Janaína Paschoal pede que EUA embargue as compras de petróleo da Venezuela

Trump congelou os bens e ativos financeiros de Maduro existentes nos EUA, mas precisa garrotear o governo bolivariano de uma vez por todas.

A advogada Janaina Paschoal, autora do parecer que ajudou a derrubar o governo corrupto de Dilma Roussef, mandou uma série de tuítes em inglês na manhã desta terça-feira para o presidente dos EUA, Donald Trump, pedindo que o americano interfira na situação da Venezuela, que vive grave crise política.

"Corte as compras de petróleo", pediu Janaína Paschoal

Embora as mensagens de Janaina tenham chamado a atenção no Brasil, onde se tornou um dos assuntos mais comentados na rede social, Trump ainda não respondeu a brasileira.

Nas primeiras mensagens a advogada se apresenta como uma das responsáveis pelo pedido de impeachment de Dilma e pergunta o que o presidente dos EUA irá fazer em relação à prisão de Leopoldo López e Antonio Ledezma, opositores que foram detidos nesta terça. Janaina também diz que os ex-presidentes Lula e Dilma, ambos do PT, são responsáveis pela "ditadura estabelecida na Venezuela".