Artigo, Paulo Sternick, O Globo - Só milagre salva o país

Hannah Arendt parece falar do Brasil de hoje quando pergunta: ‘Será que a política ainda tem de algum modo um sentido ?’

Nem será preciso pedir licença à Ciência. O conceito de milagre na política se origina de articulações de Hannah Arendt e se aplica ao nosso horror cotidiano. Inquietante é precisar da esperança de vê-lo surgir neste momento. Um lado kleiniano me cobra: a expectativa do milagre é o reverso de uma penosa situação.

Não era para dar certo, mas o milagre da vida surgiu contra as “impossibilidades infinitas”. Nas ocupações humanas, além do acaso natural, há um fabricante do milagre: o homem é bem dotado para fazê-lo. Não exatamente um milagre econômico, que dispensou a democracia, ou o fraudulento milagre lulopetista, que usaria a democracia para não exercê-la de forma republicana.

A desastrada Dilma Rousseff foi um milagre negativo, que detonou o projeto petista de perpetuação no poder. Deslegitimou-o com má gestão e produziu grave crise econômica.

O impeachment abortou de Brasília alguns dos piores inimigos íntimos da democracia, mas outros iriam surgir em seguida.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

9 comentários:

Anônimo disse...

Diferente do MPF de Curitiba, Janotão juridicamente é ROMBUDO.. incapaz. ignorante ...inquerito do naipe que ele faz é juridicamente nulo se denunciado em qualquer tribunal internacional...A Constituição Federal impede que membros do MP e Juizes tenham militancia partidária...e o alto PJ de Brasilia é descaradamente militante de um partido...Isto vai dar mer....e muita....Não tem valor juridico qualquer ato destes canalhas militantes partidários..segundo a nossa propria constituição...O pais sem segurança juridica com a justiça tocada por militantes, o que a constituição proibe. O Senado consordou nos ultimos 14 anos em nomear militantes politicos no PJ.. Agora isto vai esfolar os proprios SENADORES...Os militantes querem o escalpo deles....

Mordaz disse...

Na verdade não surgiram pois estavam mancomunados com os petistas há 14 anos. E com todos que estiveram no poder desde as diretas já. Um dos motivos pelo Brasil não dar certo.

Mordaz disse...

Uma reforma da previdência em que os beneficiários e, principalmente, os financiadores não foram chamados. Apenas os banqueiros.

Anônimo disse...

O principal milagre seria a rede Goebbels sumir do mapa do Brasil.
A família Marinho se considera o 4º Poder.
Têm a crença que podem por e depor presidentes.
Nefastos.
A Odebrecht já ficou ''pelada'' em público.
Agora, só falta desnudar a rede Bobo.

Chico Valente disse...

O Brasil sofreu uma ditadura do tirano "Moderno Príncipe" do comunista Antônio Gramsci, já a partir do ano 1998 e intensificada a partir de 2002.
Foram utilizados todos os meios psicológicos, de propaganda, impedimentos físicos e até ameaças de destruição e morte (vide Celso Daniel e decorrências com 9 mortos conhecidos).
Qualquer jornalista não alinhado sabe disso e os alinhados sempre comemoraram.
A destruição da nação brasileira e posterior escravidão aos senhores dos poderes inconfessos foi engenhosamente planejada, com muitas ações já conhecidas e agora começam a vir à tona a "sujeira dos políticos".
O partido dos trambiques, ou das trevas, promoveu uma campanha de distribuir dinheiro não limpo a todos os políticos, sejam correligionários ou concorrentes, dinheiro oriundo dos bancos estatais, das estatais, dos fundos federais, dos fundos de pensão, dos estados e dos municípios e outros disponíveis.
Qualquer político sabe que as necessidades da política não tem fim e o pt deu dinheiro e em troca prendeu o rabo de cada um. Todos pisam em ovos.
Os não corrompidos sofrem "Assassinato de Reputações" ou, como o Bolsonaro, passam a ser processados por motivos cuja fundamentação é de difícil entendimento, até para iniciados.
O aparelhamento do Estado, com 122 mil inúteis militantes é assustador e travou a nação
Campanhas políticas milionárias e, quem sabe, manipulação de urnas, ajuda da mídia amestrada e alugada tornam alto sucesso para o caminho da destruição.

Anônimo disse...

Concordo , Chico Valente, das 15:16, toda a atuação do PT, nos governos de Lula e Dilma, seguiu a cartilha de Gramsci , de corroer o ESTADO por dentro, ocupá-lo, para inviabilizar a DEMOCRACIA e o DESENVOLVIMENTO
Social, Político e Econômico do País .!!!

Anônimo disse...

Ótimo diagnóstico. Agora falta o remédio.

Roberto disse...

E dizer que o "doleiro" Alberto já "operava" desde o caso Banestado... conclui-se que, no Brasil, os escândalos são cíclicos e seus personagens previsíveis.

Ultra 8 disse...

Dilma destruiu a economia do país com louvor,o serviço dela agora colhe os frutos da miséria,o qual todo comunismo se serve para escravizar o povo. Ela está dando risada dos vários trouxas que dizem que o país afastou uma nefasta criatura...

Em um país estúpido como o Brasil, estar atolado na crise atual parece que resolveu alguma coisa em ter afastado uma criminosa sem no mínimo colocá-la na cadeia,e recuperar o dinheiro roubado e ainda roubado desta triste terra latina...

Temer está dando continuidade a destruição comunista,ele é um desgraçado Fabiano,que para um povo burro chama este marginal de direitista.