixas também faziam alusão à possibilidade de uma greve da categoria, incentivada pelas lideranças sindicais.

— Estamos dando um grito de alerta. Por que nós não podemos nos indignar também, como qualquer cidadão que sai à rua para protestar? — advertiu o presidente da Associação dos Sargentos, Subtenentes e Tenentes da BM, Aparício Santellano.

A marcha, que tinha como alvo a sede do governo estadual, não teve acompanhamento policial. Também não foi montado nenhum esquema de segurança para proteger o comércio de eventuais atos de vandalismo.

Vários trechos onde houve confrontos entre PMs e manifestantes nas últimas semanas fizeram parte do roteiro. No Palácio Piratini, apenas um contingente de dez PMs guarnecia o local. A passeata transcorreu sem incidentes. Os policiais foram recebidos pelo chefe da Casa Civil, Carlos Pestana.

De acordo com Santellano, muitos policiais da ativa participaram da manifestação, inclusive do Batalhão de Operações Especiais (BOE), que reprimiu manifestantes nas últimas passeatas de Porto Alegre.

— Nós enfrentamos marginais diariamente. Não nos custa enfrentar esse pessoal de colarinho branco que promete e não cumpre — disse.

Os PMs também incorporaram várias palavras de ordem das passeatas, como a vinculação de reivindicações com a realização Copa do Mundo de 2014. Além de equiparação salarial da tropa com os oficiais superiores, os PMs reivindicam uma carreira única para a categoria.

Atualmente, apenas os oficiais que cursarem a academia da BM podem alcançar o posto máximo de coronel na corporação. Soldados que entram por concurso só podem chegar a tenente, cujo soldo é de R$ 3,2 mil.

O soldo inicial de um coronel da BM é de R$ 8,4 mil. O governo informou que o salário médio dos PMs passou para R$ 1,7 mil em maio deste ano, mas os brigadianos reclamam que as vantagens não são incorporadas aos vencimentos e não contam para a aposentadoria.

Anônimo disse...

Brigadianos: a Polícia Militar com o menor salário do País, realizam ato histórico no centro de Poa.

08/07/2013 - Agora Já

Mais de 3.000 pessoas fizeram uma passeata pacífica da frente do QG da BM até a frente do Piratini

Uma caminhada pacífica foi realizada na tarde de sexta-feira, dia 05 de julho, tendo partido da frente do quartel do Comando Geral da Brigada Militar, seguindo pelo centro da cidade até a frente do Palácio Piratini onde não foram recebidos pelo governador Tarso Genro e terminaram na Assembleia Legislativa do Estado.

Cansados de esperar uma solução do governo para reposição adequada do salário dos policiais militares de nível médio da Brigada Militar, os Brigadianos, detentores do menor salário das polícias militares do Brasil realizaram um ato para chamar a atenção do governo, reunindo mais de três mil pessoas entre policiais, parentes e apoiadores.

Além da extrema defasagem salarial os policiais militares reclamam ainda das condições de serviço a que estão sendo submetidos como a falta de equipamentos de segurança, fardamentos e até de coturnos e jaquetas que em algumas unidades chegam a demorar mais de dois anos para serem repostas.

(...)

Apoio popular à reivindicação dos Brigadianos foi à tônica da caminhada.

Apesar do descaso do governador Tarso Genro, a caminhada foi altamente positiva porque além do expressivo número de pessoas que participaram do ato – mais de três mil pessoas, que o governo insiste em afirmar que foram duas mil – as pessoas nos prédios e nas ruas acenavam positivamente e aplaudiam os manifestantes.

Um grupo de cavalarianos de vários CTGs fizeram a frente da manifestação que contou com a presença de pessoas “veteranas” e de “recém-nascidos” da Brigada Militar.

(...)

Anônimo disse...

trouxão das 15h43, só tu prá acreditar naquilo...tu e os coxinhas de merda. Voces coxinhas governam esse estado, nesse modelo, há 42 anos, dos 50 últimos anos e a culpa é de quem governa 8??? vai te deitar coxinha de merda.

Anônimo disse...

Políbio, você não pode aprovar os comentários desses petralhas que ficam dando copiar e colar aqui. Tua área de comentários é um dos diferenciais do teu site e eles estão estragando isso.

Anônimo disse...

DEVERIAM INVESTIGAR ESTE SAFADO LAZARENTO QUE AINDA QUERIA SER REELEITO GOVERNADOR AINDA BEM Q PERDEU FOI EMBORA PRO RIO DE JANEIRO GOZAR A VIDA BOA= CANALHA COMUNISTA TARSO GENRO.É VAI LEVAR ANOS P CONCERTAR O ESTRAGO DESTE PETRALHA QUE NAO DEIXOU 1 REAL EM CAIXA P PAGAR O FUNCIONALISMO= CANALHA

Anônimo disse...

