Marchezan dança despacito e provoca Manuela D'Ávila no Facebook: “Teu amigo Nicolás Maduro não chega nem aos pés de mim !"

tO prefeito de Porto Alegre, Marchezan Jr, postou no Facebook, hpoje, sábado, um vídeo dançando o “despacito”, musica latina que é sucesso do momento nas rádios. Em reação a vários posts negativos, como da deputada comunista Manuela D´Avila, que criticavam Marchezan (95% dos posts do mesmo vídeo foram positivos e de apoio ao prefeito), ele resolveu debochar da líder do PCdoB.

Agora, Marchezan postou no Facebook o vídeo de lançamento de uma campanha do tiranete Nicolas Maduro na Venezuela, onde ele e seus seguidores tentam dançar"Despacito", sem a mínima  graça e com desenvoltura zero.

Veja abaixo os dois vídeo e compare se o prefeito tem razão de tirar sarro dos comunistas e seus tiranetes latinos.  O novo vídeo de Marchezan foi gravado hoje de manhã na Vila Bom Jesus, durante o projeto Prefeitura nos Bairros, que reuniu milhares de moradores da Bonja.

CLIQUE AQUI para ver.
CLIQUE AQUI para ver mais.

27 comentários:

Anônimo disse...

PARABÉNS AO MARCHEZAN PELA CORAGEM DE MOSTRAR O LUGAR DESTAS COMUNISTAS ALCAIDES.PC DO B,PT, PSOL,TUDO ALINHADO AO MADURO,O HOMEM QUE MATOU UM PAÍS INTEIRO PELA MISÉRIA E PELA FOME.SENTADO EM CIMA DO PETRÓLEO,ACABOU COM A VENEZUELA.ASSIM É O COMANDO DOS PETISTAS,PSOLISTAS,COMUNISTAS.NÃO SABEM ADMINISTRAR NADA COM NADA.QUEBRAR E TORRAR O DINHEIRO PÚBLICO É COM ELES.ME ADMIRO QUE AINDA VOTA EM MANUELA,TEM QUE SER RETARDADO MESMO.NÃO PODE SER UMA PESSOA EM SÃ CONSCIÊNCIA.ODEIO TODOS ESTES COMUNISTAS ESQUERDISTAS DO INFERNO.

Anônimo disse...

Também este Marchezan é um baita prevalecido!!! Ele sabe muito bem em que músicas a Manuela dá aulas de dança e faz um enorme sucesso. Ela é tampinha como professora de DE MENTIRITA, DERÉZITA, PRATRAZITO, ATRAZITO, MENTIRITA, INVEJITA e DESGRACITA!

Façanha, o advogado do povo disse...

BABACA QUE NEM O JOÃ0 DÓRIA. LUGAR DE TUCANO É NA CAIXA DE LÁPIS DE COR.

Anônimo disse...

Esse Marquezan é um ridículo, virou animador? Que vá governar com seriedade e capacidade.Porto Alegre virou Porto Triste, já sinto saudades do antecessor.

Anônimo disse...

Dá-lhe Marchezan, convida o Paulo Germano da RBS para dançar o Despacito, ele pode levar até acompanhante, de qualquer genero.

Anônimo disse...

Não é postura de prefeito.

Anônimo disse...

O editor foi seduzido pelo rebolado de marchezan, meio suspeito isso.

Anônimo disse...

Eu teria muita vergonha de alguém falar que o Maduro é meu amigo. A Manuela não tem! Quem disse que comunista tem vergonha na cara?
Temos que aproveitar as eleições de 2018 e fazer uma faxina de comunistas. Faxina quer dizer jogar lixo no lixo!

Anônimo disse...

umas porradas nesse viadinho do mbl vai bem ehehehehe vai sair pena da boneca? porque ele se separou hein?

Anônimo disse...

Kkkkkk

Anônimo disse...

