Paulinho, Força e SDD, cabala apoio para volta do imposto sindical. Em troca, promete apoio à reforma da previdência.

Brasília, via WhatsApp.

A foto ao lado mostra o deputado Paulinho, chefe da Força Sindical, no momento em que se reuniu com a bancada do DEM na Câmara, tudo para pedir apoio para a manutenção da cobrança do imposto sindical, que foi abolido na proposta de reforma trabalhista examinada pelos deputados federais e agora está em discussão e votação no Senado.

Ele está visitando todas as bancadas.

É muito dinheiro que os sindicais usam sem qualquer fiscalização, correspondente a um dia de jornada de todos os trabalhadores, sindicalizados ou não.É desconto compulsório.

As centrais sindicais, inclusive dos patrões, também ficam com dinheiro do imposto sindical.

Como o Senado deve aprovar a reforma sem mudanças, já que a maioria não quer reexame pela Câmara, Paulinho propõe que o governo seja convencido a editar Medida Provisória para restabelecer a cobrança.

Se Temer ceder, o SDD e a força prometem apoiar a reforma da previdência.