PSDB rachou ao meio na votação da Câmara dos Deputados

O PSDB ocupa quatro ministérios: Cidades, Relações Exteriores, secretaria de Governo e Direitos Humano.

O PSDB foi o Partido que mais surpresas ofereceu na votação de ontem na Câmara, porque embora com três ministros em posições-chaves, pouco mais da metade da bancada votou contra o governo do qual faz parte.

Aécio trabalhou pela rejeição do pedido de abertura de processo contra Temer, enquanto Tasso Jereissati e Alckmin trabalharam contra.

O placar entre os deputados do PSDB ficou apertado: 22 foram contra o prosseguimento da denúncia e 21 a favor. Houve ainda quatro ausências, das quais três eram considerados votos certo contra Temer: Shéridan (RR), Pedro Vilela (AL) e Eduardo Barbosa (MG) — este último faltou por causa da morte da mulher em um acidente.