DESPACITO O MEU CANDIDATO ESTÁ INDO PARA A LATA DO LIXO COM ESSA ESTÓRIA COMUNISTA DE AUMENTAR IMPOSTOS COMO EM 50% O IPTU DE PORTO ALEGRE, QUANDO SUA PLATAFORMA PARA A ELEIÇÃO ERA MENOS IMPOSTO E MAIS CORTES DE GASTOS PÚBLICOS1 AGORA VIROU CARNIÇA COMUNISTA! POBRES, VIÚVAS, APOSENTADOS, DESEMPREGADOS, CIDADÃOS DE CUJA RENDA VEM DO ALUGUEL, PESSOAS QUE PAGARÃO MAIS ALUGUEL PELO AUMENTO DO IMPTU NUNCA MAIS VOTARÃO NESSE TUCANO FABIANO! E A MELCHIONA É CONTRA O AUMENTO DO IPTU. PORTANTO MARQUEZAN VAI PERDER TODOS SEUS ELEITORES E TERÁ COMO INIMIGO OS DEMAIS MORADORES DE PORTO ALEGRE. DESPACITO VAI FICAR EM SITUAÇÃO PIOR QUE O MADURO!

Anônimo disse...

Retardado não, maconheiro mesmo que vota sessa comunista

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Recomendo exame psiquiátrico a esse prefeitinho, pois isto é atitude infantil.

Anônimo disse...

Ridículo... Ambos

Anônimo disse...

Resumiu bem o sentimento das pessoas decentes desse país. Parabéns!!

Anônimo disse...

Acho que Marchezan ou ja jantou ou vai jantar a musa da esquerda.

Anônimo disse...

Kkkkkk

Anônimo disse...

DESPACITO O MARCHEZAN VAI SE TORNANDO IGUAL A ESSAS CARNIÇAS COMUNISTAS! QUER AUMENTO DE IPTU DE 30 A 50 % EM PLENA CRISE! OS POBRES, OS DESEMPREGADOS, AS VIÚVAS E IDOSOS DE VIVEM DE RENDA DE ALUGUEL E MESMO QUEM PAGA ALUGUEL TERÁ AUMENTO DO IMPOSTO CRUEL! REDUZIR IMPOSTOS COMO FAZ O TRUMP, JAMAIS. ESSE MARQUEZAN É TUCANO COMUNISTA FABIANO E EM VEZ DE REDUZIR A MAQUINA PÚBLICA E CORTAS GASTOS QUER INCHAR O ESTADO. DESGRACEIRA PURA ELE VAI PERDER OS VOTOS DE TODOS SEUS ELEITORES E VAI TER O RESTANTE DO POVO COMO INIMIGO! É BURRO!

Anônimo disse...

Mas que ele dançou melhor que o maduro dançou, nem pra isso a esquerda bolivariana atrasada presta.

Anônimo disse...

Se separou para ficar com a tua catraia!!

Anônimo disse...

FOLHA RIFA TEMER E PEDE QUE ELE SEJA INVESTIGADO

Depois de arcar com o ônus de apoiar o golpe que solapou a democracia brasileira e um governo apoiado por apenas 5% dos brasileiros, a Folha de S. Paulo reviu sua posição e pediu neste domingo, num longo editorial, que Michel Temer seja investigado por corrupção, o que levaria ao seu afastamento do cargo; "Deixar de investigar indícios tão fortes de irregularidade seria votar a favor de uma política, um sistema e uma visão de país que não podem continuar a ser o que são. Mudá-los, dentro da democracia, do direito à defesa e do equilíbrio institucional, tem um custo de incertezas e eventuais injustiças. Mas não há como não enfrentá-lo, e já", diz o texto do jornal de Otávio Frias Filho.

30 DE JULHO DE 2017

247 – Depois de arcar com o ônus de apoiar o golpe que solapou a democracia brasileira e um governo apoiado por apenas 5% dos brasileiros, a Folha de S. Paulo reviu sua posição e pediu neste domingo, num longo editorial, que Michel Temer seja investigado por corrupção, o que levaria ao seu afastamento do cargo.

"Deixar de investigar indícios tão fortes de irregularidade seria votar a favor de uma política, um sistema e uma visão de país que não podem continuar a ser o que são. Mudá-los, dentro da democracia, do direito à defesa e do equilíbrio institucional, tem um custo de incertezas e eventuais injustiças. Mas não há como não enfrentá-lo, e já", diz o texto do jornal de Otávio Frias Filho.

Leia, abaixo, a íntegra: A decisão que urge

Experimentando índices elevadíssimos de impopularidade, o presidente Michel Temer (PMDB) se aproxima de mais um difícil teste político-institucional com a votação na Câmara dos Deputados, marcada para esta semana, da denúncia contra ele apresentada pela Procuradoria-Geral da República.

Os fatos que fundamentam a peça acusatória são, a esta altura, largamente conhecidos.

