Mudanças no Refis são escandalosas e ameaçam a meta fiscal

CLIQUE AQUI para ler, também, "Outro Refis escandaloso", editorial do Estadão.

As mudanças feitas pelo deputado Newton Cardoso Jr. (PMDB-MG) no texto do novo Refis proposto pelo governo colocaram em risco o cumprimento da meta fiscal deste ano e podem impor um perdão de 73% da dívida a ser negociada no programa de parcelamento.

A reportagem está no site de Exame, mas os autores da matéria são Adriana Fernandez e Isdiana Tomazelli, do Estadão. Leia tudo:

O levantamento do impacto feito pela área técnica do Ministério da Fazenda, obtido pelo ‘Estadão/Broadcast’, mostra que a arrecadação prevista para 2017 pode derreter, passando de R$ 13,3 bilhões para apenas R$ 420 milhões.

Os técnicos começaram a trabalhar nos cálculos na quinta-feira à noite, após a divulgação do relatório final na página de acompanhamento da Medida Provisória (MP) 783, que instituiu o Refis. O sentimento é de indignação com a nova tentativa do relator de emplacar descontos praticamente integrais nos encargos da dívida.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

3 comentários:

Anônimo disse...

Globo será vendida mas depende deste Refis. Ao que se sabe nos bastidores a pressão da Globo/Janot sobre Temer se deve a este Refis.

Anônimo disse...

Não bastasse o Newton Cardoso Pai, prá trabalhar contra o Brasil, ele deixou sua descendência, o Júnior, prá continuar o 'serviço'.

Anônimo disse...

Esse Refis apresentado pelo filho de um grande corruPTo, newton cardoso arruinou Minas Gerais na década de 80/90, só interessa a empresários ganaciosos e que estão se lixando para o Brasil.