Opinião do editor - Paralisação do Trensurb foi resultado de gestão incompetente

Como o editor publicou no dia 20, a Trensurb suspendeu toda a operação de trens na região metropolitana de Porto Alegre.


Foi uma mediada desnecessária, já que o problema ocorreu próximo a estação Unisinos e a circulação podeira prosseguir entre  as estações Mercado e Canoas, trecho de maior densidade de usuários. 

Esta medida prejudicou milhares de pessoas sem nenhum fundamento técnico. 

6 comentários:

Anônimo disse...

Onde está o Conselho de Administração da Trensurb que não faz absolutamente nada para acabar com tanta incompetência administrativa.É um bando de pilantras interessados apenas nos seus umbigos. O usuário que se rale.

Anônimo disse...

Por R$ 1,70 a passagem, não paga nem o custo da energia que consome.

Anônimo disse...

Funcionários e corpo técnico devem demitidos sem justa causa.

Carlo Germani disse...

Direto ao ponto

TRENSURB - Empresa estatal.

Precisa explicar mais?

Anônimo disse...

Tem que haver uma intervenção já neste Trensurb.
1- compraram o trem errado era para ser de superfície e compraram o de subsolo com falha nos rolamentos.
2-Não terminaram e não repões as e as escadas para os idosos e deficientes.
3- mão tem segurança nas estações.
4- Não providenciam ônibus para os usuários quando tem defeito, que é obrigação.
5- Tem conluio com essa porcaria da Metroplan que até hoje não apresentou o plano de contingencia exigido pela justiça.
Ou seja um bando de calhordas apaniguados políticos.
joel

Anônimo disse...

Gestão incompetente? É só o que temos!