Crise política eleva a cotação do dólar para R$ 3,31

O dólar fechou em alta nesta segunda-feira, com temores dos investidores com a cena política brasileira e o andamento das reformas no Congresso Nacional, segundo a Reuters.

A moeda norte-americana subiu 0,59%, a R$ 3,3115 na venda. Trata-se da maior cotação de fechamento desde 18 de maio (R$ 3,389). Veja a cotação do dólar hoje.

Bolsa
O principal índice de ações da bolsa paulista fechou em queda pela 3ª sessão seguida nesta segunda-feira, com investidores ainda cautelosos com o quadro político local, diante da crise que atinge o governo e ameaça o andamento de reformas no Congresso Nacional.
O Ibovespa recuou 0,82%, aos 61.700 pontos

4 comentários:

Anônimo disse...

pt ferrou o pais com a pior crise da historia ja sao mais de 14 milhoes de desempregados,lula mentiu sobre a divida, a divida está astronomica foi as alturas em 13 anos de pt- somando a interna e externa está em quase 5 trilhoes, a petrobras tambem despencou em valor era orgulho no governo fhc e com o pt hoje ta agonizando devendo mais de 500 bilhoes fora os prejuizos de bilhoes e bilhoes

Anônimo disse...

A queda nas Bolsas se deu pela absolvição do Temer pelo TSE.
Ninguen em sã conciência ainda quer este tipo de gente administrando o Brasil

Anônimo disse...

O que é mais vantajoso para se proteger dos ladrões, pagar 6,38% de IOF cobrado nas recargas de dólares em cartões pré-pagos, ou pagar taxa de 1,10% para a compra da moeda em espécie? Cá entre nós, 6,38% é um roubo legalizado, é ou não é?

Unknown disse...

Dá-lhe Novo Hamburgo... aproveitem a "olada" para exportar!!! Amanhã tudo é possível!!!