Vaccari, o corrupto tesoureiro do PT, pede e perde habeas em Porto Alegre. Ele está condenado a 41 anos de cadeia.

O pedido de soltura do ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) João Vaccari Neto foi negado nesta quarta-feira pelos três desembargadores que compõem a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região(TRF4), em Porto Alegre.

O ex-tesoureiro foi condenado, em 2015, num dos processos, a 15 anos e 4 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em investigações da Operaçã Lava Jato. Neste processo, na segunda instância, porém, foi considerado inocente.

Além dessa, outras quatro condenações pesam contra ele, todas no âmbito da Lava Jato. Por isto continua preso no Paraná.

Condenações
Vaccari cumpre pena no Complexo Médico-Penal, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Além do processo em que foi absolvido, ele foi condenado em outros quatro, todos na Lava Jato:
- 9 anos de reclusão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro
- 6 anos e 8 meses, por corrupção passiva
- 10 anos, por corrupção passiva
- 6 anos de reclusão, por corrupção passiva

26 comentários:

Anônimo disse...

Espero que cumpra , ao menos, uns trinta anos!

Anônimo disse...

Tomara que agora ele delate o cappo, aquele que diz ter a alma mais honesta do Brasil, tudo com um belo bafo de cachaça.

Anônimo disse...

VICE-PRESIDENTE DOS EUA IGNORA TEMER EM VISITA À AMÉRICA DO SUL:

Mike Pence terá uma série de encontros com líderes da América Latina na próxima semana, mas o Brasil está fora da agenda; para o professor do Departamento de Relações Internacionais da UERJ, Maurício Santoro, o fato de Michel Temer ter sido "esnobado" evidencia o desprestígio do Brasil no cenário internacional; "Dez anos atrás, quando algum líder internacional vinha à região, sempre visitava pelo menos Chile e Brasil, passando por cima da Argentina. Agora é o contrário. Isso dá a dimensão da crise brasileira, com uma recessão profunda e a perda da estabilidade política", disse.

9 DE AGOSTO DE 2017

Sputnik - O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, terá uma série de encontros com líderes da América Central e da América Latina na próxima semana, entre os dias 13 e 18 de agosto. Como se tornou frequente recentemente, o Brasil está fora da agenda do vice de Donald Trump.

Em entrevista exclusiva à Sputnik Brasil, o cientista político e professor do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Maurício Santoro, avaliou que o fato do presidente Michel Temer ter sido "esnobado" por Pence evidencia o desprestígio brasileiro no cenário internacional.

"É interessante se você comparar com 10 anos atrás, quando algum líder internacional vinha à região, sempre visitava pelo menos Chile e Brasil, passando por cima da Argentina. Agora é o contrário. Isso dá a dimensão da crise brasileira, com uma recessão profunda e a perda da estabilidade política", afirmou.

Recentemente, em junho, a primeira-ministra alemã Angela Merkel também evitou visitar o Brasil, preferindo desembarcar em Buenos Aires e na Cidade do México. Já em janeiro, o então presidente francês François Hollande optou por visitar exclusivamente a Colômbia, em sua última oportunidade de visitar a América do Sul. (...)

PS: Será que até o Vice-Presidente não quer posar ao lado do golpista temerário, para não a imprensa internacional não pense que vice-presidente concorda com golpes de estado?

Anônimo disse...

JBS VAI CONTAR COMO AJUDOU CUNHA A COMPRAR DEPUTADOS:

Peça fundamental de engrenagem da propina da JBS, o executivo Ricardo Saud, fará um complemento de sua delação premiada em que irá relatar nomes de deputados atribuídos a valores que teriam recebido em dinheiro vivo para apoiar a eleição do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para a presidência da Câmara, em fevereiro de 2015; pessoas envolvidas nas tratativas afirmaram que o lobista vai apresentar os nomes dos deputados, os valores pagos a cada um, além de informações sobre o modo que as entregas foram feitas; com os pagamentos, Cunha comprou sua bancada, virou presidente da Câmara e aceitou o impeachment sem crime de responsabilidade, quebrando e desmoralizando o País.

9 DE AGOSTO DE 2017

247 - O executivo Ricardo Saud, delator da J&F, fará um complemento de sua delação premiada em que irá relatar nomes de deputados atribuídos a valores que teriam recebido em dinheiro vivo para apoiar a eleição do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para a presidência da Câmara, em fevereiro de 2015.

Na ocasião, Cunha foi eleito com 267 votos. Ele ficou à frente do candidato apoiado pela então presidente Dilma Rousseff, Arlindo Chinaglia (PT-SP), que teve 136 votos.

