Mercado projeta inflação ainda menor (3,71%) para este ano.

As projeções para a inflação e o PIB deste e do próximo ano foram revistas para baixo na última semana, segundo as estimativas coletadas até o dia 9 de junho e divulgadas há pouco pelo Relatório Focus do Banco Central. 

Inflação - As expectativas para o IPCA recuaram de uma alta de 3,90% para outra de 3,71% para 2017 e passaram de 4,40% para 4,37% para 2018.

PIB - A mediana das projeções para o crescimento do PIB, por sua vez, também foi calibrada de 0,50% para 0,41% para este ano e de 2,40% para 2,30% para ano que vem.

Juros - Sem alterações em relação às últimas semanas, a mediana da taxa Selic permaneceu em 8,50% para o final de 2017 e de 2018.

Câmbio - Por fim, a mediana das expectativas para a taxa de câmbio permaneceu em US$/R$ 3,30 para o final deste ano e em R$/US$ 3,40 para o final do próximo ano.

3 comentários:

Anônimo disse...

O nome correto disso eh recessão.

Anônimo disse...

Recessão violenta, altíssimo desemprego, queriam o quê ?

Anônimo disse...

Querem arrochar salários, tirar direitos trabalhistas e previdenciarios junto com o desemprego do governo temerário, dá nisso.