Marcos Valério pagava mesada de R$ 50 mil por mês para Zé Dirceu

Conta o blog O Antagonista deste sábado:

Em sua delação, Marcos Valério conta que, no governo Lula, pagava R$ 50 mil por mês ao ex-ministro José Dirceu (PT) como acerto por uma conta de publicidade dos Correios, segundo a Folha.


"A troca de favores teria se repetido em órgãos como a Câmara dos Deputados, o ministério dos Esportes e a Assembleia de Minas, entre outros."

14 comentários:

Anônimo disse...

é o Dirça, sempre ele...

Dirça e jararaca estao sempre no protagonismo de todos os atos mais escabrosos dos ultimos tempos...

é im-pres-sio-nan-te!

Anônimo disse...

A blindagem dos MPs a José Serra:

22/07/2017 - Luis Nassif

Quando vazaram os dados da agenda de Marcelo Odebrecht no seu celular, os policiais da Lava Jato trataram de colocar uma tarja sobre o nome de José Serra. Quando os arquivos se tornaram públicos, pelo vazamento, não foi difícil eliminar a tarja. O encontro se daria n escritório de Verônica Serra, filha de Serra.

Há mais de vinte anos se conhecem os modus operandos de Serra:

1. Através de contas no exterior, operadoras por Ronaldo César Coelho e Márcio Forte.
2. Através dos fundos de investimento de sua filha.

Se se avançar até seu início de carreira no serviço público se encontrará sinais exteriores de riqueza no imóvel que adquiriu, logo que se tornou Secretário do Planejamento de Franco Montoro e, como tal, o homem que controlava a fila dos precatórios e as aprovações para importações de equipamentos médicos.

Nos anos 90, envolveu-se diretamente com escândalos no Banespa, através de seu sócio Vladimir Rioli; depois, no Banco do Brasil, através de seu cunhado José Marin Preciado e do operador Ricardo Sérgio.

No episódio do buraco do Metrô, consta que Serra recebeu R$ 15 milhões das três empreiteiras, para permitir que cada qual indicasse o engenheiro responsável, em vez da responsabilidade recair sobre o presidente de cada empreiteira. Fontes com acesso aos dados da Operação Castelo de Areia contam que, entre os documentos, estavam as comprovações do acerto.

No final de sua gestão, no governo do Estado, entregou à Serasa-Experian todo o banco de dados do Cadin (Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais), uma mina de ouro.

Pouco depois, Verônica Serra adquiriu um provedor de e-mail marketing, que deveria valer no máximo R$ 40 milhões e revendeu para a Experian por R$ 104 milhões. Apesar de listada na Bolsa da Inglaterra, a Experian tratou os valores como sigilosos.

É possível que a inexplicável compra de um site bancário, a Patagon, pelo Santander – pela inacreditável quantia de R$ 700 milhões – tenha sido um modo de lavagem de dinheiro, visando influenciar autoridades para permitir que, mesmo depois de privatizado, o Banespa permanecesse com as contas dos funcionários do estado. A assessora do grupo argentino Patagon era justamente Verônica Serra.

Além desses episódios, o livro “A privataria tucana” está repleto de levantamentos sobre outras operações de Serra. Os fundos administrados por Verônica são de capital próprio. Provavelmente ele deve dispor de um capital superior a US$ 200 milhões, com participação expressiva no Mercado Livre.

É o maior sistema de lavagem de dinheiro da atualidade.

No entanto, o mais suspeito dos políticos brasileiros é blindado pelo Ministério Público Federal e pelo Estadual. Quando a blindagem se torna muito explícita, há alguns movimentos lentos, que não tem sequência.

No caso do escândalo Alstom, por exemplo, foi nítido o trabalho de abafa do procurador Rodrigo de Grandis. Ele atrasou por anos a entrega de documentos solicitados pelo MP suíço. Sua alegação foi que trocou de pasta os papéis e, por isso, não se lembrou mais do caso. A alegação foi aceita pelo CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) apesar das informações do Ministério da Justiça de que solicitara várias vezes a ele o encaminhamento dos documentos requeridos.