Numa conversa estranha agenda oficial, em 7 de março, o presidente da República indicou ao empresário Joesley Batista, da JBS, o nome de seu assessor de confiança Rodrigo Rocha Loures como interlocutor nos diversos assuntos e pendências que o grupo empresarial mantinha com o poder público.

Semanas depois, em 28 de abril, flagrou-se Rocha Loures com mala contendo R$ 500 mil, que lhe havia sido entregue por um executivo da JBS. Conforme a denúncia, o próprio Temer seria o destinatário da propina, a caracterizar o crime de corrupção passiva. (...)

Anônimo disse...

É q tem pouca coisa pra se preocupar na cidade, aí sobra tempo para essas palhaçadas...gaúcho sabe votar como poucos.

Anônimo disse...

TEMER TORROU R$ 4,1 BI EM EMENDAS PARA SE SAFAR:

Para conseguir o apoio parlamentar necessário para barrar a denúncia de corrupção apresentada por Rodrigo Janot, Michel Temer torrou R$ 4,1 bilhões em emendas parlamentares apenas em junho e julho – o equivalente a 97% do total liberado o ano inteiro –, e direcionou o foco do Executivo para projetos destinados às prefeituras, como o programa de regularização fundiária; Temer montou ainda uma verdadeira maratona de reuniões: recebeu mais de 160 deputados e senadores; o peemedebista, no entanto, não deve ter muito tempo para comemorar; antes de deixar o cargo, Janot apresentará uma nova acusação de obstrução da Justiça e organização criminosa.

30 DE JULHO DE 2017

247 - Michel Temer tanto manobrou que deve conseguir escapar da primeira denúncia da Procuradoria-Geral da República feita contra ele.

O peemedebista recebeu mais de 160 deputados e senadores, acelerou emendas parlamentares, lançou “pacotes de bondades”, manteve como aliado Rodrigo Maia (DEM-RJ), seu eventual sucessor, e se beneficiou das “ruas vazias”.

Desde 17 de maio, quando veio à tona o conteúdo da delação premiada do empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS, Temer recebeu em seu gabinete no Palácio do Planalto 133 deputados federais e 30 senadores. Após a denúncia chegar à Câmara em 29 de junho, Temer iniciou uma verdadeira “blitze política” para receber deputados e convencê-los a votar contra a abertura de investigação no Supremo Tribunal Federal. Em um único dia, recebeu 30 parlamentares.

O peemedebista atendeu a interesses da base, como a liberação de R$ 4,1 bilhões em emendas parlamentares apenas em junho e julho – o equivalente a 97% do total liberado o ano inteiro –, e direcionou o foco do Executivo para projetos destinados às prefeituras, como o programa de regularização fundiária. A pouco mais de um ano das eleições de 2018, a oferta de recursos para obras em municípios tem como objetivo ajudar deputados e senadores a colher dividendos em suas bases eleitorais.

No entanto, uma nova denúncia contra Temer, com a acusação de obstrução da Justiça e organização criminosa, deve ser apresentada por Janot, que vai deixar o comando do Ministério Público Federal no dia 17 de setembro. Novas delações também podem voltar a conturbar o ambiente político.

As informações são de reportagem de Isadora Peron e Carla Araújo no Estado de S.Paulo.

PS: Farra do boi?

Anônimo disse...

E QUEM VAI BATER?
VCS MORTADELAS ESQUERDISTAS SODOMITAS?
TE ENXERGA MANÉ.
BANDO DE FRESCOS COMUNISTAS.

Anônimo disse...

Maduro que seja corrido a chutes pela população Venezuelana.
Manoela que tenha um final político melancólico em 2018.
Marchezan que trate de governar a cidade de Porto Esburacada e Insegura Alegre.
E nossa população que trate de parar de reclamar pelo Facebook e tome a redea desta bagunça que se tornou nosso país.

Anônimo disse...

O argumento de Temer:

30.07.17 - O antagonista

Nas conversas com 133 deputados e 30 senadores sobre a denúncia por corrupção passiva, Michel Temer, segundo o Estadão, "usou o argumento de que, se nem mesmo ele está seguro contra o avanço da Operação Lava Jato, imagine como ficaria o destino dos parlamentares que também são alvo de investigações".
É o argumento mais convincente em Brasília.

PS: O traira/PMDB/PSDB não brinca em serviço.

Ultra 8 disse...

Marchezan,um Fabiano de plantão...