Doria recebe 10 mil ovos em doação e faz omelete para 5 mil moradores de rua

O prefeito João Doria informou em vídeo publicado na sexta-feira nas redes sociais, no qual explora o episódio da "ovada" de esquerdistas de que foi alvo em Salvador, que decidiu usar os 10 mil ovos pela Granja Mantiqueira, empresa alimentícia sediada em Itanhandu (MG).

Disse o prefeito tucano:

- Na área pública, eu aprendi que da ovada se faz omelete.


Segundo Doria, a doação resultou em 5.500 omeletes, que foram distribuídos a moradores de rua da cidade.

57 comentários:

Anônimo disse...

Doria é mesmo inteligente e competente, precisamos de alguém assim na presidência para levantar a moral dos brasileiros e não passarmos vergonha no exterior. E dá-lhe Doria!!! Fez do ovo do esquerdopata sem noção um omelete gigante que matou a fone de milhares. Parabéns. tmj.

Anônimo disse...

Doria é mesmo inteligente e competente, precisamos de alguém assim na presidência para levantar a moral dos brasileiros e não passarmos vergonha no exterior. E dá-lhe Doria!!! Fez do ovo do esquerdopata sem noção um omelete gigante que matou a fone de milhares. Parabéns. tmj.

Anônimo disse...

👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

Anônimo disse...

DORIA ABANDONA CIDADE E FAZ CAMPANHA PRESIDENCIAL:

No lugar de governar São Paulo, onde as ruas estão cheias de buracos e a Câmara Municipal está ocupada contra seu plano de privatização de espaços públicos, como parques, o prefeito João Doria decidiu fazer campanha presidencial antecipada; na próxima semana, ele visita quatro capitais para falar sobre "gestão ética e responsável", além de receber títulos e se reunir com empresários; em outra frente para se lançar ao Planalto em 2018, numa disputa interna com o governador Geraldo Alckmin, Doria gasta tempo tentando emplacar aliados na direção do PSDB; nos últimos dias, o tucano foi o assunto mais comentado na política depois de ter recebido uma ovada durante protesto em Salvador, onde foi receber homenagem.

12 DE AGOSTO DE 2017

SP 247 - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), tem gastado boa parte de seu tempo viajando pelo País, recebendo homenagens e articulando com políticos para - por exemplo - apoiar o governo de Michel Temer.

Enquanto isso, a capital paulista, que vive seus milhares de problemas diariamente, fica abandonada. Apenas na semana que vem, o tucano tem três viagens marcadas para o Nordeste e o Centro-Oeste, como noticia a colunista Mônica Bergamo.

No período de segunda a sexta, o prefeito passará por Palmas (TO), Natal (RN), Fortaleza (CE) e Campina Grande (PB), recebendo títulos e se reunindo com empresários.

Em outra frente, Doria usa sua agenda para tentar emplacar aliados na direção nacional do PSDB. Desta forma, pode receber apoio numa eventual - e cada vez mais possível - disputa interna com o governador Geraldo Alckmin, seu padrinho político, para se lançar ao Planalto em 2018.

Em editorial publicado neste sábado 12, o jornal O Estado de S.Paulo cobrou o prefeito para que ele seja mais gestor e menos político, como prometeu em sua campanha no ano passado, e ressaltou que "a cidade precisa" dele.

"O prefeito tem todo o direito de, como político, aproveitar a oportunidade que se abre para ele de voos mais altos. Mas não pode deixar de lado as obrigações que assumiu tão enfaticamente, como 'gestor', e há tão pouco tempo", diz o texto (leia aqui). (...)

Anônimo disse...

Resta saber se Dória gastou do próprio bolso para comprar ovos para fazer omelete para "propaganda eleitoral".

Anônimo disse...

Dizem que tem um estoque de ovos esperando por ele na Paraíba.

Anônimo disse...

Dizem que essa candidatura é estratégia do pessoal do agronegócio para vender mais ovos. kkkkkkkk

Anônimo disse...

Como Dória não assume pautas da direita porque é (e sempre será) mais um socialista tucano, tenta sobreviver de marketing, enfim, o povo sabe que a nova república foi puro marketing, não cai de nessa de novo...basta de sociais democratas globalistas fabianos por aqui... Não dá para enganar as pessoas o tempo todo...

Anônimo disse...

