Fachin tira de Moro investigação sobre irmão de Lula e envia o caso para SP

Fachin atende Lula. O ministro cutuca a onça com vara curta. Delatores disseram que Frei Chico recebia uma espécie de mesada de empreiteiras

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), reconsiderou sua decisão de enviar ao juiz Sergio Moro as citações da delação da Odebrecht a pagamentos ao irmão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Frei Chico. Em resposta a um agravo regimental proposto pela defesa de Lula, Fachin decidiu que o material deve ser encaminhado à Justiça de São Paulo.
José Ferreira da Silva, nome de Frei Chico, é o irmão mais velho de Lula. 

Os delatores Alexandrino Alencar, ex-diretor de Relações Institucionais da empreiteira, e Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho, que chefiou o chamado departamento de propinas da empreiteira, disseram à Procuradoria-Geral da República (PGR) que Frei Chico recebia uma espécie de mesada.

Na época dos fatos, Fachin não pensava assim. Na petição enviada por Fachin à Justiça de Curitiba à época do desmembramento dos casos relacionados à delação dos executivos da empreiteira baiana.


Narram os executivos que os pagamentos eram efetuados em dinheiro e contavam com a ciência do ex-presidente, noticiando-se, ainda, que esse contexto pode ser enquadrado na mesma relação espúria de troca de favores que se estabeleceu entre agentes públicos e empresários.

20 comentários:

Anônimo disse...

É o Fachin mostrando seu lado comunista, petista. É o início.

Anônimo disse...

TEM QUE FICAR COM O MORO , que nojo deste fachin petralha

Anônimo disse...

O bandido tem irmão chamado de Frei?
Não sabia.
Sabia que irmão de bandido,geralmente também é.
No caso,os dois são.

GILALMEIDA disse...

Por que cargas d'água ninguém usa o nome verdadeiro do irmão do CHEFE, e continuam a usar um apelido enganador? O corrupto não é padre!

Anônimo disse...

Frei querendo se dar bem!
Para os padrões da famiglia lulla da silva, até que era modesto!

Anônimo disse...

TODO O STF É UM COVIL DE COMUNISTAS A SERVIÇO DO PT E DO PSDB. NÃO SE ESPERA OUTRA COISA DO QUE PROTEGER OS CUMPANHEIROS LADRÕES. IGUAL QUE NA VENEZUELA. SÓ BOLSONARO E AS FORÇAS ARMADAS PARA ACABAR COM ESSA FARSA E SALVAR O BRASIL DO COMUNISMO DESTRUIDOR.

Anônimo disse...


Edson Facinho é bandido petralha, ministro de bosta sem concurso público.

Anônimo disse...

Nunca tinha visto um frei bandido, mas em se tratando de PT, tudo é possível e fogem de Moro como o diabo da cruz. Cada vez vejo mais razões para a queda do avião de Teori, não se comportou bem com a quadrilha, certas coisas estranhas acontecem. Já houve o mesmo com O Celso Daniel, mais sete testemunhas e com o Toninho do PT,sabem como são essas coisas, coincidências.....

Anônimo disse...

Começaram a matar a Lavajato.

Anônimo disse...

Mas bah tchê, nessa famíglia só tem ladrão...!!!!

Anônimo disse...


A GloboNews=Globo=PT bate descaradamente, todos os dias em Temer, porque Temer nomeou Sílvia para o BNDES, que barrou a Globo no BNDES.

Globo = MAIOR DEVEDORA NO BNDES.

GLOBO vive na mordomia, com seus empregadinhos-jornalistas fazendo turismo pelo mundo inteiro, com o dinheiro dos nossos impostos.

Lulladrão, TAMBÉM NO BNDES COMO NA PETROBRÁS, ELETROBRÁS, CEF, BB, BADESUL, INSS E EM TODAS AS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS, ROUBOU com a GLOBO O DINHEIRO PARA CONSTRUIR HOSPITAIS, PARA INVESTIR NA SAÚDE POR MAIS LEITOS, MÉDICOS ESPECIALIZADOS, CIRURGIAS, O DINHEIRO PARA A EDUCAÇÀO DE NOSSOS FILHOS, O DINHEIRO PARA GARANTIR A SEGURANÇA, etc.

Anônimo disse...



A GloboNews=Globo=PT bate descaradamente, todos os dias em Temer, porque Temer nomeou Sílvia para o BNDES, que barrou a Globo no BNDES.

