Ministério Público cozinha inquérito sobre alagamentos há 10 anos

Desde 2007 a Promotoria de Habitação e Ordem Urbanística do Ministério Público Estadual  acumula nove inquéritos sobre alagamentos e mau funcionamento das casas de bombas de Porto Alegre, mas faz pouco ou quase nada.

Ações civis públicas e termos de ajustamento de condutas são prometidas ano após ano.

9 comentários:

Anônimo disse...

Pois é, enquanto uns inquéritos dormem em berço esplêndido, em todas as esferas, o do Temer corre à jato, para tirá-lo do governo ou, no mínimo, para formar uma agenda paralisante, que o impeça de aprovar as reformas.
A quem interessa?

Anônimo disse...

Esquerdalhas amigos de esquerdalha, diga-se Fortunatti, o reitor que não sabia que a universidade era ilegal, não poderia deixar de ser um fake prefeito.

ganhatudo disse...

Pois é.
E existe previsão legal que inquéritos possam permanecer abertos com prazos tão prolongados?
Isso só pode caracterizar abuso de poder, pois quem o preside tem uma espada de dámocles permanente sobre o investigado.
E quem controla o controlador. No caso parece haver desídia.
É tempo em demasia.

ganhatudo disse...

E ainda tentão depreciar o inquérito policial, que é submetido a controle judicial permanente; sem falar no controle do próprio ministério público.

Anônimo disse...

polibio, eu conheço esta historia, esta tudo virado num monte de ferro velho apesar da verba chegar ano a ano, e nao e' pouco nao, e' muita grana, vem grana ate de fora do pais

Anônimo disse...



Já falei que temos que acabar com o MPRS e TCERS que são um desperdício de dinheiro público. O dinheiro que retorna depois do desvio ou do descaso como consequência da falta de fiscalização não justifica manter estas instituições. Processos do MPRS e TCERS não botam medo nos corruptos aqui no sul faz tempo.

Anônimo disse...

Reivindicações de aumento de salário e benefícios não dormem nas gavetas.....

Nelson disse...

Tem que se ter em mente que até ontem a prefeitura era PT. Não se investiga esquerda no Brasil. Como sempre, políticos de esquerda são Santos.

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Esqueçam o MP e seus agentes. Eles já faz muito tempo que trabalham apenas no interesse corporativo vez que querem assumir as funções da POLÍCIA JUDICIÁRIA. Pretendem assim serem investidos de AUTORIDADE já que hoje são somente AGENTES. Querem o poder de polícia para sentirem-se fortes. Não é por outra razão que frequentemente se juntam com essa guarda estadual que usa uniformes com cor amarela quando então brincam de ser POLÍCIA de verdade. A CF/88 define quem são as únicas autoridades na persecução penal e o MP obviamente está fora, pois a ele compete tão somente a titularidade da ação penal.