Taline diz no Correio do Povo que PMDB gaúcho é tão sujo quanto o PMDB do Brasil

A colunista Taline Oppitz, jornal Correio do Povo, depois de usar toda a edição de hoje para defender o lulopetismo e atacar Temer, mandou ver contra o PMDB do RS:

- Depois dos votos de Alceu Moreira e Darcísio Perondi na CCJ, o PMDB do RS não é diferente do PMDB do Brasil.

E fustigou:

- Na prática, são (sujos) iguais.

Ela também adotou o discurso lulopetista de que as sucessivas vitórias de Temer no Congresso são verdadeiras derrotas.

12 comentários:

Anônimo disse...

Um dia alguém vai se perguntar como é ser um jornalista esquerdista e estar na folha de pagamento de um bispo evangélico.

Anônimo disse...

SÓ AGORA SE DEU CONTA QUE SÃO IGUAIS? MOÇA BURRINHA

Anônimo disse...

SÓ AGORA SE DEU CONTA QUE SÃO IGUAIS? MOÇA BURRINHA

Anônimo disse...

DÁ PENA DESTA JORNALISTA LULOPETISTA.A COLUNINHA DELA É TÃO FRAQUINHA QUE ELA ESCREVE ALGUMA COISA PARA CHAMAR A ATENÇÃO.SE FOSSE TUDO ISSO COM O PT,ELA ESCREVERIA AO CONTRÁRIO,QUE O PT ESTARIA SE DEFENDENDO DE CALÚNIAS E TAL.SERÁ QUE ELA NÃO SABE QUE A JBS A PEDIDO DA DILMA TENTOU COMPRAR MAIS DE 20 DEPUTADOS,PAGANDO 5 MILHÕES PARA LIVRAR ELA DO IMPEACHMENT?MAS O FREE BOI ACEITOU PAGAR SOMENTE PARA CINCO DEPUTADOS.AÍ A DILMA PERDEU.IMAGINA,A MIXARIA DE 5 MILHÕES.E OS LULOPETISTAS FALANDO DAS MANOBRAS DO TEMER.A TROCA TROCA É LEGAL DO PONTO JURÍDICO.MAS FALAM DO LADO IMORAL.SE É LEGAL,USA-SE AS ARMAS QUE TÊM.O TEMER USAR ESTAS ARMAS,O PT E CIA USA O NOSSO DINHEIRO PARA MUDAR AS REGRAS DO JOGO.O PT É LADRÃO MESMO.

Unknown disse...

Só não consigo entender como estas besteiras merecem postagens de blogs ditos sérios!!!

Anônimo disse...

Certamente ela acha que os petistas daqui são limpinhos. Como deve achar que os de fora são também... Cruzes!

Anônimo disse...

Vais dizer agora também que quem é contra essa corja de corruptos do PMDB que está no governo central é Lulopetista? Vai te catar defensor de corrupto. Corrupto é corrupto, não interessa o partido.

Anônimo disse...

Taline e Juremir são dois colunistas que não sabem de nada que escrevem. Querem e sempre irão querer o Brasil de Dilma e Lula, e o RS de Tarso.

Anônimo disse...

A falta da tabuada é triste: Sim, foi uma vitória expressiva do Planalto, conquistada dentro das regras do jogo. Cuidado! Os que não gostaram do resultado estão fazendo lambança com os fatos e com a aritmética. Comecemos por esta. Aponta-se que os partidos da base promoveram até 20 mudanças na composição da comissão. Antes delas, a perspectiva seria, diz-se, de uma derrota do governo por 30 a 32.

Como é? Fiquemos primeiro nos números. Se esse placar de 40 inclui duas dezenas de substituições, então o governo não tinha 30 votos, mas 20. Se esses 20 que foram sacados votariam a favor do relatório de Sveiter, os que queriam golpear Temer somavam não 32, mas 52. Com a devida vênia, são contas alopradas. Estão misturando alhos com bugalhos.

A CCJ tem 66 membros titulares e 66 suplentes. Estão incluindo aí trocas na suplência, que não tiveram influência nenhuma no resultado. Segundo quem acompanhava isso na ponta do lápis, o governo nunca teve menos de 35 votos. Chegou a 40. Como Sveiter não participou da segunda votação, entrando um suplemente em seu lugar, 41 endossaram o parecer de Abi-Ackel.

Anônimo disse...

O bobinho 11:02 acha que foi só essas trocas noticiadas que houve? Teve muita compra de votos nos bastidores, tolinho!

Anônimo disse...

Que tristeza dos deputados petralhas! É um prejuizo atrás do outro, dia após dia, com o partido-quadrilha fora do governo!

Anônimo disse...

Sem o Brossard o PMDB /RS tornou-se um partido mais perdido que cusco em tiroteio...