Osmar Terra e outros 11 ministros reassumirão na Câmara para votar com Temer

Fogaça ainda é dúvida no PMDB do RS.

Doze ministros do governo que são deputados licenciados devem reassumir os mandatos na Câmara para ajudar a barrar, no plenário, a denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer, apresentada pela Procuradoria-Geral da República. 

A votação está marcada para quarta-feira.

Entre os ministros poderá estar Osmar Terra, PMDB do RS, que substituiria José Fogaça, que ainda não decidiu seu voto. Neste caso, os secretários de Sartori, Giovani Fekltes e Márcio Biolchi, também reassumiriam, já que Fogaça é o primeiro suplente e mais dois suplentes ocupam cadeiras na Câmara.

A tendência de José Fogaça é de se abster, mas o governo quer o seu voto ou a substituição temporária do parlamenta.

O caso terá decisão durante o dia.