Sérgio Moro avisa: "Vaccari continuará preso em Curitiba !"

O juiz Sérgio Moro não cumpriu o alvará de soltura do tesoureiro do PT, Vaccari Neto, absolvido ontem pelo TRF4, Porto Alegre, que julgou recurso do petista num dos processos ajuizados contra ele.

Acontece que Vaccari deve continuar preso por estar condenado em outros processos que o próprio Sérgio Moro julgou.

Vaccari já ficou mais de dois anos preso e vai apodrecer na cadeia, a menos que entregue Lula, Dilma e o PT.

24 comentários:

Anônimo disse...

Moro é uma Ilha de decência e aplicação da democracia dentro de um mar de esgoto.

Anônimo disse...

COITADO DO JUIZ MORO ELE TEM Q ATURAR OS VERMELHOS- ......FACHIN DO STF EM APENAS 1 SEMANA TIROU 4 PROCESSOS DO LULA DAS MAOS DO JUIZ MORO É FACHIN ACABA DE TIRAR 4 PROCESSOS DE LULA INCLUSIVE DA ODEBRECHT -PETROLAO DAS MAOS DO JUIZ MORO LIVROU LULA DAS MAOS DO JUIZ MORO EM APENAS 1 SEMANA= É UMA POUCA VERGONHA ESTE FACHIN LEIAM NO FOLHA POLITICA

Anônimo disse...

Boa esta. Esse juiz realmente merece o respeito do povo brasileiro.

Anônimo disse...

Esse juiz filhodaputinha idolatrado por golpistas no tribunal de exceção pensam o que hein?

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

BELEZA , DR MORO , É EXATAMENTE ISTO QUE SE ESPERA DE UM JUIZ .!!!

Anônimo disse...

A bichinha coxinha tá nervosa saiu do controle viadinho...teu machinho é?

Anônimo disse...

>>

Pouco a pouco, esse ministro vermelho, o Fachin, está tirando o pinguço ladrão, o Lula, do colo do juiz Moro.

<<

Anônimo disse...

Esse min. fachin, era advogado do MST, e defensor da Janette, vulgo Anta. É só ver o vídeo em que ele discursa para os alunos da faculdade de direito UFPR, defendendo a corruPTa da Janette.

Anônimo disse...

Os dois juízes Paulsen (gaúcho) e Laus (catarina) liberariam, também, o Hitler por falta de provas, já que delação não vale.
E tem que registrar as provas em cartório, senão não vale.
Vão prá Cuba !!!

Anônimo disse...

Meu não, do teu pai!

Anônimo disse...

Todos os 5 delatores de Vaccari foram poupados por Moro e estão soltos:

28/06/2017 - Cíntia Alves

Jornal GGN - Pedro Barusco, Augusto Mendonça, Eduardo Leite, Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef. Esses cinco delatores da Lava Jato têm algo em comum: todos foram poupados pelo juiz Sergio Moro por terem sido os responsáveis pela condenação de João Vaccari Neto a 15 anos de prisão, em setembro de 2015. Eles estão em regime aberto, graças ao acerto com o Ministério Público Federal, enquanto Vaccari está preso há mais de dois anos em Curitiba, assistindo à proliferação de denúncias contra si.

A sentença de Moro foi derrubada em segunda instância nesta terça (27). Por 2 votos a 1, os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região entenderam que o simbolo da Lava Jato admitiu delação sem provas correspondentes contra Vaccari.

O petista foi acusado pelos procuradores de Curitiba de ter recolhido propina em cima de contratos da Petrobras, na forma de doação oficial ao partido. O esquema na estatal envolvia as direitorias de Serviços, de Renato Duque, de Engenharia, de Pedro Barusco, e de Abastecimento, de Paulo Roberto Costa.

As 5 delações levantadas pelo MPF, usadas na decisão de Moro, têm um toque do famoso e criticado "ouvi dizer". As provas documentais que o juiz considerou suficientes para corroborar os depoimentos dos delatores não comprometiam diretamente Vaccari, mas apontaram para o enriquecimento dos ex-diretores da estatal. Só que o rastreamento do dinheiro desviado parou nas contas secretas de Duque, Barusco e Costa. A defesa chegou a apontar, nas alegações finais, que nada foi encontrado após a devassa nas finanças de Vaccari.

Para condenar Vaccari, Moro usou o fato de que o tesoureiro estava sendo denunciado não por um, mas por cinco delatores, alegando que os depoimentos formavam um cenário "coerente". Disse que era estranho que o PT tenha recebido doações das empresas contratadas pela Petrobras e supervalorizou o depoimento do doleiro Alberto Youssef.

Se as provas documentais pareciam insuficientes para alguns, apontou Moro, para ele, o importante era que não dava para dizer que não existia valor nenhum nas delações. "O substrato probatório é suficiente para a condenação criminal, já que não é possível afirmar a inexistência de prova de corroboração das declarações dos colaboradores", ponderou.

(...)

A EXIGÊNCIA DAS PROVAS
Na página 35 da sentença, Moro fez uma defesa da delação premiada. O juiz considerou que esse tipo de instrumento, em crimes de colarinho branco, às vezes é a única maneira de desnudar um esquema (...)

PS: Socorooooooooo.......Socorrrrooooooo.....Min Gilmar Mendes do STF

Anônimo disse...

Gilmar diz que o Brasil vive sob o “Direito Penal de Curitiba”:

FERNANDO BRITO · 28/06/2017 - O Tijolaço

Em dura e incontestável abertura de seu voto, o ministro Gilmar Mendes acendeu o debate na terceira sessão do julgamento da possibilidade de avaliação do acordo de delação da JBS – e, por extensão, de todos os outros acordos de colaboração firmados pela Lava Jato.

“Criou-se um tipo de Direito Penal de Curitiba”, disse Gilmar, afirmando que, desde os acordos de delação premiada de Alberto Youssef e de Paulo Roberto Costa, os benefícios tem sido imensos, sem controle legal e chegando ao absurdo de pagar-se “comissão” do devolvido ao Ministério Público.

Disse que formou-se uma “rede de abusos e violações de direitos fundamentais”, que chega à vedação do debate de medidas legais até pelo Congresso: “”Até isso se cogita: discutir a aprovação de um projeto de lei de abuso de autoridade. Quanta desfaçatez, cinismo, pensamento totalitário”.

É uma pena que tenhamos tido de esperar por três anos e um golpe para ouvir verdades serem ditas no plenário do Supremo Tribunal Federal.

Ao final, comento outra vez o tema.

Anônimo disse...

Um grande Juiz e muito maior ser humano.

Anônimo disse...

cadeia neste bandido este é o mais delatado está em tudo que é delaçao buscava grana de mochila

Anônimo disse...

sim o fachin é vermelho, pediu ajuda a jbs- friboi p se tornar ministro e agora em 1 semana tirou 4 processsos de lula das maos do juiz moro

fora fachin

leiam a materia q está na folha politica

Anônimo disse...

ehehe....acusou o golpe ehehe

Anônimo disse...

ehehe....acusou o golpe ehehe

Anônimo disse...

Nem se preocupou em saber que o papi é veadinho, achou engraçado! hehehehe......, esses comunas além de idotas são todos iguais kkkkkkk.....