Operação Lava Jato: sócios de empresas de fachada são mantidos presos

A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou hoje (13/7), por unanimidade, habeas corpus em favor dos empresários Marinalvo Rozario Escalfoni e Paulo Roberto Gomes Fernandes, representantes da empresas Liderrol e Akyzo, presos preventivamente na 40ª fase da Operação Lava Jato, ocorrida em maio deste ano. Escalfoni e Fernandes, segundo as investigações da Polícia Federal, teriam criado as empresas com a finalidade exclusiva de lavar ativos por meio de contratações simuladas de serviços terceirizados com as grandes empreiteiras do esquema criminoso envolvendo a Petrobras. O dinheiro recebido como pretenso pagamento seria repassado a agentes da Petrobras que então distribuiriam a agentes políticos e partidos.

O desembargador chamou a atenção em seu voto para o fato de que os réus seguiram atuando mesmo após dois anos do início das investigações.


Segundo Gebran, as diversas fases da Operação Lava Jato revelaram um quadro perturbador de corrupção sistêmica e estão presentes os pressupostos justificadores das prisões preventiva.

7 comentários:

Anônimo disse...

Sérgio Moro é nosso herói!

Conseguiu terminar um dos muitos processos do assassino genocida!!

Ao contrário do Ministro Teori Zavascki, que não conseguiu nem assinar as homologações prontas, pois foi morto antes disso.

Teori foi punido por Luladrão, porque agia de maneira correta e contra seus interesses, também para servir de exemplo aos demais juízes, caso contrariem seu padrinho político criminoso!!

O TRF4 precisa levar um ano inteiro, pra avaliar recurso do Luladrão?

As investigações já foram feitas pelo MPF de Curitiba, provas já foram anexadas ao processo.

O TRF4 irá duvidar do trabalho da operação Lava Jato, em favor dos políticos que roubaram todos os brasileiros, e arrasaram com o Brasil?

Desembargadores do TRF4, NÃO SE VENDAM PRO LULADRÃO!

O povo brasileiro está aterrorizado com tanta impunidade, principalmente nos julgamentos e manobras do STF e do TSE.

Mandem Zé Dirceu de volta pra cadeia, pois o traidor político contra a Democracia Brasileira prometeu botar fogo no Brasil.
Já botou fogo nos Ministérios, patrimônios públicos.

Anônimo disse...

Sérgio Moro é nosso herói!

Conseguiu terminar um dos muitos processos do assassino genocida!!

Ao contrário do Ministro Teori Zavascki, que não conseguiu nem assinar as homologações prontas, pois foi morto antes disso.

Teori foi punido por Luladrão, porque agia de maneira correta e contra seus interesses, também para servir de exemplo aos demais ministros do STF, caso contrariem seu padrinho político criminoso!!

O TRF4 precisa levar um ano inteiro, pra avaliar recurso do Luladrão?

As investigações já foram feitas pelo MPF de Curitiba, provas já foram anexadas ao processo.

O TRF4 irá duvidar do trabalho da operação Lava Jato, em favor dos políticos que roubaram todos os brasileiros, e arrasaram com o Brasil?

Desembargadores do TRF4, NÃO SE VENDAM PRO LULADRÃO!

O povo brasileiro está aterrorizado pelas ameaças do PT e por tanta impunidade de bandidos, principalmente nos julgamentos e manobras do STF e do TSE.

Mandem Zé Dirceu de volta pra cadeia, pois o traidor político contra a Democracia Brasileira prometeu botar fogo no Brasil.

Já botou fogo nos Ministérios, patrimônios públicos.

Anônimo disse...

que coincidência!!! o lancamento do filme mequetrefe financiado pelos EUA coincide com a sentença do juiz eco de Curitiba kkkk

Anônimo disse...

http://www.jornalnh.com.br/_conteudo/2017/07/blogs/cotidiano/blog_do_avila/2140945-blitz-multa-retroescavadeira-da-prefeitura-e-agente-procura-a-policia.html

Anônimo disse...

o brasil apoia o juiz moro e quer o chefe da orcrim o nine - na jaula em breve

Anônimo disse...

Disse tudo 👏👏

Anônimo disse...

Temer nomeia advogado para crimes que todos os políticos pegam quatro por cento, imagina essa figura que cobra vinte por cento igual a turma do PP psdb agora os prefeitos com cinco trilhões e os moralhas e pétalas cada vez mais ricos e mais dízimo ETA pastorado tudo de Rand houver.