Segundo pessoas ligadas à empresa, o próprio Saud, que na época atuava como interlocutor e lobista da J&F no Congresso, teria sido o responsável por fazer os repasses. Os pagamentos representam R$ 12 milhões dos cerca de R$ 30 milhões desembolsados pelo grupo para dar suporte a Cunha, conforme relatou Joesley Batista, sócio da empresa e também delator.

Pessoas envolvidas nas tratativas afirmaram que o lobista vai apresentar os nomes dos deputados, os valores pagos a cada um, além de informações sobre o modo que as entregas foram feitas.

Em depoimento, Joesley se limitou a dizer que o grupo atendeu ao pedido de Cunha, que em 2014 solicitou R$ 30 milhões para se eleger presidente da Câmara. "Dos levantamentos nossos, pelo que eu entendi, ele saiu comprando um monte de deputado Brasil afora", disse.

O empresário afirmou que o valor foi pago da seguinte maneira: R$ 5,6 milhões por meio de doação oficial ao PMDB e correligionários indicados por Cunha, R$ 10,9 milhões por meio de pagamentos de notas frias em setembro e outubro de 2014 e R$ 12 milhões em dinheiro.

Anônimo disse...

Muito bom e merecido o futuro do " Mosche" , na cadeia .!!!

Anônimo disse...

CUNHA PEDE A FACHIN MESMO BENEFÍCIO DO HOMEM DA MALA DE TEMER:

A defesa do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) apresentou ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), um pedido para que ele estenda ao ex-parlamentar os benefícios concedidos ao ex-assessor presidencial Rodrigo Rocha Loures; Em maio, Cunha teve um novo mandado de prisão preventiva expedido contra ele por Fachin.

9 DE AGOSTO DE 2017

Ricardo Brito, da Reuters - A defesa do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) apresentou ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), um pedido para que ele estenda ao ex-parlamentar os efeitos da liberdade concedida ao ex-assessor presidencial Rodrigo Rocha Loures no final de junho.

Em maio, Cunha --preso e condenado no âmbito da operação Lava Jato-- teve um novo mandado de prisão preventiva expedido contra ele por Fachin, em razão da operação Patmos, deflagrada a partir da colaboração de executivos da J&F, holding que controla a JBS.

Na petição de 22 páginas apresentada no final da tarde desta terça-feira, os advogados de Cunha dizem que a situação do ex-presidente da Câmara é semelhante a de Rocha Loures, do advogado Willer Tomaz e do procurador da República Ângelo Vilella, todos os três que já tiveram revogados contra si mandados de prisão preventiva.

A defesa dele ainda argumentou que, no curso das investigações, não se comprovou que Cunha tenha recebido ou mesmo atuado para receber recursos da JBS em troca de seu silêncio e para que não fizesse um acordo de colaboração premiada.

O ex-deputado negocia um acordo de colaboração, embora, conforme disse à Reuters uma fonte envolvida nas tratativas, haja dificuldades para o acerto avançar com a equipe do atual procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A negociação mais avançada para fechar uma delação é a do empresário Lúcio Funaro, também preso na Lava Jato.

"Ora, a partir dos depoimentos dos colaboradores, chegar-se-ia à absurda conclusão de que o hipotético pagamento a Lúcio Funaro, por meio de sua irmã, beneficiaria Eduardo Cunha e faria com que ele permanecesse em silêncio, mesmo sem qualquer comprovação de repasse a alguém indicado por ele. Nada mais fantasioso e incoerente para fundamentar o decreto prisional", criticaram os advogados do ex-deputado.

A defesa de Cunha destaca ainda que a situação dele no caso é "mais favorável" do que a de outros investigados como Rocha Loures, que já foi até denunciado por corrupção passiva, e já tiveram revogada a ordem de prisão. Ele pede a substituição da detenção provisória por outras medidas cautelares.

Anônimo disse...

E para o presidente do partido não tem nenhuma punição?
O tesoureiro fazia tudo escondido pra financiar o partido?
Coitado do Vaccari, é um benemérito do PT.

Anônimo disse...

Tadinho do tonto. Tem que sifu mesmo.
Enquanto isso, o chefão continua todo faceiro, dizendo besteiras de norte a sul.

Anônimo disse...

Tadinho do tonto. Tem que sifu mesmo.
Enquanto isso, o chefão continua todo faceiro, dizendo besteiras de norte a sul.

Anônimo disse...

Bem feito para este jaguara! O que não está pensando a Narizinho amante, que dava como favas contadas o HC do Vaca??? Fodam-se Petralhas e todos os demais corruptos!

