Sartori não pensa em PDV

O governo estadual gaúcho não pensa replicar decisão de hoje do governo federal no caso do PDV (Programa de Demissões Voluntárias).

10 comentários:

Anônimo disse...

Como todo político, esse somente pensa em continuar enricando na política, praticar nepotismo (nesse caso com sua obesa esposa), mamar nas tetas do erário, favorecer os seus, fazer conchavos e aumentar impostos! Estou escrevendo alguma mentira?

Anônimo disse...

Devia pensar numa demissão em massa e que procurem seus direitos.

Anônimo disse...


Deveria ocorrer em todos Estados e Municípios com incentivo do governo Federal. O Governo Federal é o único que consegue criar deficit e repassar a conta direto para o contribuinte. Não precisa "passar o pires" para nenhum Poder acima dele. Isto se chama antifederalismo.

Anônimo disse...

Que comece por si próprio e seu secretariado, pedindo demissão. Como isso certamente não vai acontecer, que reduza seus proventos, dos CCs e do secretariado para 1 salário mínimo regional. Vamos ver se eles têm o espírito cívico e social que tanto apregoam em ter...

Anônimo disse...

1ª Câmara do TCE-RS encaminha ao Pleno decisão sobre extinção das fundações estaduais
Data de Publicação: 26/07/2017 17:44
Foto NoticiaEm sessão da última terça-feira (25), a 1ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) decidiu declinar ao Pleno a análise da representação do Ministério Público de Contas (MPC) que contesta a legalidade da extinção de seis fundações estaduais.
Acompanhando o voto do relator do processo, conselheiro Cezar Miola, a 1ª Câmara decidiu que, pela relevância e complexidade do tema, há a necessidade de avaliação pelo Tribunal Pleno, órgão máximo do TCE-RS.
A representação do MPC diz respeito às Fundações: Zoobotânica do Rio Grande do Sul, de Ciência e Tecnologia (CIENTEC), de Economia e Estatística Siegfried Emanuel Heuser (FEE), à Fundação Piratini, à Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH) e à Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (METROPLAN).

Anônimo disse...

Aqui necessita urgente um PDV.Tem muito velharedo nestes órgãos públicos que querem ir embora mas querem um incentivo,tipo 40% do FGTS.São milhares de servidores esperando um PDV.Muitos estão nas fundações que serão extintas.Então,como eles não podem ser demitidos,eles irão para outros órgãos.O que irão fazer em outros órgãos?Nada.Estão velhos,cansados,desgostosos...basta fazer uma checagem,uma reportagem e verão que é verdade.PDV urgente no RS.

Anônimo disse...

Atenção ao ofender o funcionalismo público.
A culpa da falta de dinheiro não é deles.
A maioria são trabalhadores honestos e competentes que contibuiram em muito para o órgão que trabalham.
Quanto ao nepotismo politico e afetivo, e a roubalheira, esta sim deveria ser erradicada e não é a velharia que a pratica.

Anônimo disse...

Pode ter PDV, mas os cupinchas deles permanecem. Comecemos pelos CCs que se multiplicam nos órgãos estatais e que não produzem nada em sua maioria. O que o pessoal não entende é que há muita falta de pessoal no serviço público. Há órgãos com excesso de gente, mas são exceção. E os serviços públicos irão piorar cada vez mais. Mais servidores aposentando-se, poucos concursos, concursos cada vez mais difíceis, descontos cada vez maiores nos contracheques, falta de reposição salarial. Se pegarmos o Estado do RS veremos o tamanho do problema: falta de servidores, 14% de desconto previdenciário(ao contrário dos 11% da iniciativa privada), 14% sobre o que exceder o teto do INSS(ou seja, o servidor continua pagando mesmo aposentado), salários parcelados todo o mês,13º parcelado em 12 vezes sem atualização. Boa parte dos servidores do executivo está há anos sem reposição, exceto brigadianos e professores. Façam o PDV e mais gente qualificada vai sair. O que o pessoal não entende é que pra ser servidor público, com exceção de concursos mais fáceis de municípios, é necessário anos de estudo, normalmente ser o melhor aluno de sua escola, ter conhecimento maior do que a maioria da iniciativa privada, em cargos semelhantes.

JORGE LOEFFLER .'. disse...

E preserva o inútil DAER para manter BEM GORDOS seus cabos eleitorais para a eleição do ano vindouro. Esse filósofo e péssimo humorista é um desastre, mas vocês não conseguem aceitar.

Ultra 8 disse...

Ele esta pensando como afanar o estado sem o zé povo notar...