Vendas reais dos supermercados registraram retração de 2,3% em abril sobre março

As vendas reais dos supermercados registraram retração em abril, reforçando a expectativa de queda do comércio varejista no período.


As vendas dos supermercados apresentaram queda de 2,3% em termos reais na passagem de março para abril, na série livre de efeitos sazonais, de acordo com os dados divulgados ontem pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Na comparação com o mesmo período de 2016, as vendas reais avançaram 6,3%, e em termos nominais, houve alta de 10,6%. Esse desempenho mais fraco das vendas dos supermercados em abril reforça a expectativa de queda do comércio varejista no período.

Um comentário:

Anônimo disse...

É a recuperação econômica do Temer chegando às gôndolas...