Em 1987, Doria propôs fazer da seca no Nordeste uma atração turística

Então presidente da Embratur, o tucano provocou indignação ao propor também a redução de verbas para obras de irrigação, mas disse não querer "explorar a miséria"
Em 1987, enquanto era presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), o hoje prefeito de São Paulo, João Doria Jr. (PSDB), propôs reduzir a verba para obras de irrigação no Nordeste e transformar a seca na Caatinga em ponto turístico. Naquele ano, o Nordeste enfrentava uma dura estiagem que motivou até mesmo uma CPI no Congresso sobre o tema.
A proposta de Doria foi feita em 30 de junho de 1987, durante visita a Fortaleza, onde se encontrou com o então governador do Ceará, Tasso Jereissati, hoje seu colega de partido, e dezenas de empresários locais.
“A Caatinga nordestina poderia ser um ponto de visitação turística e gerar uma fonte de renda para a população sofrida da área, respeitando as características culturais e humanas da população, sem exploração da miséria”, disse Doria segundo a reportagem “Doria Jr. propõe que a seca vire atração turística”, publicada pelo jornal O Globo de 1º de julho de 1987.
https://www.cartacapital.co...

Anônimo disse...

1991: João Doria foi obrigado a devolver dinheiro desviado da Embratur

Em 1991, João Doria e toda a diretoria da Embratur (1987-1988) foram obrigados a devolver na época Cz$ 6,5 milhões por desvio de verbas.
Em 21 de fevereiro de 1991, o jornalista Cleber Praxedes publicou no Jornal do Brasil uma matéria sobre desvio na Empresa Brasileira de Turismo (Embratur). No centro das acusações estava João Doria Jr, que havia sido presidente da autarquia especial do Ministério do Turismo.
http://nossapolitica.net/20...

Anônimo disse...

UOL : Proposta de Doria para seca do Nordeste virar atração turística volta a causar polêmica
https://noticias.uol.com.br...

Anônimo disse...

GLOBO : Presidente da Embratur de Sarney, Doria propôs fazer da seca atração turística
http://acervo.oglobo.globo....

Anônimo disse...

João Doria (PSDB) é desmascarado por César Tralli
https://www.youtube.com/wat...
João Doria ignora Justiça e ocupa área pública no interior paulista.
O candidato a prefeito de São Paulo João Doria (PSDB) ocupa uma área pública de 400 m² em Campos do Jordão (SP), contrariando decisão da Justiça estadual. A prefeitura cobra reintegração de posse.

Anônimo disse...

Você sabia que João Doria (PSDB) é herdeiro de senhores de escravos?

Mas, afinal, quem é João Dória Jr.?
João Dória é integrante da família Costa Dória, formada no período colonial e composta por senhores de engenho e de escravos. Um de seus personagens mais importantes, Antonio de Sá Dória (1590-1663), possivelmente o mais rico dos moradores de Salvador em seu tempo, teve, em apenas um de seus engenhos, 40 escravos.

O patrimônio do candidato a prefeito que, segundo levantamento de reportagem do UOL, supera R$ 170 milhões, não foi conseguido com o suor de seu trabalho, mas sim com o suor do trabalho dos 5,5 milhões de negras e negros escravizados no Brasil. Patrimônio que foi repassado e acumulado por gerações até chegar à sua conta bancária, que terá como herdeiro João Doria Neto, seu filho.

Ao contrário da imagem que tenta transmitir em campanha eleitoral, João ‘trabalhador’ não tem nada de trabalhador. Aos 13 anos, começou a trabalhar em uma agência de publicidade por indicação do pai, publicitário e ex-deputado federal, e aos 21 anos tornou-se diretor de comunicação da FAAP e da Rede Bandeirantes de Televisão, quando começou a carreira política como Secretário de Turismo de São Paulo e Presidente da Paulistur, durante o governo Mário Covas, e Presidente da Embratur no governo José Sarney. Duas empresas estatais. Uma trajetória muito diferente da maioria dos paulistanos.

Dória não representa a nova política, mas sim o que há de mais antigo e sujo na política brasileira, a elite proprietária de terras e de escravos do período colonial no Brasil. A sua eleição seria uma afronta às negras, aos negros e aos trabalhadores da cidade e, por isso, é o nosso dever combatê-la.
http://esquerdaonline.com.b...

