Saiba como você pode ajudar a publicar "Leituras de Verão", a nova revista deste blog

A Multimidia Luzes, editora do blog que leva o nome do jornalista Polibio Braga, resolveu lançar uma nova publicação, desta vez quadrimestral, sendo a primeira delas a "Leituras de Verão" (leia mais na nota a seguir).

Os custos da publicação serão levantados através de publicidade, venda avulsa e uma operação de crowfunding, da qual poderão participar todos os leitores:

É MUITO SIMPLES FAZER O CRÉDITO
Basta clicar em cima do link a seguir:

Depois, você clica no retângulo verde, à direita: “Apoiar este projeto”.
A página seguinte é para preenchimento de e-mail e senha. Você digita seu e-mail e coloque a senha que quiser. Grave na memória, arquivo eletrônico ou numa folha de papel, porque podes precisar usar mais tarde. Em seguida, clique para ir adiante.
Na página seguinte, você preenche os dados para pagamento.
E vai adiante até finalizar.

CONHEÇA A PUBLICAÇÃO

No endereço a seguir, você poderá conhecer o piloto da publicação “Leituras de Verão”. Trata-se de um projeto, de um piloto, mas concede bem a ideia do que será a publicação.
Ali há também completa tabela de preços para publicidade
CLIQUE AQUI para examinar o piloto e a tabela de preços.

3 comentários:

Anônimo disse...

a situação esta feia...

hoje é preciso fazer vaquinha para poder lançar um livro...

é o fim dos tempos...

e tem tolo que diz que as coisas estao melhorando...

ATENTO disse...

quem adquirir podera acessar pela web?

Anônimo disse...

CHEFE DO EXÉRCITO VAI ÀS REDES E CRÍTICA CAOS FISCAL DE TEMER E MEIRELLES:

O general Eduardo Villas Boas, comandante do Exército, usou seu perfil no Twitter para criticar o aperto orçamentário que a força terrestre está sofrendo; a instituição está enfrentando um grave contingenciamento de recursos que, segundo fontes militares, está praticamente paralisando os programas estratégicos do Exército, como o Sisfron, sistema de vigilância de fronteiras; contingenciamento de recursos é resultado do caos econômico de Henrique Meirelles e Michel Temer: enquanto Meirelles produziu um rombo anual de R$ 160 bilhões e estourou a meta, Temer gastou R$ 13,4 bilhões só pra se salvar; com isso, governo agora é obrigado a cortar em serviços básicos, como a defesa do País.

4 DE AGOSTO DE 2017

247 - O comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, usou as redes sociais para criticar o aperto orçamentário que a força terrestre está sofrendo. A crítica foi feita nesta quinta-feira, 3, em seu perfil no Twitter. Os recursos hoje disponíveis nos caixas do Exército são suficientes para que se chegue apenas até o mês de setembro.

“Conduzo seguidas reuniões sobre a gestão dos cortes orçamentários impostos ao @exercitooficial. Fazemos nosso dever de casa, mas há limites”, disse o general no microblog, ao falar sobre as dificuldades que a instituição está enfrentando e o grave contingenciamento de recursos que, segundo fontes militares, está praticamente paralisando os programas estratégicos do Exército, como o Sisfron, sistema de vigilância de fronteiras.

A principal queixa dos militares é de que o governo federal impõe seguidas missões ao Exército em todas as áreas, mas a equipe econômica não repassa os recursos necessários para o desempenho dos trabalhos. A última delas foi no Rio, com uma nova ida de tropas para as ruas, para tentar oferecer segurança à população.

As informações são de reportagem de Tânia Monteiro no Estado de S.Paulo.

PS: ]Bom sinal, até o EB já está perdendo a paciencia com O traíra. Caminho para Lula2018 está bem pavimentado. Agora é administrar os fracassos das panelas e esperar 2018 com paciência.