55% dos militares aposentam-se com menos de 50 anos

Os gráficos e tabelas ao lado também são do Estadão.

Esta reportagem assinada por Idiana Tomazelli, Estadão de ontem, baseia-se em levantamento do TCU sobre as Forças Armadas. 

Leia tudo:

O Tribunal de Contas da União (TCU) identificou que 55% dos militares das Forças Armadas se aposentam entre os 45 anos e os 50 anos de idade. O número revela grande disparidade com o INSS e até mesmo com o regime de servidores públicos civis da União, em que as concessões de aposentadoria se concentram entre 55 e 65 anos.

Embora a necessidade de tratamento diferenciado aos militares seja reconhecida por especialistas, pela natureza da atividade, críticos apontam problemas, como a contabilização de tempo fictício (que não foi efetivamente trabalhado) e o pagamento de benefício integral, uma distorção em relação a países como os EUA, que preveem valores proporcionais.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

34 comentários:

Anônimo disse...

Mas o PMDB está pagando propaganda no rádio e na TV para dizer que a reforma é necessária para acabar com as desigualdades. Tudo mentira.

Militares só deveriam se aposentar mais cedo em caso de guerra. Nos tempos normais trabalham menos do que os outros trabalhadores, não fazem quase nada, somente se auto consomem batendo continência uns aos outros o dia todo. Deviam se aposentar com mais o mesmo idade do que os trabalhadores que trabalham.

Mas os militares ficaram fora da reforma para facilitar a aprovação. Por trás desta reforma há muita propina e corrupção, e como o PMDB tem pouco tempo não pode se dar o luxo de fazer uma reforma justa.

Anônimo disse...

É preciso mexer neste vespeiro também. Ninguém, de sã consciência, ignora que a vida na caserna é até mais saudável que a do civil. Imaginar que as esporádicas atividades típicas ou próprias das FFAA possam exigir esforço maior a ponto de reclamar aposentadorias tão precoces, é até um deboche a qualquer um provido de dois neurônios. Vivem mais tempo aposentados do que de caserna, e isto não se admite mais. Exemplos no mundo inteiro existem para servir de modelo.

Anônimo disse...

Em nosso País de CASTAS, estes senhores aposentados antes dos 50 anos de idade fazem ainda concursos públicos, obtendo assim outra renda vitalícia e hereditária sem, neste último emprego, completar tempo de serviço, apenas idade.




Anônimo disse...

A lei atual prevê 30 anos de serviço para os militares. Começando aos 18 anos, completa 30 anos de serviço aos 48 anos. Portanto legal. Aos que não conhecem relato que as atividades são as mesmas para todos, por exemplo uma marcha de 24km, com mochila pesando entre 12 a 16 kg, é executada pelo jovem de 18 anos e um militar com 55 anos. São as especificidades da carreira. Os militares não reclamam, mas a coluna aos 55 anos sofre muito. Tempo fictício são as situações de vivência na selva amazônica, que limitam a convivência aos locais aonde servem, sem mobilidade, e sem a grande maioria de confortos de qualquer cidade do país. Comparar militares do Brasil com os dos Estados Unidos é distorção muito grande ou má fé. A jornada de trabalho de um militar com 30 anos de serviço equivale à 43 anos de serviço com a atual jornada conferida ao trabalhador brasileiro. Para informar com correção, convêm conhecer o assunto.

Anônimo disse...

Militar é funcionário público. Se houvessem guerras concordo plenamente que tivessem tantas regalias para a aposentadoria, porém tem uma vida bem menos atribulada do que a grande maioria dos brasileiros e até mesmo dentro do serviço público, portanto devem acabar imediatamente estes privilégios.

Anônimo disse...

ELES MERECEM conheço d perto a vida deles aqui assim como no mundo é -assim vivem em constante pressao expondo a vida , ficam em acampamentos no mato dias e dias sem comer direito sem dormir e longe de casa , tambem acampam dias para treinar tiro... tem muitos q viajam o tempo todo em compromissos pelo pais a familia fica sempre em 2 plano nao ganham hora extra nem FGTS, TRABALHAM Muito mais do que os demais trabalhadores ao longo da vida TIRam serviço nos quarteis ficando direto mais de 30 h e nao ganham hora extra eles tem q trabalhar o dia todo, dormir e emendar o outro dias sao mais de 30 h direto longe d casa entao nao podemos jogar pedras em nossos militares alem disto estao recebendo um miseria estao defasados o pt deixou as forças armadas na miseria assim como sucateou as sucateu nem gasolina nos carros tem é uma penuria jamais vista , salario de sargento q estuda 2 anos em internato fica sem dormir direito passa horas em treinamento fisico alem d estudar pilhas e pilhas de apostilas saem da escola ganhado apenas 4 mil é uma vergonha os salarios dos militares isto a midia nao mostra

Justiniano disse...

Essa turma ninguém tem coragem de mexer, por isso a previdência tá quebrada, aposenta com 45 anos e recebe em média por mais 30 anos, por isso que cortar 40% do efetivo.

