Lulopetistas fazem protesto contra Temer na Esquina Democrática.

Sindicatos, entidades de classe, estudantes, representantes de partidos políticos e movimentos sociais, todos ligados ao lulopetismo, foram ontem à tardinha até a Esquina Democrática, Porto Alegre,m para protestar contra Temer e a favor de Dilma e Lula.

O editor, que estava nas imediações, contabilizou 232 manifestantes e confirmou que não houve distribuição de sanduíches de mortadela.

Não houve incidente.

14 comentários:

Unknown disse...

Que fique claro...
O fora Temer nunca será um volta Lulla ou Dillma!!!

Pilincho disse...

Nem linguiça de "mortandela", Políbio. Aquela que os câes correm atrás?

Anônimo disse...

Eu vi ontem na esquina petista,um bando de otários e desinformados.Um repórter de uma emissora entrevistou várias pessoas a respeito da reforma trabalhista.Todos são desinformados.Teve um cidadão que disse que é contra.O repórter perguntou porque, e ele não sabia porque era contra,só sabia que era contra e ponto.Esta reforma vai beneficiar ele mesmo e todas estas pessoas ignorantes Brasil afora.Até para pedir demissão o empregado vai ter vantagem,com 80% do FGTS,e antes não recebia nada.Em outras palavras o governo vai trazer o trabalho informal para o real.Milhares trabalham com horários reduzidos por baixo,dos panos.Não pode pela lei ter um contrato de trabalho de 4hs.Agora pode.É a flexibilização da CLT.Coisa que os petistas ignoram.Ignoram porque são burros.

Anônimo disse...

LULA PARA PRESIDENTE......................
BERNARDES. PRESIDIO DE SEGURANÇA MÁXIMA.

Nelson disse...

Estão economizando, acabou a mamata, acabou o imposto sindical.

Marlene Gazzana disse...

Cabeças ocas e prontos para ficarem na rede às custas de quem trabalha, porque este vagais nunca entenderam que o governo não tem plantação de reais.Quando na faculdade um professor comentou:na faculdade de direito todos querem faculdade gratuita, após a formatura querem que todos paguem pelo curso . E assim a cabeça deste acéfalos

Anônimo disse...



Ué então reapareceram??? Só por enquanto....

Justiniano disse...

Querem saber porque PT, rede Globo, e setores da mídia odeiam o Temer, basta acessar abaixo e ver o que ele conseguiu fazer em um ano de governo:

http://www.imprensaviva.com/2017/07/gostem-ou-nao-temer-arrumou-casa.html

Anônimo disse...

Sagrado direito de espernear!

Anônimo disse...

Está faltando REFAZER A VELHA e ÚTIL "LEI DA VADIAGEM"! Em dois tóques estes vadios do PT sumiriam das ruas ou lotariam as cadeias!

Anônimo disse...

Agora é #FicaTemer; #FicaPAdilha; #FicaGatoAngorá; #FicaAécio.

Polibio, convoca a Banda LoKa Liberal para liderar uma "vigilia" no Parcão, vamos juntar 372 barracas (que é o numero de votos para o Temer não ser julgado por crime comum no STF) e ficar até a votação em Plenário, que vai ocorrer em Agosto. As mulheres recatadas do Lar estão convidadas para comparecer na festa para fazer as refeições, lavar roupa, limpar as barracas, enfim o serviço de copa, cozinha e fachina enquanto os homens cantam, fazem batucada, bebem e dormem. Ou seja, vai ser uma festa de arromba. Vamos botar mais de 100 mil pessoas no parcão e mostrar nos caras nojetas, digo, limpas. O neo nazista que não for é bundão, digo, bundinha.

Anônimo disse...

gente, que horror, a coisa mais patetica do mundo, sera q esta gente nao tem vida propria?

Anônimo disse...

PRESIDENTE DO BNDES DIZ NÃO TER ENCONTRADO IRREGULARIDADES DA GESTÃO PETISTA:

Questionado sobre o que encontrou no BNDES, ao assumir a presidência do banco há um mês e meio, o economista Paulo Rabello de Castro diz ter encontrado "muito talento" e desmistifica o que ele chama de "ranço" de "brasileiros que se dizem liberais" contra o que eles consideram ser "fomento demais, desenvolvimento demais"; ele rebate afirmações de Marco Antonio Villa, da Jovem Pan, de que o negócio do banco com a JBS tenha dado prejuízo; "Você é um historiador, não pode ficar falando as coisas como está falando aí pelo microfone sem fazer uma investigação", disse.

14 DE JULHO DE 2017

247 - Há 45 dias na presidência do BNDES, o economista Paulo Rabello de Castro divulgou nesta sexta-feira 14 o "Livro Verde", no qual traz balanços das atividades do banco entre 2001 e 2016.

Em uma entrevista concedida à rádio Jovem Pan nesta quinta, ele disse não ter encontrado irregularidades dos governos petistas à frente da instituição e desmistificou o que chamou de "ranço" de "brasileiros que se dizem liberais" contra o que eles consideram ser "fomento demais, desenvolvimento demais".

Questionado inicialmente sobre o que encontrou no BNDES, quando foi nomeado para o cargo pelo governo Temer, Rabello disse ter encontrado "muito talento" por parte dos 2,8 mil funcionários. Ele também declarou que não precisou "botar ordem em esculhambação nenhuma" quando assumiu o cargo. "Nada me surpreendeu", afirmou.

"O tamanho do BNDES está sendo objeto de muita controversa. As pessoas começam a achar que temos fomento demais, temos banco de desenvolvimento demais. Alguns brasileiros que se dizem liberais chegam a dizer que nós temos desenvolvimento demais, porque há uma atitude muito rançosa em relação ao nosso País e que vaza para um certo desânimo, um certo desalento, e quase que um certo desalento profissional", afirmou.

Em seguida, questionado por Marco Antonio Villa, crítico ferrenho de Lula e do PT, sobre financiamentos relacionados a operações realizadas nos governos petistas, como a do Porto de Mariel, em Cuba, e à JBS, dos irmãos Batista, que segundo Villa, deixaram grandes prejuízos ao banco, ele rebateu:

"Você vai me prometer uma coisa: vai ler as 200 páginas [do Livro Verde]. Você é um historiador, não pode ficar falando as coisas como está falando aí pelo microfone sem fazer uma investigação". Em seguida, o economista ressaltou que o comportamento do BNDES é "absolutamente ético e exemplar".

De acordo com o novo dirigente do banco, a JBS é "um dos negócios mais bem bolados e bem sucedidos da BNDESPar", braço de participações da empresa. Rabello de Castro rebateu as informações de Villa e destacou que o resultado líquido das operações do BNDES com a JBS até dezembro tinha sido positivo em R$ 3,56 bilhões - o banco colocou R$ 8,1 bilhões na empresa.

PS: Cala boca do fascista de plantão e dos neo nazistas do blog.

Ultra 8 disse...

TEMER, A PÁ DE CAL DA DILMA.