Anônimo disse...

É pouco, Bancoop que o diga.

Anônimo disse...

É pouco, Bancoop que o diga.

Alberto disse...

Enquanto isso o trio esquerdopata da Gaúcha (Kelly/Rosane/Bahia) fazem longa entrevista com a 'vítima' Gleisi 'narizinho coxa amante'!

Anônimo disse...

O tesoureiro da roubalheira do PT/Lula/Dilma achou que iria pegar só um "tempinho" na cadeia por isso defendeu os seus líderes. Bem feito vai morrer atrás das grades!

Anônimo disse...

Depois do Fantástico, o Coronel Lima vai preso? Veja a reportagem desta noite:

FERNANDO BRITO · 06/08/2017 - O Tijolsço

Todas as informações da reportagem do Fantástico sobre o coronel João Batista Lima, o “amigão” de Michel Temer, a rigor, já tinham sido veiculadas nos blogs e em uma ou outra matéria de grandes jornais.

Mas, desta vez, as suspeitas dos contratos de Lima com o governo de São Paulo e com a construção da usina de Angra 3 foram para o fantástico e, neste país onde a Globo tem o quase monopólio da informação e a capacidade de reger o restante da imprensa comercial, isso adquire um peso que vai além do que podemos fazer aqui, pela internet e pelas redes sociais.

Denota, também, que o império Globo não parou de lançar seus ataques e que, por isso, a situação de um Temer desafiador não lhe é aceitável.

Assista a reportagem do Fantástico.(...)

PS: Cadê os coxinhas batendo panelas e dizendo não à corrupção? Cadê? Cadê ? Cadê os patriotas que se vestiam de verde e amarelo, pintavam o rosto? Não era contra a corrupção que esses canalhas protestavam, era contra a ascensão dos pobres, o protesto dos coxinhas era contra o Brasil que estava a caminho do desenvolvimento, e não me venham o discursinho de que o PT é culpado do caos que aí está pq não cola mais, os rombos bilionários foram gerados para pagar o golpe, e agora faz-se outros rombos nas contas para manter um governo que não trabalha, um governo que vive para manter-se no poder, pq o dia que este mandato acabar, o Drácula vai para o xadrez.

Anônimo disse...

Kkkk ben feito o partideco pt tava atacando o juiz moro dizendo que vacari tinha sido absolvido em um processo e assim luladrao tambem sera absolvido...kkkk cade os petralhas agora tavam afrontando o juiz moro mentindo q ele persegue o pt kkkk e agora cade estes petralhas meia duzia d pelegos q nao enchem nem uma kombe Kkkkk o ladrao condenado vacari ta em varios processos ele escapou apenas de um estes dias mas nao importa ele foi condenado em outros e nesre ai de hojev e vem mais por ai este ladrao vai apodrecer na jaula la é o lugar dele em breve seu chefao tambem vai lhe acavomoanhar o mensalao foi reaberto o lurapio chefe ta apavorado nao tem mais o ministro joaquim barbosa no stf p o livrar como livrou naquela vez

Anônimo disse...

Lava Jato is wonderful!


FERNANDO BRITO · 09/08/2017 - O Tijolaço

Enquanto aguarda-se o protesto do procurador Deltan Dallagnol contra a visita noturna de sua futura chefe, Raquel Dodge, no Palácio do Jaburu – onde, segundo a CBN, ficou das 22 às 23 horas – apenas para transferir da tarde para a manhã a sua cerimônia de posse – dou notícia das andanças do outro protagonista da lava Jato, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima.

Ele vai deixar de lado sua dura rotina de entrevistas e postagens atacando os políticos e vai a São Paulo, segunda-feira, dar palestra ao lado de representantes de empresas investigadas – entre elas a Siemens (Trensalão) e a Camargo Correira (Lava Jato) que ficaram “boazinhas”, depois de sua conversão à honestidade.

É um seminário sobre “compliance”, um ramo de negócios de controladoria empresarial que está crescendo e lucrando como nunca, onde ele vai ” apresentar um balanço das operações (e seu) desdobramento nas corporações” empresariais.

Não há a menor dúvida que Lima será recebido efusivamente.

Afinal, o encontro é promovido pela Câmara de Comércio EUA-Brasil, a Amcham.

Lava Jato is wonderful!

Anônimo disse...

