Com 35,9 mil vagas abertas em julho, emprego formal sobe pelo 4º mês seguido

O Brasil gerou 35.900 vagas formais de emprego em julho deste ano, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta quarta-feira.

No mês passado, foram registradas 1.167.770 contratações e 1.131.870 demissões de trabalhadores com carteira assinada.

Esse foi o quarto mês consecutivo com criação de vagas com carteira assinada e a primeira vez, desde 2014, em que as contratações superaram as demissões no mês de julho. Foi o melhor mês de julho em quatro anos. No mesmo mês de 2015 e do ano passado, respectivamente, foram fechadas 157.905 e 94.724 vagas de trabalho. Em julho de 2014, por sua vez, foram abertas 11.796 empregos com carteira assinada.


No acumulado de janeiro a julho deste ano, ainda de acordo com o governo, foram geradas 103.258 empregos com carteira assinada. No mesmo período do ano passado, o governo informou que foram demitidos 623.520 trabalhadores.

3 comentários:

Anônimo disse...

Ainda temos mais desempregados do que quando o Temer assumiu. Governo luxo e corrupto.

Anônimo disse...

Para 14 milhões de desempregados, essas vagas são merecas. Mas é melhor do que nada.

Anônimo disse...

Dilma deixou no seu governo 14 milhões de desempregados e milhões de pessoas abandonadas à própria sorte, pois em sua campanha para presidenta, prometia que os tiraria da miséria. Além de não tirá-los da miséria, faliu milhares de empresas, desempregando milhões de trabalhadores dos seus trabalhos, muitos país de família. E pior, sem nenhum direito ou indenização.