Temer reúne-se com Alckmin para evitar debandada do PSDB

O presidente Michel Temer se reuniu na noite desta sexta-feira, por cerca de uma hora e meia, com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes.

Após o encontro, eles não falaram com os jornalistas.

Temer pediu ao governador de São Paulo o encontro desta sexta-feira. Temer tem sido aconselhado desde quinta-feira a procurar o governador e também o prefeito João Doria para tentar esvaziar o movimento de debandada do PSDB paulista.

6 comentários:

Anônimo disse...

Teu ídolo Temer já era.
Agora que tal senhor começar a campanha para que a tua dona, a Yeda Nine, seja a presidente do Brasil, kkkkkkkkkkkkkkk

Ivan Vilis disse...

A esquerda trevosa ataca para nos levar a todos ao abismo do inferno.
Cabe às pessoas normais e decentes, as que trabalham e sustentam os danosos, se unirem e lutar. Não há dúvida que venceremos.
Os participantes da reunião não são Madres Terezas, mas até agora não demonstraram sequer pendências de lesa pátria.
Não se deixem iludir pelo barulho dos mortadelas ignorantes a R$ 40,00 por dia.
Contem com o apoio da população para esta empreitada.

Anônimo disse...

O psdb e pmdb e aliados sem condições de manter registro junto ao tse depois do caso dos loures e Neves,baixar todos os registros é uma vergonha.

Anônimo disse...

Um presidente gastando dinheiro do povo viajando a São Paulo para pedir apoio ?

Tem mais coisa aí.

Anônimo disse...

Se não falaram com jornalistas como sabemos o que conversaram ?

Temer foi tentar montar um resistência com ajuda de São Paulo ?

Anônimo disse...

PSDB de araque.... Covardes... Lixo fabiano....