Globo = MAIOR DEVEDORA NO BNDES.

GLOBO vive na mordomia, com seus empregadinhos-jornalistas fazendo turismo pelo mundo inteiro, com o dinheiro dos nossos impostos.

Lulladrão, TAMBÉM NO BNDES COMO NA PETROBRÁS, ELETROBRÁS, CEF, BB, BADESUL, INSS E EM TODAS AS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS, ROUBOU com a GLOBO O DINHEIRO PARA CONSTRUIR HOSPITAIS, PARA INVESTIR NA SAÚDE POR MAIS LEITOS, MÉDICOS ESPECIALIZADOS, CIRURGIAS, O DINHEIRO PARA A EDUCAÇÀO DE NOSSOS FILHOS, O DINHEIRO PARA GARANTIR A SEGURANÇA, etc.

Emmanuel Carlos disse...

Tolo quem pensa que Facchin é revestido de alguma alma pró justiça.
Com efeito, algum tolo acha que ele não está lá para fazer exatamente o que está fazendo? Ora, seria grande a ingenuidade.
Note-se: é claro que os valores surrupiados aos cofres públicos precisariam ficar em mãos seguras, e nisso entra a dupla caipira Wesley Joesley - burros, mas obedientes; é claro que o dinheiro precisava ficar em lugar seguro - Estados Unidos, Austrália, etc - ; é claro que precisava estabilidade no sentido de que a justiça não alcançasse a grana: aqui entram Janot e Facchin.
Ora, o que vimos? Vimos o dinheiro lá fora, longe do alcance da Justiça brasileira, pelas mãos de gente bem colocada.
É só isso ....

Anônimo disse...

Manda o frei para o papa Francisco. Ele vai adorar a erudição do dito frei. E vai entender um pouco o que aconteceu no Brasil. Talvez o papa pare de ser tão ingênuo. Ou talvez comece a ser um papa e não um agente ideológico da Cristina e do peronismo nojento da Argentina.

Anônimo disse...

- QUANDO ESCOLHERAM FACHIN, PENSEI: VAI DAR MERD@!! E DEU!!!

-EXPLICO: EM 2014 VI FACHIN TREPADO (FALEI TREPADO, NÃO TREPANDO) EM RIBA DE UM CAMINHÃO DO PT, VOCIFERANDO CONTRA OS ADVERSÁRIOS DE DILMA, DIZENDO SER ESTA UMA PRESIDENTA MUTCHO DO COMPETENTA, COMO NUNCA ANTIZ SE VIU NESSEPAIZ!!!

Anônimo disse...

Tem preà nessa moita.

Anônimo disse...

PARA 2018 DORIA

Anônimo disse...

este fachin é pelego do pt ele apoiava o mst e fez campanha pra dilmalandra

Anônimo disse...

Lewandowski é novo relator de inquérito contra Aécio e Anastasia:

Inquérito apura repasse de R$ 6 milhões em vantagens indevidas da Odebrecht ao grupo político de Aécio nas eleições de 2014

Breno Lemos Pires, O Estado de S.Paulo
14 Junho 2017

BRASÍLIA - O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), é o novo relator do inquérito contra o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), o senador Antônio Anastasia (PSDB-MG), o deputado federal Dimas Toledo (PP-MG) e o ex-ministro Pimenta da Veiga, para apurar repasse de R$ 6 milhões em vantagens indevidas da Odebrecht ao grupo político de Aécio nas eleições de 2014. O objetivo é apurar supostos crimes de corrupção passiva, lavagem de capitais e corrupção ativa.

A pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e com o aval do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, determinou nesta quarta-feira (14) a redistribuição do inquérito, um dos 76 da "Lista do Fachin", antecipada pelo Estado no dia 11 de abril.

Fachin tinha recebido a investigação por prevenção, sem sorteio, por ter sido originado na delação da Odebrecht, que fazia parte das investigações relacionadas à Operação Lava Jato, da qual é relator. Mas concordou que não há conexão com a Lava Jato.

PS: Da mesma forma que Fachin concordou em redistribuir a investigação sobre aécio e anastasia, Pimenta da Veiga, todos do PSDB, etc. Sobre a Lista da Odbrech.

Anônimo disse...

Esse lewandovsk não é aquele cidadão que fatiou a constituição para manter as mordomias a dilma? Será que Aécio tá lascado?