Movimento ludista promete parar Porto Alegre se Câmara cortar cobradores em ônibus

Os rodoviários prometem parar Porto Alegre se a Câmara de Vereadores aprovar projeto da prefeitura que acaba com cobradores de ônibus.

O movimento ludista recrudesceu na Capital.

CLIQUE AQUI para saber o que é o ludismo.

13 comentários:

Anônimo disse...

Para acabar com um movimento desse naipe, basta implantar imediatamente a bilhetagem eletrônica e demiti-los todos, de uma vez só.

Anônimo disse...

Estive em Zurich e cidades vizinhas onde o transporte coletivo em onibus não havia cobradores..quando o passageiro pagava em dinheiro...meu caso..o motorista executava a cobrança sem problemas..Estas desculpas dadas para ter cobrador são balelas. A passagem pode tranquilamente ser vendida em outro local inclusive.

Mordaz disse...

Num desemprego descomunal o prefeito ainda quer aumentar o mesmo. A única arma que sobra para as vítimas do capitalismo é a greve.

Anônimo disse...

1ª Câmara do TCE-RS encaminha ao Pleno decisão sobre extinção das fundações estaduais
Data de Publicação: 26/07/2017 17:44
Foto NoticiaEm sessão da última terça-feira (25), a 1ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) decidiu declinar ao Pleno a análise da representação do Ministério Público de Contas (MPC) que contesta a legalidade da extinção de seis fundações estaduais.
Acompanhando o voto do relator do processo, conselheiro Cezar Miola, a 1ª Câmara decidiu que, pela relevância e complexidade do tema, há a necessidade de avaliação pelo Tribunal Pleno, órgão máximo do TCE-RS.
A representação do MPC diz respeito às Fundações: Zoobotânica do Rio Grande do Sul, de Ciência e Tecnologia (CIENTEC), de Economia e Estatística Siegfried Emanuel Heuser (FEE), à Fundação Piratini, à Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH) e à Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (METROPLAN).

Anônimo disse...

É o exemplo prático da "destruição criadora" de Joseph Schumpeter. Não há razão para frearmos os benefícios dos avanços tecnológicos por conta de interesses corporativistas (irracionais, do ponto de vista econômico e social, diga-se). Nada contra as pessoas que são cobradores, mas é fato que ao longo da história diversos tipos de empregos foram extintos e muitos ainda virão a ser. O melhor que se pode fazer é aceitar sua dispensabilidade e focar na recapacitação dessas pessoas, para acelerar sua recolocação no mercado de trabalho.

Anônimo disse...

Mordaz pela sua otica vamos contratar ascensoristas para todos elevadores, assim diminui o desemprego. Vamos tambem colocar aeromocos em onibus, e empacotadores em toda fila de supermercado. Quem sabe gente para recolher coco dos cachorros na rua, e outros pra limpar o fiofo dos animaizinhos.

Sinceramente, esses esquerdistas nao podem ser mais burros, chegaram no nivel zero.

Anônimo disse...

" A única arma que sobra para as vítimas do capitalismo é a greve. "

Já as únicas "armas" que sobram para as vítimas do comunismo são o silêncio e a morte.

Anônimo disse...

Ué? O Ludismo não é crime nos outros países? No Brasil não é novidade que não seja!

Anônimo disse...

Em Turim na Itália é o mesmo esquema. Porém se numa fiscalização tu é pego sem o comprovante de pagamento, tu receberas uma multa pesada. É uma nova cultura.

Safenado (sc) disse...

Em Jaraguá do Sul (SC) os onibus circulam sem cobradores. Bilhetagem eletrônica quase 100%. O restante o motorista faz o recebimento e o troco. Sem traumas e vida que segue.

Anônimo disse...

O prefeito Marchezan e a Câmera tem que apressar o processo de privatização da Carris. Não quero pagar mais IPTU no ano que vem para sustentar vagabundo sindicalista.

Anônimo disse...

Ja passou da hora do brasil abolir tira em fora estes cobradores em curitiba ja funciona ha anos...é bom tambem pois assim os assaltantes nao vao mais entrar p assaltar o cobrador dentro do onibus os cobradores q sejam recolocados em outras funções

Anônimo disse...

Caro anônimo das 15:40, em Porto Alegre entram nos ônibus para passar a sacolinha e recolher celulares e dinheiro dos passageiros. Se tirarem os cobradores não vai fazer diferença, os malacos continuarão a fazer arrastão em cima dos passageiros.