Anônimo disse...

ROCHA LOURES ERA HABITUÉ EM EVENTOS DE JOÃO DORIA

O deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), gravado recebendo uma mala com R$ 500 mil de um executivo da JBS, é presença frequente nos eventos do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB); na noite em que o escândalo da JBS veio à tona, estava precisamente em Nova York acompanhando um deles; TSE registra doação de R$ 50 mil de Doria para a campanha de Loures à Câmara em 2014
https://www.brasil247.com/p..

Anônimo disse...

DEPOIS DE FHC, SERRA DIZ QUE DORIA É UMA FRAUDE

Primeiro foi o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso quem afirmou que o atual prefeito de São Paulo, João Doria, só sabe mexer no celular e não produziu nenhuma mudança relevante em São Paulo; agora, o ex-governador José Serra foi além e disse que Doria é "um blefe"; mais do que isso, Serra garantiu que deixará o PSDB se Doria vier a ser o candidato do partido à presidência da República; uma espécie de novo Jânio Quadros, Doria desagrada quadros históricos do PSDB e pode ser alvo de impeachment por ter favorecido a Ambev no carnaval de São Paulo
https://www.brasil247.com/p...

Anônimo disse...

Doria foi “varrido” da Avenida

A arquibancada do sambódromo do Anhembi, em São Paulo, não titubeou na noite desta sexta (24) em mandar o prefeito João Doria (PSDB) tomar naquele lugar que não bate Sol.

"Ei, Doria, vai tomar no c...", gritavam uníssonos os foliões nos desfiles da primeira noite das escolas de samba do Grupo Especial.

Doria pegou uma vassoura e começou a varrer a Avenida, mas acabou sendo "varrido" pelo público.

Como se vê, a pirotecnia e a enganação tem prazo de validade.

As vaias tomadas pelo prefeito paulistano servem de exemplo não só para tucanos, mas também para os gestores de outras agremiações.
https://www.brasil247.com/p...

Anônimo disse...

MPE pede cassação da candidatura de João Doria Jr. e do mandato de Geraldo Alckmin

O Ministério Público Ministério Público Eleitoral de São Paulo pediu, nessa segunda-feira (26/9), a cassação do mandato do governador Geraldo Alckmin e da candidatura a prefeito de São Paulo de João Doria Jr. e seu vice, Bruno Covas. Todos eles são do PSDB. Para o órgão, o governador praticou abusou de poder para beneficiar Doria na campanha à prefeitura da capital paulista.

Para o MP, quando um governante coloca a máquina administrativa em favor de um candidato, ele se afasta da neutralidade que deve presidir as ações de um chefe do Executivo. É isso que ocorre quando um político nomeia um indicado de outro partido para um cargo estatal em troca de maior tempo no horário eleitoral gratuito. Com tal ato, o administrador público viola a legislação eleitoral e pratica abuso de poder.
http://www.conjur.com.br/20...

Anônimo disse...

FRAUDE NO CARNAVAL PODE CAUSAR IMPEACHMENT DE DORIA

O direcionamento de uma licitação no Carnaval de modo a favorecer a Ambev pode causar o impeachment do prefeito de São Paulo, João Doria; segundo denúncia feita à Radio CBN, Doria e o secretário de Cultura, André Sturm, orientaram a empresa a aumentar os gastos de interesse público, de modo que a empresa ficasse com uma proposta adequada às exigências do edital; o vereador Toninho Vespoli (PSOL) pediu a abertura de uma CPI e o pedido já tem as assinaturas necessárias
https://www.brasil247.com/p...

Anônimo disse...

IPSOS: REJEIÇÃO A DORIA SOBE DE 39% PARA 52%

Pesquisa do Instituto Ipsos mostra forte alta na rejeição ao prefeito paulistano João Doria; em apenas dois meses, a rejeição cresceu um terço, passando de 39% para 52% entre os meses de abril e junho; pesquisa foi realizada entre 1º e 13 de junho, após a ação desastrosa na Cracolândia
https://www.brasil247.com/p...

Anônimo disse...

DORIA E ALCKMIN ESTÃO EM GUERRA E JÁ NÃO SE FALAM MAIS:

Oito meses após a posse do prefeito, pupilo do cacique tucano e governador Geraldo Alckmin, criador e criatura conversam apenas de forma protocolar, em meio à disputa interna pela vaga de candidato à presidência da República.

