Procuradores aprovam aumento 450% maior do que o índice da inflação

O Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF) aprovou nesta terça-feira um reajuste de 16,7% nos salários dos procuradores da República, portanto muito superior à inflação do período.
O aumento é 5,5 vezes maior que a inflação registrada no Brasil entre junho do ano passado e junho deste ano, que foi de 3%.

O impacto nas despesas de pessoal do MPF será de R$ 116 milhões.

Apenas três dos 11 conselheiros foram contra.

O atual procurador-geral da República, Rodrigo Janot, votou a favor do aumento.

No total, foi aprovado um orçamento de R$ 3,8 bilhões para todo o Ministério Público Federal.

A proposta será encaminhada ao Ministério do Planejamento e em seguida ao Congresso Nacional, que precisa aprová-la