Artigo, Tito Guarniere - Brasil, campeão mundial de ações trabalhistas

Há certas estatísticas das quais se deve desconfiar. Mas elas ganham foro de verdade, se divulgadas por um ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso. Em evento de março, em Londres, ele revelou que o Brasil, tendo apenas 3% da população mundial, concentra 98% das ações trabalhistas do planeta. É estarrecedor. Já sabíamos que a cada ano três milhões de trabalhadores brasileiros ingressam com novas ações nos juizados trabalhistas do país.

Há alguma coisa de irremediavelmente distorcido nesse dado. Se você perguntar a um procurador do Ministério Público do Trabalho (MPT) a causa de tantas ações, ele terá a resposta na ponta da língua: a culpa é dos patrões, que não cumprem as obrigações trabalhistas. Não, definitivamente isso não explica tudo e nem é tão simples. Patrões no Brasil e no mundo querem pagar o menor salário e o menos possível de encargos sociais. Na exata e mesma medida que trabalhadores querem ganhar o máximo, trabalhando o mínimo.

Há um conjunto de razões particulares, só existentes no Brasil, que provocam a distorção.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

25 comentários:

Anônimo disse...

Também pudera, o que mais tem é empregador velhaco.

Anônimo disse...

Deve ser de tanta injustiça social, aqui as diferenças são brutais, viajando para paises como Austrália, você vê garson chegando para trabalhar de corolla novo, aqui o cidadão tem que implorar pelo vale transporte para andar no busão lotado.

Anônimo disse...

Mais um incauto que caiu na conversa de Barroso.

Confiram no link o desmonte da falácia do "Brasil campeão de ações trabalhistas".

https://jota.info/artigos/brasil-campeao-de-acoes-trabalhistas-25062017

LUIS SILVA disse...

JUSTIÇA DO TRABALHO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK UMA VERGONHA , SÓ MAMADOR DE SALÁRIO E BOTAR NO RABO DO EMPREGADOR...........

Anônimo disse...

Dá uma estudada na legislação trabalhista da Austrália que você vai entender melhor.

Anônimo disse...

se querem comparação com paises de 1° mundo paguem salario de 1° mundo com todas suas beneces.

Anônimo disse...

patrões de terceiro mundo(leia-se mentalidade),querem trabalhador de 1° mundo, mas querem pagar salario de 3° mundo

Anônimo disse...

Com maioria dos empregadores sonegadores em conluio com políticos corruptos, queríamos o quê ?

Anônimo disse...

A idiotia tomou conta da internet, basta ver os comentários das 10:42 e 10:59. Com certeza nunca foram empregadores, e nem chegarão a se-lo por incompetência e insuficiência cognitiva.O Brasil deve estar certo, e o resto do mundo errado, e nem se perguntam porquê. O gene da maldade empresarial habita aqui, e da candura dos empregados também. A solução é simples: punam as demandas irreais com sucumbência, e verão 90% das ações desaparecerem. Punam os advogados que demandam apenas na base do "se pegar pegou", e terão as demandas residuais justas, como em qualquer nação civilizada. A partir dai poderão extirpar este câncer chamada de justiça do trabalho e as catrefas que carrega consigo.

Anônimo disse...

ESSA É A MAIOR FALÁCIA QUE FOI LARGADA COMEÇOU EM 1999 QUANDO AFONSO CELSO PASTORE FALOR QUE OS EUA TINHA 75 MIL AÇOES TRABALHISTAS.

ESSE NÚMERO É A FALSA BASE QUE DEPOIS FOI SENDO ADOTADO.

CONFORME TOMEI CONHECIMENTO ATRAVÉS DE ESTUDO REALIZADO, APROFUNDADO, NOS EUA, ESSES 75 MIL CAUSAS DIZIAM RESPEITO À JUSTIÇA FEDERAL. SÓ QUE LÁ A JUSTIÇA FEDERAL RESPRESENTA APENAS3% DO TOTAL DE PROCESSOS. OS 97% RESTANTES ESTÃO NAS JUSTIÇAS ESTADUAIS DOS 50 ESTADOS, AS QUAIS RECEBEM A GRANDE MAIORIA DOS PROCESSOS TRABALHISTAS E ONDE NÃO HÁ ESTATÍSTICAS COMPLETAS, POIS CADA ESTADO POSSUI DIFERENTE LEGISLAÇOES.
ESTIMA-SE QUE NOS EUA HAJA PERTO DE 2 MILHÕES DE AÇÕES TRABALHISTAS ANUAIS E SENDO QUE MUITAS AÇÕES LÁ SÃO COM MILHARES DE RECLAMANTES.


NA ESPANHA CONSTA QUE SEJA, 1,6 MILHÕES DE AÇOES ANO, PARA UM PAIS COM UMA QUARTA PARTE DE TRABALHADORES DO BRASIL. NA ALEMANHA CONSTAM 700 MIL AÇOES ANUAIS E ONDE A IGNORANCIA NÃO IMPERA DE AMBOS OS LADOS.

PORTANTO ISSO É UMA GRANDE FALÃCIA.

Anônimo disse...