247 - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o pupilo que lançou candidato à Prefeitura da capital paulista a contragosto de outros caciques tucanos, como Fernando Henrique Cardoso, já nem se falam mais.

É o que conta reportagem de Ana Clara Gosta na revista Veja deste fim de semana. De acordo com o texto, oito meses após a posse do prefeito, criador e criatura, que tinham uma relação de amizade, hoje conversam apenas de protocolarmente.

O principal motivo é a disputa interna pela vaga de candidato à presidência da República, que Alckmin acreditava já ser dele. E Doria, que prometeu publicamente lealdade total ao padrinho político, não parece praticá-la.

O prefeito tem abandonado a cidade para viajar pelo País, onde faz discursos e recebe títulos, numa agenda de pré-candidato. Enquanto isso, Alckmin, dono de um estilo mais sutil de fazer política, tem recebido conselhos de dentro do partido para se tornar mais agressivo.

PS: Dória é criação tucana e surfa na onda antiesquerdista que o PSDB turbinou.

Anônimo disse...

BOA ESTE DORIA É O CARA

Anônimo disse...

O Geraldo contra-ataca:

FERNANDO BRITO · 12/08/2017 - O Tijolaço

Depois da edição da Istoé da semana passada, um folder publicitário do prefeito João Doria, Geraldo Alckmin aciona artilharia mais pesada neste fim de semana: a Veja.

Embora mais discreta, a revistados Civita abre fogo contra Dória, mirando o seu discurso de que “não é político, é gestor”.

Elenca o resultado praticamente zero de suas mais fantasiadas e promovidas “realizações”.

“(…) a agenda apertada de viagens nacionais e internacionais (em sete meses de administração ele passou 61 dias fora, ou 29% do período) somada ao pouco tempo que passa, de fato, governando, começa a impactar negativamente a sua gestão.

Geraldo Alckmim, notório pela lentidão de seus movimentos políticos, parece ter começado a se mover para deter o escandaloso processo de traição política de seu ex-afilhado.

Talvez seja tarde demais.

PS: A palavra chave da política atual ou talvez de sempre, só que hoje no top: TRAIÇÃO.

Anônimo disse...

Paulistano que vota em Tucano adora um prefeito que não cumpre o mandato até o fim. Acho que até hoje, não teve um.

Anônimo disse...

Muito inteligente. Tem condições de enfrentar os comunistas!

Anônimo disse...

EU amo o doria é humilide e competente deveria ter um deles em cada estado

Anônimo disse...

Que bocó este sujeito!

Anônimo disse...

Boa, Dória! É propaganda? Claro!

Anônimo disse...

Grande sacada, fez um Marketing da Mantiqueira ovos que doou, e deu um tapa de luva de pelicas nos Vermelhos escarlates bolivarianos atrasados que só sabem cuspir, atirar bolinhas de Papel e rolos de fita na cabeca de opositores, cagar na Av Paulista em foto de opositores , queimar pneus poluindo o ar, jogar ovos e outras delicadezas mais.

Anônimo disse...

Dória, tu és o máximo!! Além de fazer da "ovada" uma rebatida à altura para os esquerdistas idiotas e mal amados, conseguiste que uma empresa doasse ovos que foram usados para fazer omelete aos moradores de rua. Isso sim é gol de placa, meus parabéns!!

Anônimo disse...

Tem um anônimo que anda lendo muita Carta Capital e Brasil 247...

Anônimo disse...

Operação Quadro Negro pega ministro Ricardo Barros, diz revista Veja:

12 de agosto de 2017 - Blog do esmael

A revista Veja, em sua coluna Radar Online, informa que a Operação Quadro Negro — a qual investiga desvio de verbas da educação e fraudes na construção de escolas no Paraná — pegou o ministro da Saúde Ricardo Barros (PP).

O jornalista Maurício Lima, titular da coluna, revela que Eduardo Lopes de Souza, dono da Valor Construtora, delatou o pagamento de propina a um parente do ministro, por exigência de Ricardo Barros.
A Operação Quadro Negro investiga autoridades governamentais paranaenses, dentre os quais deputados estaduais e o chefe da Casa Civil Valdir Rossoni (PSDB).
A Operação Quadro Negro investiga o desfalque de R$ 20 milhões dos cofres públicos do governo do Paraná. Nesta semana, o Ministério Público requereu indenização por danos morais na ordem de R$ 41 milhões visando o ressarcimento do erário.