Caro Políbio sociedade não mais esta acreditando nisso.

Tá parecendo 'bode expiatório'.

Anônimo disse...

OLHA O FAKE DO PT EM POLVOROSA MeNTINDO COMO SEMPRE. QUEM DESTRUIU SIM O ESTADO FOI O COMUNA TARSO GENRO NAO DEIXOU 1 REAL em caixa, nao fez as obras prometidas, nao pagou o piso de 1 mil que prometeu aos professores, deixou o estado com rombo em tudo- na saude, na segurança, na educaçao , na infraestrutur, deixou o povo morrendo a mingua no sus com as santas casas e os hospitais paralisando fazendo greves e fechando as portas em todo estado - caos nos hospitais e nas santas casas - caos porque o pt que era governo no pais 13 naos NAO ATUALIZOU AS TABELAS DO SUS- NAO AUMENTOU A GRANA ANOS E anos FAZENDO A SAUDE IR PRO CAOS TOTAL . É AQUI NO ESTADO ESTe PETRALHA TARSO GENRO MALDITO TAMBEM AFUNDOU A SAUDE - nuncA estivemso tal mal- nunca- nunca, ele foi o pior de todo ele e o bigodudO petralha olivio dutra outro anta fracassado que desmontou nosso estado quando governou por 4 anos ISTO anos e anos atras desde a quela epoca o ESTAdo veio caindo - é ele correu tambem com a FORD- pilantra ainda bem que nao ganha mais nada ha anos- xooo PT NUNCA MAIS EU NUNCA VOTEI EM PT MESMO

Anônimo disse...

Olha o MORTADELA PAGO DO PT ELE POSTA MIL VEZES E COLA MIL VEZES NOTICIAS MENTIROSAS SAO TODOS ELE NOS COMENTARIOS= É O MESMO. QUAL É A SUA POLIBIO EM PERMITIR TAMANHA BARBARIE

Anônimo disse...

POR ond eo pt passa- DEIXA RASTRO DE DESTRUIÇAO E ROUBALHEIRA. ME APONTEM UM ESTADO ONDE ELES GOVERNARAM BEM= HAHHAHHA- EU MESMO RESPONDO- NENHUM

Anônimo disse...

Temos que trabalhar na iniciativa privada...empresariar ...investir...porque esta vidinha monotona não nos serve...alem do mais ..temos que pagar o salario de nossos empregados..os f. publicos.

Ultra 8 disse...

NA REVOLUÇÃO RUSSA,A MISÉRIA CHEGOU POR CAUSA DOS SEUS PERPETRADORES LÊNIN, TRÓTISKI,E STÁLIN SEREM,JUDEUS,EM CUBA,O JUDEU FIDEL...POR AQUI,TARSO JUDEU,NÃO PODERIA ACONTECER DIFERENTE,NÃO ESQUECENDO OS JUDEUS,LULA E DILMA E FHC...

POR ONDE ELES PASSAM,A MISÉRIA VICEJA E O DINHEIRO,DESAPARECE...

Anônimo disse...

Caro Pederasta Mortadela...Baixa tua bola antes de falar de gente decente...aliás..decência é coisa que tu e os teus não conhecem.

Anônimo disse...

Só pelego querendo mamar ou desmamado....que horror....estamos fundidos.

Elson von mühlen disse...

E se tá tão ruim aí porque não vem tentar a sorte aqui na iniciativa privada.

Carlos Pires disse...

E se é tão mau porquê vc não se demite ???

Anônimo disse...

POLÍBIO, concordo com um dos participantes quando diz que estão - colando - comentários e assim, tornando difícil a leitura, que fica longa, repetitiva e entrecortada de palavrão!!!

Anônimo disse...

Tem muito concursado ganhando mais de 9mil. Numa empresa não seria contratado. Se fosse, receberia no máximo 2mil.

Anônimo disse...

Sr anonimo está muito enganado sobre os salários, na ceee a maioria ganha um salário compatível com as privadas e vou te garantir nosso serviço não é nada fácil, enquanto todos fogem dos temporais em dias de frio e muita chuva nóis da ceee estamos indo ao encontro dele e as vezes deixando nossas famílias em casa sem energia pois moramos em área de concessão privda( rge e aessul) no meu causo.

Anônimo disse...

Lindas palavras,,, é isso mesmo que esta acontecendo.

Anônimo disse...

Sábias palavras,,,,,