Já que voces ficam reclamando de patrões sonegadores, corruptos, exploradores, velhacos, abandonem os empregos e ponham seus próprios negócios. Gerem empregos, cumpram toda a parafernália trabalhista e acrescentem mais outras benesses que consideram merecedoras aos empregados. Depois voltamos a conversar.

Anônimo disse...

Sugiro que cada crítico da reforma trabalhista aproveite as facilidades de ser patrão, que explora seus trabalhadores, quer eficiência de primeiro mundo e pagar salário de terceiro, que abra sua própria empresa, contrate funcionários, pague todos os tributos e obrigações e então usufrua do lucro fácil e das benesses que é ter empresa no Brasil.

Unknown disse...

E tem um séquito de seguidores...
A despesa desta "justiça" é muito inferior aos valores efetivamente pagos na totalidade das indenizações trabalhistas sentenciadas.
E tem os Vogais(do empregador e do empregado)... que se aposentam com salário integral de juízes depois de cinco anos trabalhados!!!Em suma: Enfim, é UMA FARRA com dinheiro público(nosso)!!!

Unknown disse...

A primeira é a inversão do ônus da prova!!!
Uma aberração total!!!

Anônimo disse...

Esse é o tipo de artigo que as "viúvas do falecido Temer" divulgam para justificar inverdades. Um pouco dessa "ladainha" já foi desmentida no brilhante artigo: https://jota.info/artigos/brasil-campeao-de-acoes-trabalhistas-25062017#.WVOPNTigpwI.whatsapp
Como se divulgam conteúdos APÓCRIFOS na internet?

Anônimo disse...

Também, com 17.000 sindicatos queriam o quê? Brasil, País de Tolos.

Anônimo disse...

Um das razões sem dúvida. No Brasil, a impressão que dá, é que se prefere andar de pés tortos e se for possível, bem Currupira. Outro seria a quantidade de empresas que quebram de propósito, para abrirem depois em nomes de laranjas. Somos macunaímicos. Fazer o que dá na telha, não fazer o melhor.

Anônimo disse...

E os sindicalistas até aqui tentando defender sua reserva de mercado. Deixa eu explicar pro inocentes úteis entenderem. Mais e mais pessoas que tem empreendimentos estão evitando contratar novos funcionários, mesmo tendo necessidade e querendo aumentar seus empreendimentos. Pois o risco é alto demais! Contratar um novo funcionário é quase certeza de levar um novo processo nas costas, mesmo pagando tudo certinho. É absurdo o que esses advogados de sindicatos inventam pra tirar uma grana das empresas. E tudo é validado pelo MPT e juízes do trabalho. O que tem de empreendimentos fechando as portas por causa disso não é brincadeira! Enquanto essa gente fica usufruindo de seus altos salários no serviço público e imposto sindical, o desemprego aumenta a níveis assustadores. Então não se surpreenda se perder o emprego e tiver muita dificuldade de conseguir outro. Agradeça a esses crápulas por isso. Se deseja algum futuro em sua carreira, sugiro fortemente considerar o apoio à reforma trabalhista. Sem isso, sem futuro.

Anônimo disse...

Justica do trabalho deveria ter sido extinta 20 anos atras. Uma vergonha, sugam milhoes (1% do pib), juizes riquissimos com salarios, diarias e sinecuras mil.

Anônimo disse...

Primeiro arranja dinheiro para quem inicia na profissão, dinheiro rápido, de advogado, sanguessugas da população por nada produzirem de riquezas e criam todo tipo de problema para vida cotidiana neste Brasil através de leis que os beneficia no final se não no inicio.



Anônimo disse...

Aqui na Província de São Pedro temos um exemplo típico de empresário sério, tipo "gente do bem", ele ocupa a cadeira de vice governador (com letra minuscula mesmo, conhecido como Cairoli.
O Sul 21 reproduz uma manifestação do Ministério Público do Trabalho informando, em 22/10/14 o MPT recebeu denúncia contra o candidato a vice-governador José Paulo Cairoli.

O acolhimento da denúncia decorreu de uma manifestação do então candidato à vice governador, no YouTube em 2010, na qual o fazendeiro afirma que não cumpre leis trabalhistas em sua fazenda, como segue:

“Lá dentro da minha fazenda, isso a gente faz há horas. Só que não tem lei trabalhista, não tem nada. Tu remuneras, e pronto. E sem contrato. É no fio do bigode. Se tu produzir tanto, vai ganhar tanto por cento. É assim que funciona”.

Só não se saber o que aconteceu com a investigação...........

http://www.sul21.com.br/jornal/ministerio-publico-do-trabalho-instaura-processo-investigatorio-contra-vice-de-sartori/


Anônimo disse...

Trabalhador no Brasil so quer ter Direitos,Deveres,Zero

Anônimo disse...

Só para constar, aquilo que chamas de vogal, que na verdade é juiz classista, não existe faz mais de uma década. Informe-se sobre a materia

Anônimo disse...

A maioria dos casos não é de.inversão, mas de aptidão para a prova, com base no.fato de.que os registros da relação de trabalho fica a cargo do empregador

Anônimo disse...

Primeiro, tem lei aplicável sim. Dois, distribuição de lucro, que é o que parece ser, não é crime e, a rigor, não precisa de lei, bastando a vontade do empregador. Tem consequências, mas basta o patrão querer. Está mal explicada a origem.da.denúncia.