Em maio passado, esta página antecipou que a delação de Lopes teria potencial de implodir o Palácio Iguaçu e o ninho tucano. “Não sobrará pedra sobre pedra no governo de Beto Richa”, confidenciara na época uma fonte governista. Bingo!

O Blog do Esmael registrou em primeira mão, há dois anos, o escândalo e a consequente queda da cúpula da Educação do Paraná na época.

PS: Mais um Ministro do Traira/PMDB "enrolado", esse é do PP da Ana Amélia e do Suplente de Del Est Van Ha..

Anônimo disse...

Então é provável que foi tudo combinado.

Anônimo disse...

Mas o que é isso? Os esquerdistas lançando notícias falsas sobre João Dória!! Esclareço que não vai adiantar, estamos vacinados contra esses abestalhados que atolaram o Brasil e deixaram uma herança maldita de desemprego, corrupção, inflação, roubalheira ... Vão pastar em outra roça!!

Anônimo disse...

Quanto mais vocês "baterem" no Dória, mais ele cresce na disputa!!! Obrigada e continuem com ovos, tomate, enfim, o que puderem comprar!!! ( a pena é que esses alimentos poderiam ir para pessoas que precisam, porém socialistas/comunistas/ fascistas não estão nem aí, né??)

safenado (sc) disse...

Polibio !!!

Diversos comentaristas, assim como eu, já pediram para você não servir de escada para determinados esquerdistas que vem aqui colar matérias de outros sites. Só nesta matéria, tem oito colagens de blogs esquerdistas malhando o pau no Sr. João Dória. Lixa esses caras daqui ou vai acabar perdendo leitores e ficando só com esses coladores de notícias. Afinal, esse blog é seu ou é da mãe Joana ?

Direita disse...

Dória, um socialista, desarmamentista, faz graça com dinheiro do contribuinte . Brasil vive nas condições de hoje devido ao socialismo. Tem gerar crescimento e emprego não distribuir comida para moradores de rua. Chega de assistencialismo. Tem que mudar a mentalidade este pais. Fora esquerda.

Marcelo disse...

Dória não é meu candidato, mas devo admitir o cara tem uma equipe de marketing muito inteligente.
O mundo hoje é inteligência e competência.

Façanha, o advogado do povo disse...

João Dória é o típico DEMAGOGO PAULISTA, medíocre e rasteiro.

Anônimo disse...

👏👏👏👏👏

Parabéns, Dória.

Prova que não queima neurônios com cachaça!!!

Anônimo disse...

Melhor comer ovos bem protegidos dentro da casca, do que comer carne vermelha da JBS e de outros pecuaristas, podres e cheias de anabolizantes cancerígenos.

Não é por acaso que os gaúchos têm alta incidência de câncer!

Anônimo disse...

Esquerdopatia aguda não tem cura! Eh povinho sem noção!

Anônimo disse...

DIREITA E ESQUERDA SÃO APENAS ADJETIVOS, UM BRASILEIRO TEM POR OBRIGAÇÃO SER HONESTO E DAR EXEMPLO SER CRISTÃO LUTAR TODOS OS DIAS DA HORA EM QUE ACORDA ATÉ IR DORMIR PARA MELHORAR O BRASIL , TEMOS QUE COMEÇAR A DAR EXEMPLO DE HONRADEZ PARA QUE SE ESPALHE COMO FOGO 🔥. VEJAM O EXEMPLO DE SÉRGIO MORO PODERIA ESTAR MILIONÁRIO MAIS CONTINUA EM SUA CRUZADA QUASE SOLITÁRIA CONTRA OS GANANCIOSOS E LADRÕES.

Anônimo disse...

Meu prefeito! Trazendo azia e dor de cabeca na petralhada.

Anônimo disse...