Olha o pelego colador d textos mentirosos ai d cima- quem disse que q loures é o homem da mala de temer cade sua prova. Cade q ele levou a mala p o temeroso deixe d bancar o idiota papagaio o janot meteu os pes pelas maos pois a mala nao foi pro temer ele queria arrancar temer as pressas com uma acusaçao ridicula sem fundamento e se deu mal a mala nao foip temer e agora janot entao ta em maus lençois ele disse que a mala talvez nem fosse pro temer é agora depois da lambança q causou janot admite q a mala talvez nem fosse p temer leia no blog imprensa viva q mostra a realisade e nao conversinhas
fiadas q vc le

Anônimo disse...

Kkkk ben feito o partideco pt tava atacando o juiz moro dizendo que vacari tinha sido absolvido em um processo e assim luladrao tambem sera absolvido...kkkk cade os petralhas agora tavam afrontando o juiz moro mentindo q ele persegue o pt kkkk e agora cade estes petralhas meia duzia d pelegos q nao enchem nem uma kombe Kkkkk o ladrao condenado vacari ta em varios processos ele escapou apenas de um estes dias mas nao importa ele foi condenado em outros e nesre ai de hojev e vem mais por ai este ladrao vai apodrecer na jaula la é o lugar dele em breve seu chefao tambem vai lhe acavomoanhar o mensalao foi reaberto o lurapio chefe ta apavorado nao tem mais o ministro joaquim barbosa no stf p o livrar como livrou naquela vez

Anônimo disse...

Centrão avisa a Temer: “Previdência é mais cara”:

FERNANDO BRITO · 09/08/2017 - O Tijolaço

Enquanto Rodrigo Maia e Henrique Meirelles fazem cara de mau e se oferecem ao mercado para aprovar o pedaço que sobrou a reforma da Previdência, o “Centrão”, mais pragmático, manda avisar que não vota barato o saque contra os trabalhadores.

No seu blog no G1, Gerson Camarotti diz que os “líderes dos três principais partidos do centrão – PP, PR e PSD – afirmam que não há condições de aprovar a reforma, ainda mais depois do desgaste de terem votado contra o prosseguimento da denúncia contra Temer”.

Ainda mais em véspera de ano eleitoral. “Reforma da Previdência se vota no início de mandato. Em final de mantado, é muito perigoso colocarmos uma matéria dessa, ainda mais no momento em que estamos vivendo na Câmara dos Deputados”, disse o líder do PR, José Rocha (BA).

A turma da “Minha Emenda, Minha Vida” sinaliza que quer os espaços que ocupam os tucanos e o PSB, que só deram apenas metade dos votos a Temer na votação da denúncia, e que não vão aceitar um “vem comigo que depois eu dou um jeito”.

“O momento é muito delicado, não temos unidade na bancada para isso [votar a reforma]. Nós esperamos que o governo tenha um sentimento de reagrupação e senso de responsabilidade de saber quem realmente é base e quem não é”, acrescentou o líder do PP, Artur Lira (AL).

E, lembra o texto, ainda tem a Janot, Parte 2- A obstrução. Na escancarada confissão da impopularidade da reforma, admitem:

“A reforma tem que ser votada dentro de uma uniformidade da base, e o governo não tem essa uniformidade. A discussão da Previdência abre a porta para sociedade ir para as ruas, é tudo o que o governo tem que evitar diante de uma segunda denúncia”, afirma o líder do PSD, Marcos Montes (MG).

É mais caro, Temer….

Anônimo disse...

ESSE AGENTE SURDO-MUDO COMUNISTA DA FACÇÃO "OS PETRALHAS"PRECISA MOFAR UNS TRINTA ANOS NA CADEIA!

Anônimo disse...

Chico Pinheiro, da Globo, explica a ‘crise na Venezuela’ para comedores de alfafa:

9 de agosto de 2017 - Blog do esmael

O jornalista Chico Pinheiro, da bancada do Bom Dia Brasil, na Globo, usou o Twitter para explicar didaticamente a crise na Venezuela para os comedores de alfafa.

Chico postou uma charge em que um burguês [ou seria Michel Temer?] aponta para o trabalhador dizendo “Olha a Venezuela”, enquanto mete a mão no bolso do desavisado.

O post didático do jornalista global é um ‘tapa na cara’ daqueles que ficam a gritar ‘Fora Maduro, Fora Maduro’ ao passo que o Estado Social vai sendo desmontado no Brasil.

Já foi dito aqui antes, neste Blog do Esmael, que a crise na Venezuela é mais uma tentativa de golpe na América Latina.

Anônimo disse...

