PTB leva a sério a candidatura do ex-chefe estadual de Polícia, Ranolfo Vieira Júnior

O PTB está levando muito a sério a candidatura do ex-chefe de Polícia do RS, atual secretário de Segurança Pública de Canoas e delegado Ranolfo Vieira Júnior. O Partido começou conversações com possíveis liados.

O editor almoçou com Vieira Júnior nesta sexta-feira. Ele está animado com a possibilidade de disputar o Piratini.

Com 35 anos de contribuição previdenciária, 20 dos quais na Polícia do RS, o delegado, 51 anos, ocupou durante quatro anos a chefia de Polícia.

Em Canoas, onde ocupa a secretaria da Segurança desde janeiro, chamado pelo prefeito Luis Carlos Busato, ele conseguiu articular inédito programa de integração e inteligência entre todos os órgãos policiais. O resultado apareceu em julho, quando o número de assassinatos no município de 300 mil habitantes, o 5o nas piores estatísticas do Estado, despencou para apenas um caso.

7 comentários:

Anônimo disse...

O PTB é um partido sério...

Anônimo disse...

Secretaria de "Segurança" Municipal? A Constituição Federal não dá poder de polícia nem para o Exército! As guardas municipais são absolutamente carentes desse PODER DE POLÍCIA. Esse secretário de "segurança" de Canoas me cheira a FOLKLORE PETEBISTA...

Anônimo disse...

Ainda bem que 1° de Abril já passou.

Anônimo disse...

Só o PTB para levar a sério tal candidatura.
Será o Pedro Américo de Vargas.
Será engolido pelo Cavaleiro Andante.

Anônimo disse...

Esse senhor foi chefe de polícia do RS, quando o PTB comandava a Secretaria da Segurança do RS, com Edson Gularte do PTB no governo de Yeda Crusius!!!

Quando mataram o tambêm petebista Secretário de Saúde Municipal ELISEU SANTOS, no dia seguinte do assassinato o então Chefe de Polícia, delegado Ranolfo Vieira Júnior, veio a público afirmar que o morto fora vítima de uma tentativa de assalto de carro,bem em frente ao Zaffari da Cristóvão Colombo.

O MPF desconfiou, fez sua própria investigação, e descobriu que ELISEU SANTOS fora assassinado pelo próprio PTB, porque denunciou a corrupção do PTB municipal para a POLÍCIA FEDERAL DE TARSO GENRO, exatamente no dia anterior ao seu ASSASSINATO, para QUEIMA DE ARQUIVO!!!!!!!!!!!

Inclusive o presidente municipal do PTB na ocasião, José Carlos de tal, foi preso como MANDANTE!!

Anônimo disse...

Quando foi com o deputado Maurício Dziedricki nas últimas eleições para prefeito desacreditaram e também fizeram muitos comentários irônicos e maldosos, desdenhando da força do PTB e de sua militância. O resultado: 14% dos votos, mesmo com as pesquisas sempre apontando que ele não passava de 4% das intenções. Talvez o secretário Ranolfo não seja candidato a governador do estado, mas eh prudente aguardar para depois sair comentando na internet.

Façanha, o advogado do povo disse...

Impressionante, anônimo das 17:09. O que Políbio Adolfo tem a dizer sobre isto?