Certo fez a Costa Rica que não possui nenhuma força armada, sobra muitos recursos para educação.

O que esses caras fazem dentro dos quartéis o dia inteiro????

Gostaria muito de saber.

Anônimo disse...

O detalhe que o gráfico não diz é que o servidor pagou adiantado ao governo o valor dos seus proventos de aposentadoria, de modo que o valor mencionado não é gasto do governo, mas DEVOLUÇÃO do dinheiro emprestado pelo servidor. Já os militares não contribuem para os seus proventos de aposentadoria. Sabia dessa?

Unknown disse...

E sem trabalhar...

Anônimo disse...

Militares brasileiros? kkkkkkk

Barrigudos, gordos, a imensa maioria proveniente de grotoes do Nordeste e RJ, se nao fosse incorporar as forcas armadas estariam trabalhando de marreteiro ou chapa nas estradas brasileiras.

Anônimo disse...

Não é a toa que os "militares de pijamas" querem a volta da Ditadura Militar ou que o Bolsonaro ganhe a eleição, só assim a mamata continua.

Anônimo disse...

Agora dá pra entender porque o "Villa Boas" sempre está de "boa" em cima do muro!

Anônimo disse...


VENTO NORTE DIZ:

tem muita gente aqui neste blog, q não tem muito conhecimento sobre as ATIVIDADES Q DESEMPENHAM OS MILITARES EM NOSSO PAÍS.

OS MORADORES RIBEIRINHOS LÁ PRO NORTE E NORDESTE, O ATENDIMENTO MÉDICO É FEITO PELA MARINHA, COM NAVIO COM ENES ATIVIDADE MÉDICAS:
QDO CAEM GRANDES PONTES, QUEM SOCORRE É O EXÉRCITO, E MAIS, AS FORÇAS ARMADAS SÃO A SEGURANÇA DE NOSSA PÁTRIA. JÁ TENTARAM CRIAR UMA TV, PARA MOSTRAR TODAS AS ATIVIDADES QUE ELES PRESTAM À POPULAÇÃO, NÃO PERMITIRAM. AS TVs TÊM MOSTRADO SEGUIDO NOS CASOS DE ENCHENTES, EPIDEMIAS, DENGUE E AÍ VAI...
E GRAÇAS A ELES Q HOJE NÃO ESTAMOS COMENDO O PÃO CUBANO, ETC.. ETC..
SAÚDE E PAZ A TODOS.

Anônimo disse...


PORTA DE CADEIA DIZ:

a previdência tá falida, devido O ROMBO DOS SONEGADORES Q NÃO REPASSAM OS DESCONTOS DOS TRABALHADORES AO INSS. SE SOMARMOS TUDO, CONFORME JÁ DISSE UM ECONOMISTA NA TV, ULTRAPASSA DE UM TRILHÃO.

Anônimo disse...

Só fala mal dos militares quem nunca serviu às Forças Armadas. O militar não ganha horas extras, bônus por produtividade, e de acordo com o juramento que faz propoe-se a dar a própria vida em defesa do País . A maioria dos militares sequer têm casa própria. Estão constantemente sendo removidos, às vezes no Oiapoque , outras vezes no extremo sul do País. É uma carreira nobre, atípica , sacrificada, cheia de restrições, mal remunerada ,que merece o apoio e reconhecimento de toda a sociedade.!!!

Anônimo disse...

Tá certo que o militar é exigido,não tem casa própria,é treinado sob condições adversas,etc.etc.
Concordo com tudo o que foi escrito sobre as atividades sacrificosas deles.
Mas nenhuma delas justifica a quebra das aposentadorias (leia-se INSS)dos
civis.
Se eles não têm hora extra,enfiam 30 Hs de vigilância,etc.etc.tudo bem.Faz parte do ofício da atividade militar.
Mas que eles não misturem INSS dos civis,com a previdência deles,que deveria ser própria deles.
E não,misturada com civis,onde lhes são dadas particulares vantagens com recursos daqueles que contribuem,e não desfrutam das mesmas vantagens.
E ainda se aposentam,fazem concursos,passam,se aposentam novamente.
Então,que se aposentassem,proibidos de concursos pertinentes aos civis.

Unknown disse...

O exército brasileiro é uma comédia:
- não são militares, são Barnabés;
- Um dos maiores orçamentos do mundo, só que ao invés de investir em tecnologia, gastam em pensões e salários;
- Tem um porta aviões desde 2002 estacionado e inoperante ao custo de milhões;
- Não tem experiência real de combate, só o que viram na tv;
- Não são respeitados, em Porto Alegre tem quartéis cercados de bocas de fumo;
- é um amontoado de desmilinguidos e barrigudos que não botam respeito em ninguém;
- São burocratas, lentos e preocupados em se ocupar com coisas inúteis e criar novas burocracias;
- Se aposentam antes e ganham diversas vezes mais que a casta inferior (ou seja, nós);
- Não protegem nem tem a menor condição de proteger o país.