“Igual ao que se fazia nas escolas alemãs dos anos 30”, diz advogado; ele pede apuração sobre vídeo de alunos de escola militar saudando Bolsonaro:

Em vídeo, alunos de colégio militar no AM chamam Bolsonaro de ‘salvação da nação’

FABIANO MAISONNAVE
, na Folha - 09/08/2017

Diante de dois policiais militares, nove filas de alunos do terceiro ano de uma escola estadual em Manaus repetem em coro, com as mãos para trás, o que um dos policiais grita: “Convidamos Bolsonaro, salvação dessa nação/ Nos quatro cantos ouvirão completa nossa canção”.

A cena consta de vídeo gravado no Colégio Waldocke Fricke de Lyra, uma das oito escolas administradas pela PM por meio de um acordo com a Secretaria de Educação do Amazonas.

Ao final, uma aluna em traje militar, dirigindo-se ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ), diz: “Gostaríamos que o senhor pudesse nos honrar com a sua presença em nossa formatura militar”. Outra aluna completa: “Nosso convite deve-se a sua trajetória ética e o seu compromisso com a educação”.

O vídeo foi distribuído nas redes sociais por Bolsonaro na sexta-feira (4). Ele diz que se trata de um convite “irrecusável”: “Um exemplo de ensino que deveria ser adotado em todas as escolas públicas do Brasil”.

A iniciativa foi classificada de “doutrinação nazifascista de crianças e adolescentes” pelo presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, Glen Wilde Freitas. “É igual ao que se fazia nas escolas alemãs dos anos 1930.”

Freitas, que também é o representante da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), disse que, antes do episódio, já recebeu relatos de alunos expulsos por reclamar da doutrina rígida. Nesta segunda-feira (7), ele solicitou uma explicação ao comando da PM e à Secretária de Educação sobre o convite a Bolsonaro.

Nas redes sociais, um estudante que aparece no vídeo criticou a iniciativa. “Simplesmente não abri minha boca como muitos, escola doutrinada. A comissão de formatura em nenhum momento veio me perguntar se era a favor de fazer o vídeo, simplesmente obrigaram, depois ficaram dizendo que a maioria concordou, só não falo mais porque ainda estudo nessa instituição, não temos mais direito de definir nossa posição política”, escreveu.

No domingo (6), a Folha questionou o comandante da PM, coronel David Brandão, sobre o assunto. Ele prometeu responder no dia seguinte, o que não ocorreu. (...)

PS: Tá ou não nascendo um novo hitler?!?!?!?!?!? Escola sem partido em cima desse vagabuLSONARO.

Roberto disse...

É só insistir mais um pouco que ele ganha. Depois vai pra casa e fica numa boa. O dinheiro tá garantido.

Anônimo disse...

TODOS OS TESOUREIROS DO PT PASSARAM PELA CADEIA. PODE-SE CONCLUIR QUE : 1) A FUNÇÃO DE TESOUREIRO DO PT INDUZ AO CRIME ; OU , 2) O PT É UMA ORGANIZACAO CRIMINOSA .!!!

Anônimo disse...

Enquanto isso o temerario recebe.....

NO RIO, TEMER RECEBE BENÇÃO DE PASTOR CONDENADO POR ESTUPRO:

Durante visita ao Encontro Nacional de Comércio Exterior, Michel Temer recebeu uma bênção do pastor Marcos Pereira da Silva, líder da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias; Silva foi preso, em 2013, pelo crime de estupro, e condenado pela 2ª Vara Criminal de São João de Meriti, em primeira instância, a 15 anos de reclusão pelo crime de atentado violento ao pudor; pastor pediu para Deus “visitar o coração, a coluna, o rim, o intestino, o fígado”, entre outros órgãos do peemedebista.

10 DE AGOSTO DE 2017

Revista Fórum - Durante passagem pelo Rio de Janeiro, para uma visita ao Enaex (Encontro Nacional de Comércio Exterior), Michel Temer (PMDB), recebeu uma bênção do pastor Marcos Pereira da Silva, líder da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias. Veja o vídeo aqui.

Até ai tudo bem, não fosse o fato do tal pastor ter sido preso, em 2013, pelo crime de estupro, e condenado pela 2ª Vara Criminal de São João de Meriti, em primeira instância, a 15 anos de reclusão pelo crime de atentado violento ao pudor.

O pastor pediu para Deus “visitar o coração, a coluna, o rim, o intestino, o fígado”, entre outros órgãos do presidente.

Em dezembro de 2014, após 19 meses encarcerado, ele obteve liberdade após habeas corpus concedido pelo STF.

E o presidente não foi o primeiro político abençoado pelo líder religioso. Em 2016, ele aproveitou também para orar pelo vice-governador, Francisco Dornelles (PP).

PS: Tem uma certa coerência um estuprador abençoando o estuprador dos direitos do povo.