RIVAIS TUCANOS DEIXAM DE GOVERNAR E JÁ FAZEM CAMPANHA:

O "experiente" e o "antipolítico" já estão em guerra declarada dentro do PSDB para representar a legenda na disputa pela presidência da República em 2018; o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, faz turnê pelo interior do estado desde 2011, enquanto o prefeito da capital paulista, João Doria, percorre o País em agendas que ele mesmo define, sobretudo com o viés de empreendedorismo, pois ele se acha um modelo de gestor as ser seguido; dos 645 municípios de São Paulo, Alckmin só ainda não foi a 17, o que pretende fazer em mais dois meses; já Doria, vai somente na próxima semana a três capitais: Palmas (TO), Natal (RN) e Fortaleza (CE).

13 DE AGOSTO DE 2017

SP 247 - Publicação do jornal Folha de São Paulo neste domingo mostra como o "experiente" e o "antipolítico" já estão em guerra declarada dentro do PSDB para representar a legenda na disputa pela presidência da República em 2018.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, faz turnê pelo interior do estado desde 2011, enquanto o prefeito da capital paulista, João Doria, percorre o País em agendas que ele mesmo define, sobretudo com o viés de empreendedorismo, pois ele se acha um modelo de gestor as ser seguido. E é exatamente a imagem que ele tenta vender ao eleitor em sua pré-campanha.

Dos 645 municípios de São Paulo, Alckmin só ainda não foi a 17, o que pretende fazer em mais dois meses. Já Doria vai somente na próxima semana a três capitais: Palmas (TO), Natal (RN) e Fortaleza (CE)

O prefeito paulistano usa seu jato particular para se transportar. Alckmin vai de avião de carreira, cuja passagem é custeada pelo Estado paulista – ele tem em todas as viagens uma agenda oficial como governador.

PS: Quem tem mais folego nessa guerra de bugios, digo, tucanos, a criatura ou o criador?

Anônimo disse...

A BRIGA DE FOICE NO ESCURO DOS SEM VOTO, SE SAIR DE SÃO PAULO NINGUÉM CONHECE, E O POVO AINDA RECEBE COM UMA CHUVA DE OVOS. O PREFEITO CAVIAR DA ULTRA DIREITA, VAI AUMENTAR A PRODUÇÃO DE OVOS.

Anônimo disse...

Dória e Santo, disputando para ver quem vai perder para o PT.

Anônimo disse...

DORIA CORTA MERENDA E CULPA OBESIDADE INFANTIL:

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que a falta de merenda nas escolas municipais não significa que ele está cortando, mas "readaptando" a alimentação das crianças; "O programa prevê racionamento apenas no consumo de alimentos que podem fazer mal a saúde se ingeridos em excesso, como doces ou lanches industrializados", escreveu Doria; na semana passada, a professora Marcella Campos, diretora da Apeoesp, fez uma denúncia sobre o racionamento de merenda; o vídeo gerou revolta e provocou uma enxurrada de protestos na página do tucano no Facebook.

13 DE AGOSTO DE 2017

Revista Forum - Na semana passada, a professora Marcella Campos, diretora da Apeoesp, fez uma denúncia sobre o racionamento de merenda para as crianças que a prefeitura vem promovendo nas escolas municipais de São Paulo. A notícia viralizou e, em pouco tempo, inúmeras outras professoras confirmaram a informação de que a prefeitura estaria dando ordens para não deixar os alunos repetirem a refeição já que, desde o início do ano, tem caído consideravelmente a qualidade e quantidade de alimentos entregues nas escolas.

A informação gerou revolta entre internautas, que lotaram a página do prefeito João Doria, no Facebook, com críticas. Ao responder uma dessas críticas, o tucano afirmou que a prefeitura não está cortando alimentos, mas sim "readaptando" a alimentação nas escolas com o intuito de combater a "obesidade infantil" que, para a gestão municipal, seria um problema sério na cidade.

"Recentemente, buscamos realizar uma readaptação na merenda fornecida aos alunos, de maneira a torná-la mais saudável e combater a obesidade infantil, problema grave que atinge muitas crianças em nossa cidade. O programa prevê racionamento apenas no consumo de alimentos que podem fazer mal a saúde se ingeridos em excesso, como doces ou lanches industrializados", escreveu o prefeito.

Não é, no entanto, o que dizem as professoras. "É verdade, na creche que trabalho está faltando tudo. Nas refeições, as crianças pedem repetição e não podemos dar. Até nosso salário pode não sair no próximo mês, pois a prefeitura não está repassando a verba", escreveu uma trabalhadora que, para evitar retaliações, teve seu nome preservado pela reportagem. (...)

