Gás de cozinha terá aumento de preço. Nas refinarias, o GLP subirá 6,7%.

A Petrobras aprovou uma nova política de preços para a comercialização às distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) em botijões, para uso residencial, com o primeiro reajuste sob nova metodologia agendado para 8 de junho.

A nova fórmula de preços para o GLP-P13 implicará aumento médio nas refinarias de 6,7% neste mês.

O preço final às distribuidoras será formado pela média mensal das cotações no mercado europeu, convertida em reais pela média diária das cotações de venda do dólar, acrescida de uma margem de 5%

2 comentários:

Anônimo disse...

Obrigado PMDB. Na próxima eleição voto no PMDB de novo

Anônimo disse...

Precisamos salvar a Petrobras o petróleo é "nosso".
Podiam combinar do povo dar um abraço no Petrobras. Seria uma festa.