BRDE empresta R$ 49,6 milhões para Cooperativa Aurora, RS

Odacir Klein, presidente do BRDE.

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE e a Cooperativa Central Aurora Alimentos, SC, vão assinar um contrato de financiamento para a aquisição de duas unidades de abates, sendo uma de frangos e outra de suínos, localizadas no município de Erechim, pela Aurora.

O investimento da Aurora na compra será de R$ 108.437.500,00, dos quais R$ 49.593.000,00 serão financiados pelo BRDE em parceria com o BNDES, por meio do Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária – PRODECOOP.

A assinatura acontecerá durante a reunião de transferência da presidência do CODESUL para o governador João Raimundo Colombo, no dia 4 de agosto.

CLIQUE AQUI para conhecer mais detalhes.

9 comentários:

Anônimo disse...

colombo foi citado e bem citado em delaçao, fora colombo santa catarina tem nojo de sujeira

Anônimo disse...

Esse Colombo é outro que tem ficha suja, tipo o Temer, o ídolo do Políbio.

Anônimo disse...

kkkk, "cooperativas", sempre elas, kkkkkk

Anônimo disse...

Ou seja: Burocratas estatais dando dinheiro achacado dos contribuintes para cooperativistas.

Anônimo disse...

Por falar em investimento ......nenhum comentário sobre a ampliação da GM?
Tens algo contra?
E ainda poderia ter a ampliação da Ford.....
E da laminadora......
E da fábrica de pneus.......
E etc......

Anônimo disse...


Queen Elizabeth, send your aircraft carriers to the coast of Brazil. Help us to free ourselves from the bandit mr. Silva.

Anônimo disse...

QUAL O CURRICULUM DE ODACIR KLEIN PARA OCUPAR A POSIÇÃO DE PRESIDENTE DE UM BANCO DE FOMENTO COMO O BRDE?
OU É APENAS UMA INDICAÇÃO POLÍTICA?

Anônimo disse...

Nas maos deste incompetente que esta o BRDE?! Alguma duvida do porque o RGS nao sai do atoleiro????

Justiniano disse...

O sistema cooperativo do RS é tão bom que as cooperativas de SC, incluindo a sua central Aurora, e agora a Agroalfa cooperativa de Chapecó estão em Erechim. A cooperativa de Campos Novos está comprando as massas falidas das cooperativas gaúchas do Alto Uruguai.