Agora, a montagem da ala paulista da Lava Jato não parece mudar muito o quadro.
Em Brasilia, não se tenha dúvida de que os processos contra Serra cairão com um Ministro amigo. A manipulação dos algoritmos do Supremo garantirá.

Vai se chegar ao final de uma onda supostamente moralista deixando intocável o mais rico e suspeito político brasileiro.

PS: Resumo da Opera: Os MPs vão continuar investigando o PT, Lula, Dilma, Dirceu, Genuino, Palocci, Mantega e vão continuar sentados em cima das investigações contra Grãos Tucanos.

Anônimo disse...

Esses comunistas lucravam muito com seu esquerdismo. Dava muito dinheiro trair seu país. O gigolô da martaxa ganhava 20 mil por mês só pra colocar renda bilro na galhada do suplício.

Anônimo disse...

Em "transações fora do padrão", Temer comprou R$ 18 milhões em imóveis de Yunes:

22/07/2017

Jornal GGN - Cheia de dedos, Veja publicou na edição impressa deste final de semana que Michel Temer comprou "alguns dos bens mais valiosos" da família presidencial de José Yunes, investigado na Lava Jato por supostamente ter operado propina ao peemedebista. A publicação ressaltou que as negociações não aparentam ter sido ilegais, mas nem sempre ocorreram dentro do "padrão convencional". O GGN foi o primeiro a denunciar o caso, em fevereiro passado.

"Os imóveis – uma casa, duas salas comerciais e um andar inteiro de um prédio em São Paulo – foram vendidos à família de Temer por Yunes e por empresas ligadas ao advogado, em transações que nem sempre seguiram o padrão convencional – embora, repita-se, não haja nelas ilegalidades constatadas", publicou.

"A sociedade não tem nada de ilegal, até onde se sabe, mas a curiosidade inicial é que Temer e Yunes estão, ambos, sob investigação por corrupção. Um levantamento feito por VEJA mostra que alguns dos bens mais valiosos que a família presidencial possui atualmente tiveram Yunes como proprietário anterior", acrescentou.

No total, as transações teriam movimentado R$ 18 milhões.

Em fevereiro, o GGN abordou a compra de imóveis de Yunes por Michel Temer, revelada com base em documentos divulgados pelo Anonymous.

"Os caminhos de Michel Temer, da família Pinheiro, do Banco Pine e da incorporadora Yuny se cruzam em vários imóveis de Michel Temer e de sua holding Tabapuã", diz artigo de Luis Nassif que integra a série Xadrez.

Temer tem duas unidades no edifício Lugano, na rua Pedroso Alvarenga 900, uma construção luxuosa com conjuntos comerciais de 102 a 202 m². A incorporadora é a Yuny, dos Yunes.

No edifício na rua Iguatemi (https://goo.gl/4XecSC), Temer tem 2 salas com escritórios que vão de 350 a 700 m². Na região, escritórios de 350 m² custam de R$ 3,5 a R$ 7 milhões. Trata-se de uma obra faustosa também da Yuny.

Em 23 de maio de 2011, transferiu para a Tabaupã, empresa que tem em sociedade com a filha Luciana.

Quem aluga o escritório é Andréa Pinheiros, da BR Partners, e uma das herdeiras do banco Pine, filha de Jaime Pinheiro, o patriarca.

PS: Resumo da Opera: 18 milhões é o dobro do que o juiz mooro encontrou na operação raspa taxo de lula, incluido contas de poupança e Plano de Previdcia Privados, registrados na Declaração do IR de Lula.
No caso de Yunes e Temer se trata "apenas relativo a bens imóveis", assim sendo, seria Yunes laranja de Temer?

Anônimo disse...

