Venda de imóveis em Porto Alegre aumentou 93,5% em maio

No último mês de maio foram vendidos 327 imóveis novos em Porto Alegre, o que representou aumento de 93,49% em relação a abril, quando foram negociadas 169 unidades. Já na comparação com maio de 2016, o aumento foi de 45,60%, pois naquele mês foram comercializadas 224 unidades. Os dados são da Pesquisa do Mercado  Imobiliário da Capital, elaborada mensalmente pelo Departamento de Economia e Estatística do Sinduscon-RS.
       
Em termos acumulados nos últimos 12 meses (junho/2016 a maio/2017) foram vendidas 3.657 unidades, o que significa um incremento de 3,07% comparativamente aos 12 meses imediatamente anteriores (junho/2015 a maio/2016), quando foram negociadas 3.548 unidades.
       
Os apartamentos de dois dormitórios impulsionaram as vendas no mês de maio/2017 (133 unidades) representando 40,67% do total das vendas, seguidos por apartamentos de três dormitórios com 35,17%.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

10 comentários:

Anônimo disse...

Duvido desse numero. 94% de aumento? Tao de brincadeira, fazendo de conta que nao existe bolha imobiliaria no brasil.... Tudo parada, nao vendem nada, cheio de lugar pra alugar, salas comerciais vazias, galpoes com teia de aranha, shoppings abandonados.

Anônimo disse...

Onde fica esta "ilha" kkklk o que mais Tem e placas de vende-se. Editor pirou de vez kkkkk

Anônimo disse...

Só Lula salva este país

Anônimo disse...

93,5%?....Aí o editor forçou muito a barra.

Anônimo disse...

93%? Então estava parado.

Anônimo disse...

Kkkkk o editor "tropeçou" na vírgula

Anônimo disse...

ops, falha do editor ? sem querer, querendo ?

Anônimo disse...

Resumo da Opera: Em Maio de 2016 vendeu 01 (um) imóvel - em Maio de 2017 vendeu 02 (dois) imóveis, resultado aumento de 100 %.

Anônimo disse...

"foram vendidos 327 imóveis novos em Porto Alegre"
ou seja, NADA!!!
vender o dobro de ridículas 169 unidades é NADA!!!

tem que ser besta pra comprar imóveis agora.

D'Agostin disse...

Artigo patrocinado, editor? Ao menos informe isso no corpo da notícia.