Resumo, se cortassem as mamatas e a maior parte do efetivo, daria para investir em tecnologia e, talvez, tivessem alguma utilidade.

Joel disse...

SOU FUNCIONÁRIO PÚBLICO ESTADUAL E NÃO SOU CONTRA OS MILITARES SE APOSENTAREM ATÉ OS 50 ANOS ASSIM COMO ACHO QUE DEVERÍAMOS NOS APOSENTAR COM NO MÁXIMO 55 ANOS PARA PODER APROVEITAR BEM A VIDA.

Anônimo disse...

Aproveitar bem a vida?
Com o dinheiro dos outros que não vão poder?
Vai pra p.q.p.

Anônimo disse...

Mais saudável: stress, hierarquia, disciplina, não senhor, sim senhor, pede pra sair, sem fgts, morar em qualquer lugar, transferência de ofício, sobreaviso, escalas preta e vermelha, ronda, patrulha, operação na selva, sem hora extra etc.

Anônimo disse...

O stf proíbe e se fizer pode ser processado.

Anônimo disse...

Vc troca o seu emprego pelo serviço militar?

Anônimo disse...

Visite a unidade militar da sua circunscrição.

Anônimo disse...

Trocaria o seu trabalho pelo serviço militar?

Anônimo disse...

Leia os editais para ingresso nas ffaa. Obesidade existe depois quando há uma doença do militar e ele pode atuar na área administrativa se não estiver inválido.

Anônimo disse...

Se está de pijama já está aposentado e já recebe é direito adquirido.

Anônimo disse...

Para eles seria melhor separar.

Anônimo disse...

Barnabé não faz atividade física, o orçamento das ffaa é menor que das grandes potências, o porta aviões que eu saiba é coisa da época do pt, experiência de combate só se houvesse guerra, não são respeitados pq não querem mais o poder, os conscritos são humildes e franzinos ao contrário daqueles de carreira, a criação da burocracia militar existe no planeta, se aposentam cedo porque mão tem as regalias civis e não estão entre os maiores salários, não protegem o país pq não querem mais giverná-li e se quisessem poderiam. As ffaa estão diminuindo o efetivo e não há mamatas depois da ditadura.

Anônimo disse...

Não trabalham menos. Só não há guerra mas recentemente estiveram no Haiti e antes em Timor Leste.

Anônimo disse...


Quantos morrem no exercício da função?

Anônimo disse...

Anônimo das 19:01 , sou um civil , não sou filho de militar e não tenho Procuração para defendê-los. Servi ao Exército durante 5 anos, como Oficial Temporário. Sou Oficial da Reserva não-Remunerada do Exército, do que muito me orgulho. Os militares passam para a Reserva, ou aposentam-se mais cedo porque contam o tempo da Escola Militar, da Academia Militar, e o tempo de serviço na ativa, na tropa. Os Sargentos também contam , como tempo de serviço o tempo de Escola de Sargento das Armas e demais cursos. Todo o tempo de serviço militar é publicado em Boletins na Unidade em que servem e aposto em suas Folhas de Serviço Militar. Tudo muito fiscalizado , dentro dos critérios da Administração Pública. Pagam a sua Contribuição Previdenciaria Militar e aposentam-se com os vencimentos proporcionais ao que contribuiram quando na Ativa. Não há irregularidades , pois tudo é fiscalizado com rigor . E a vida , diferentemente do que pensam os que não conhecem a vida militar, é muito difícil e sacrificada .!!!

Anônimo disse...

É a compensação por enfrentarem tantas guerras......
Merecem um descanso maior.

Anônimo disse...

Anônimo das 00: 34 , procure dormir mais cedo. No próximo dia 12 de junho procure uma Unidade Militar e informe-se sobre as datas de alistamento. ALISTE-SE . Depois, comente aqui sobre a sua experiência .!!!

Anônimo disse...

o cara serve (aos 18 aninhos) entra para o exercito ou brigada militar. e com 43 aninhos fica aposentado.
quando entra nem filhas tem. Depois, com uma estupenda CONTRIBUIÇÃO de 2% (dois) por cento do salario, garante para cada filha a aposentadoria igual a do papai, até o fim da viva.
Então vejamos. O cara completou 18 anos em 2000.
Entrou no serviço e vai trabalhar até 2025. Vais estar com 18+25= 43 anos.
Vai viver até os 86 anos. Logo o salário máximo o acompanhará por outros 43 anos. começou ganhando 1.500 e finaliza com 16.000
Tem uma filha com 45 anos, que vai viver 86 anos. Logo vai receber a aposentadoria a partir dos 41 anos até os 85. Outros 44 anos de salario.
Então trabalhou 25 e o estado paga estes 25 + 43 + 44; ou 25 trabalhados + 87 anos de benefícios.
Legal. Vamos aumentar o icm, o pis, o cssl, e tudo o mais. resolvido o problema. Brasil de m3rd@