Tem que confiscar toda grana desses esquerdalhas e fazer um fundo para ressarcir todo prejuízo causado aos brasileiros. Principalmente a PM que foi escandalosamente perseguida pelos professores de história, as bichas, formadas na usp e gulosamente servindo no colo dos alunos que eram marcados para serem programados.

Anônimo disse...

Marcos Valério promete detalhar e mostrar documentos sobre corrupção envolvendo Aécio Neves:

21/07/2017 - Blog dos Amigos do Presidente Lula

Preso há quase cinco anos, o publicitário Marcos Valério tem o maior interesse de que sua delação premiada avance nas negociações com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal. A possível colaboração de Valério preocupa o senador Aécio Neves (PSDB), sobretudo por abranger o período em que o tucano governo o estado de Minas Gerais, e alguns de seus aliados.

Interlocutores afirmam que a delação do publicitário atinge políticos de diferentes partidos, mas que ela tem um foco especial sobre Aécio e o senador Clésio Andrade (PMDB-MG). Em tentativas passadas para firmar delação, Valério reiterou a delação do ex-senador Delcídio Amaral, na qual Aécio é acusado de pedir mais prazo, na CPI dos Correios, para que fossem entregues as informações do Banco Rural para maquiar documentos.

Aécio Neves teria dito, na sede do governo de Minas Gerais, que o tempo extra foi uma estratégia para “maquiar” os dados do Banco Rural que “atingiriam em cheio as pessoas de Aécio Neves e Clésio Andrade, governador e vice-governador de Minas Gerais (na época)”.

Segundo o juiz Wagner Cavalieri, titular da Vara de Execuções Criminais da Comarca de Contagem, que participou do processo de transferência de prisão de Valério, o publicitário é “possuidor de inúmeras informações de interesse da Justiça e da sociedade brasileira sobre fatos ilícitos diversos que envolvem a República”. Como cita políticos com foro privilegiado, o acordo aguarda homologação do STF.

No foco de Marcos Valério estaria o mensalão tucano mineiro, quando recursos de estatais teriam sido supostamente desviados para a campanha à reeleição do ex-governador Eduardo Azeredo (PSDB). A proposta de delação havia sido rejeitada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG).

O mensalão mineiro envolve denúncias de peculato e lavagem de dinheiro durante a campanha à reeleição do governador Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998. Um dos fundadores do PSDB e ex-presidente da legenda, Azeredo já foi condenado em primeira instância à pena de 20 anos e 10 meses de prisão. Ele entrou com recurso no TJMG e aguarda o julgamento em liberdade.

PS: Se o processo cair no colo do GM ou do Alexandre de Moraes, adeus tia chica.

Anônimo disse...

Cadeia para o Dirceu DE NOVO! Petralha é muito pior que prostituta ou viciado em jogo, por dinheiro FAZ QUALQUER COISA,ROUBA O QUE APARECER PELA FRENTE, é igual a cachorro que come ovelha, comeu uma vez, nunca mais para, só a morte resolve, e para os petralhas se ajeitarem SÓ COM PRISÃO PERPÉTUA!

Anônimo disse...

Todo petralha é ladrão, por definição. Mesmo quando não parece.

Anônimo disse...

Uma mesadinha de R$ 50 MIL para o Comissário DIRCEU , que só bebia vinhos Romanee Conti , de R$ 2 MIL a garrafa e fumava autênticos charutos Havana , de CUBA , sua primeira Pátria .!!!

Anônimo disse...

O "carequinha" quis defender o chefe da ORCRIM e tomou 37 anos de prisão bem lá onde o sol não bate! Deve estar cansado de ser a mulherzinha na prisão e resolveu abrir o bico e falar a verdade! KKKKKKKKKK.

Anônimo disse...