Anônimo disse...

Fora Dória esta representando a Elite faXista, chegaaaaaa...

Anônimo disse...

O psdb chegou ao fundo do poço, apagou a luz no fim do túnel. Com o apoio incondicional ao GOLPE do PREFEITO CAVIAR, acabou o razoável passado de um partido responsável pela manutenção da democracia.

Anônimo disse...

Doria tenta impedir que Alckmin seja escolhido candidato a presidente em dezembro:

12/08/2017

Jornal GGN - Numa disputa silenciosa com Geraldo Alckmin, João Doria Junior delagrou um plano para tentar evitar que o governador seja escolhido o presidenciável do PSDB para 2018 ainda em dezembro, durante um evento do PSDB. Para isso, Doria quer emplacar aliados nas direções nacional e estadual da legenda. Os prefeitos Paulo Serra (Santo André) e Orlando Morando (São Bernardo do Campo) teriam a missão de votar contra a escolhda do candidato a presidente ainda neste ano.

A definição da cabeça da chapa majoritária em dezembro foi prometida por Aécio Neves a Alckmin após a cisão no PSDB por conta da votação da denúncia de Michel Temer na Câmara. O grupo do governador enxergou a postura de Aécio como um sinal de aproximação e tentativa de unificar o partido para 2018.

Na semana passada, Doria admitiu que vem sendo sondado pelo DEM e PMDB para ser candidato a presidente, mas nega que pretenda deixar o PSDB com essa finalidade.

Aliados de Alckmin confiam que o prefeito paulistano não irá "traí-lo".

Do Painel da Folha

De dentro para fora Após alardear os acenos feitos pelo DEM e pelo PMDB, João Doria vai trabalhar para ganhar musculatura dentro do próprio partido. O gesto é mais um movimento do prefeito de São Paulo na disputa surda que trava com o governador Geraldo Alckmin pelo posto de presidenciável em 2018. Doria quer emplacar aliados em posições estratégicas na direção do PSDB. Tentará alocar o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, na executiva nacional, e o de Santo André, Paulo Serra, na estadual.

Lá e cá Prefeito tucano com mais exposição, Doria dirá que seu pleito reproduz o anseio de outros chefes de municípios filiados à sigla, dentro e fora de São Paulo, que não se sentem representados na direção do PSDB.

Onde mira Doria sabe que Alckmin e a cúpula do PSDB trabalham para oficializar a proposta de lançamento do candidato do partido à Presidência em dezembro. Ele discorda do calendário e, com aliados na direção da sigla, teria chances de alterar o cronograma.

Anônimo disse...

Se os vermelhos escarlates bolivarianos escarlates atrasados,lambedores de botas dos cubanos falam mal do Doria, é bom sinal, o que é ruim para eles, é bom para o Brasil e vice versa.

Anônimo disse...

Esse reconhecido puto e viado gosta de ovo no rabo ehehehe

Justiniano disse...

O medo dos petralhas é assustador vieram em maça mostrar o desespero de Doria ser candidato, colocaria o lula no seu devido lugar na cela em Curitiba.

Anônimo disse...

Dória meu presidente, para vice-presidente Michel Temer, PMDB. Vamos ver quanto tempo o traira leva para derrubar o PreFAKE.

Anônimo disse...

Doria é mesmo surpreendente, inteligente e competente, tapa de luva na cara dos esquerdopatas sem noção. Muito bacana! Conseguiu com esta ação matar a fome de milhares de pessoas e ainda mostrou como o ovo é um alimento importante. Segundo os nutricionistas é o segundo melhor alimento pó ara saúde, só perde para o leite materno. E dá-lhe Doria! Os esquerdopatas ficam vermelhinhos, à beira de um ataque de nervos em ver tanta competência.

Anônimo disse...

Doria é mesmo surpreendente, inteligente e competente, tapa de luva na cara dos esquerdopatas sem noção. Muito bacana! Conseguiu com esta ação matar a fome de milhares de pessoas e ainda mostrou como o ovo é um alimento importante. Segundo os nutricionistas é o segundo melhor alimento pó ara saúde, só perde para o leite materno. E dá-lhe Doria! Os esquerdopatas ficam vermelhinhos, à beira de um ataque de nervos em ver tanta competência.