Artigo, Geraldo Samor, Brazil Journal - Devo, não nego. Pago quando o deputado pagar’

O melhor negócio do Brasil sempre foi sonegar imposto e esperar pelo próximo Refis.

Desculpe a franqueza, mas essa é a crua e deplorável realidade dos fatos.

(Nota explicativa para você que paga seu imposto religiosamente em dia: o Refis é aquele velho esquema pelo qual a Receita Federal convida quem está devendo a parcelar a dívida em suaves prestações em troca de regularizar sua situação.)

A tese por trás dos Refis sempre foi: ‘é melhor receber um pouquinho todo mês do que não receber nunca', mas o 'moral hazard' que isso criou ainda está por ser quantificado.


Como o Brasil faz um Refis atrás do outro, muitas empresas simplesmente não pagam porque sabem que, ao virar a esquina, encontrarão um Refis melhor ainda.

CLIQUE AQUI para ler tudo.