Conterrâneos brasileiros e roubados:

Não sintonizem mais a Rede Globo, e sua GloboNews só de jornalistas caras-de-pau e mentirosos, seus vários jornais e revistas, comprados com NOSSO DINHEIRO DESVIADO, via Banco Central/BNDES, pelo Luladrão e Dilmaléfica!!!

A Rede Globo vive na Corte às custas de nosso trabalho,
e ainda VAMOS DAR IBOPE PARA ESSES PARASITAS????

À procura de notícias verdadeiras e apolíticas, descobrimos aqui em casa
a BandNews!! Os noticiários não têm opiniões dos apresentadores, só notícia pura, sem favorecer nem atacar partidos políticos. E tem muito mais conteúdo no lugar de opiniões parciais, com notícias novas até de madrugada!!

Nós, consumidores de notícias, que sustentamos toda a vida a Globo CONSPIRADORA, DEVEDORA E PARASITA DO BRASIL, ainda vamos lhe dar de presente mais IBOPE????????

Anônimo disse...


Conterrâneos brasileiros e roubados:

Não sintonizem mais a Rede Globo, e sua GloboNews só de jornalistas caras-de-pau e mentirosos, seus vários jornais e revistas, comprados com NOSSO DINHEIRO DESVIADO, via Banco Central/BNDES, pelo Luladrão e Dilmaléfica!!!

A Rede Globo vive na Corte às custas de nosso trabalho,
e ainda VAMOS DAR IBOPE PARA ESSES PARASITAS????

À procura de notícias verdadeiras e apolíticas, descobrimos aqui em casa
a BandNews!! Os noticiários não têm opiniões dos apresentadores, só notícia pura, sem favorecer nem atacar partidos políticos. E tem muito mais conteúdo no lugar de opiniões parciais, com notícias novas até de madrugada!!

Nós, consumidores de notícias, que sustentamos toda a vida a Globo CONSPIRADORA, DEVEDORA E PARASITA DO BRASIL, ainda vamos lhe dar de presente mais IBOPE????????

ATENTO disse...

ESTRANHO QUE LULA NÃO FALA MAIS DE FHC

FHC NÃO ATACA LULA,PARA ELE PARECE SANTO

PERMANECEM MUITO QUIETOS, ENTÃO TEM QUE CONFERIR DENUNCIAS

TEMOS QUE COBRAR,NÃO IMPORTA QUEM SEJAM!

SE ASSIM NÃO PROCEDERMOS ESTA SUJEITO QUE TROQUEMOS SEIS POR MEIA DUZIA

QUE VAI MUDAR PARA FICAR IGUAL.

QUEM TEM BOCA QUE FALE,PROVE, QUE SE INVESTIGUE.

SE NÃO FOR AGORA SERÁ QUANDO?

"DUELA A QUEM DUELA" COMO DIZIA O "CULTO" REI DOS MARAJÁS, FERNANDO

IDOLO FABRICADO PELA GLOBO E DESTRUIDO POR SER "CULTO" E COMEÇAR A PENSAR POR CONTA PROPRIA,CONTRARIAR OS PATRÕES.

NORIEGA,SADAM,BIN LADEM E TANTOS OUTROS FABRICADOS, DE REPENTE SE ACHAM OS TAIS E "BANG" OU ENTÃO CAI UM AVIÃO, OU UM "ACIDENTE" COMO CELSO DANIEL,OU UMA "DIVERTICULITE"...

É HORA DE EAMINAR, OU TUDO FICA COMO ESTÁ, PIOR PORQUE SÓ A CONTA DA DESGRACEIRA PETISTA,BILHÕES, RESOLVERIA SAÚDE, SEGURANÇA, EDUCAÇÃO...

QUE TAL METER A BOCA NO MUNDO ENQUANTO É HORA?

AVANTE!

Anônimo disse...

É 10% do que o homem da mala recebeu para dar ao Temer.
Enquanto Dirceu está preso, Temer aumenta o preço dos combustíveis para ter dinheiro para pagar os deputados para livrá-lo da cadeia.