Artigo, Claudia Wild, Mídia sem Máscara - Um País chamado morte

O Brasil vive momentos agonizantes. Um país dominado pelo crime, por bandidos de toda ordem e de norte a sul. Um país sem lei, ou de leis absurdas a serviço do crime e da impunidade. Um país praticamente sem justiça. Um país sem rumo. Um país sem moral. Um país desprovido da dignidade humana, tomado por uma mentalidade imbecilizada e genocida que não poupa seus filhos, poupando apenas seus bandidos.

Mais uma vez, em rede nacional assistimos de forma silente o abate covarde de um Policial Militar. Um homem jovem, um pai de família e anônimo brasileiro. Um herói que apenas escolheu o lado “errado“. Estivesse ele do lado do crime, no dia de hoje, entidades de vários segmentos da sociedade estariam protestando contra a violência do Estado por intermédio de sua polícia. Entretanto, como foi a desnecessária vida de um reles policial não haverá nota oficial, protestos, mesas redondas, opiniões de “especialistas“ em Segurança Pública ou congêneres.

A vida no Brasil, na verdade, se tornou um pormenor banal. Um país que assiste absolutamente inerte à execução de mais de 60 mil pessoas por ano. Um país que já se acostumou aos massacres inescrupulosos da imprensa contra policiais. Um país que não sabe mais distinguir o crime e o lícito. Um país onde a barbárie impera e os executores

O policial militar morto em Minas Gerais, Cabo Marcos Silva (foto à dir.) é apenas uma pontinha mínima do iceberg. Ele é apenas mais um a perder sua preciosa vida para um sistema de burocratas assassinos e moralmente repulsivos.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

14 comentários:

Anônimo disse...

o Brasil se tornou bestial...

um lugar inabitável que de desmancha a cada dia...

tudo é bestial, da variedade e da quantidade de crimes cometidos...

o caos que hoje se vive é fruto diretamente de anos de politicas esquerdistas, que dizimaram a ética, a moral e o parco conjunto de valores que a sociedade ainda mantinha...

voce vai às escolas, onde se gera o futuro de um país, e vê a tragédia anunciada em grandes proporções, com alunos bestializados e professores idem pela demência comunista que levou um país rico como a Venezuela ao estado de favelização completa...

e o mais aterrorizante é que o brasileiro ainda acha que pode consertar todos os erros provocados pela esquerda com doses mais cavalares de esquerdismo...

que Deus tenha piedade desse país...

Anônimo disse...

Todos só lamentam a morte do policial, mas a morte do segurança que morreu junto passou batida.

Anônimo disse...

Esse é o legado de 13,5 anos de governos da esquerda escarlates bolivarianas com seus "direitos humanos" as avessas, o politicamente correto, desarmamento do povo responsável e deixando os irresponsáveis armados e os criminosos fazendo festa, resultado 60 mil homicideos por ano, mais que 50 países, incluindo EUA, quer mais? Brasil,Pais de Tolos.

Anônimo disse...

Esqueci de incluir que no Legado de 13,5 anos pode acrescentar a pressão de todas as formas sobre os Policias Militares.

Levantem brasilianos disse...

O Brasil não é como a articulista discorre. O povo brasileiro não é criminoso. Bandidos são os detentores do Poder, os governantes em todos os níveis, e os magistrados que lhes dão cobertura, e os opositores que querem retomar o poder para continuar a espoliar o Estado, e roubar este povo. Aliás, o povo vai acordar de vez, e aí sim, os bandidos serão retirados de cena.

Anônimo disse...

vejam la no site do Globo uma espécie de reportagem especial sobre a violência desenfreada e bestial vivida pela cidade, e que não é de hoje...

la vai o jornal ouvir os ditos "especialistas" sobre os motivos da selvageria...

e pra minha não supresa, essa gente vem sempre com a conversa mole do mais do mesmo, citando os mesmos motivos de sempre e sugerindo as mesmas soluções também de sempre, ou seja, mais esquerdismo para combater a doença gerada pelo esquerdismo...

o Brasil precisa de uma guinada, um cavalo de pau...

não ha mais como consertar essa tragédia com medidas paliativas e, muito menos, importando modelos e soluções de países de primeiro mundo que comprovadamente não funcionam em realidade tao distinta como a do Brasil...

quando leio reportagens dizendo "o que o Brasil pode aprender com a Suecia, ou com a Dinamarca"e bla, bla, blá, ja paro de ler logo no começo, porque não quero ser contaminado pelo delírio coletivo de gente que acha que qualquer medida de modelo sueco pode vir a funcionar na selvagem realidade brasileira...

Anônimo disse...

Grande trabalho do jornalista Alex Pereira / radiovox.org

Anônimo disse...

Isso que esta acontecendo e muita gente de bem aqui falando é da cultura, não tem o que falar, sempre foi isso.
Os políticos só não estão preocupados pq infelizmente esse pessoal de bem que mata não encontrou ou não sabe o endereço dos políticos e seus familiares.

Ultra 8 disse...

Parabéns Schirmer,teus serviços estão de vento em popa por aqui, começastes bem,matando 243 só em Santa Maria!

Sartori foi teu padrinho para continuares a espalhar teus bons trabalhos genocidas pelo resto do rio grande,um belo governador,"mui" humano...

Continue assim,o povo Gaúcho,os que não morreram,tolos que são,ainda vão achar vocês bons administradores.

Anônimo disse...

O negro e bandido o branco e bandido,o amarelo e bandido, o cafuso e bandido quantos bandidos nos temos na pátria amada são todos bandidos na América.

Roberto disse...

Infelizmente estamos em um caminho sem volta. Rezemos para que não sejamos a próxima vítima!

Unknown disse...

Conclusão:
O Estatuto do Desarmamento do desgoverno comunista global, não deu certo!!!
O Genocídio Branco instaurado pela bandidagem está aí...
Vivenciamos a plenitude do NarcoEstado!!!

Anônimo disse...

Isso é fruto do domínio esquerdista no pais. O povo precisa se conscientizar e não eleger mais esquerdistas. #nãoreelejaninguem.

Anônimo disse...

Temos que cobrar dos nossos deputados leis mais duras contra o crime, baixar a maioridade para 15 anos, cobre dos seu deputado, mande um e-mail, cobre nas redes sociais. http://www2.camara.leg.br/