Temer monta Grupo de Trabalho para se aconselhar antes de promulgar ou vetar a nova Lei de Migração

O Ministro Ronaldo Nogueira participou da instalação de um Grupo de Trabalho formado pelos 20 integrantes do Conselho Nacional de Imigração (CNIg), presidido pelo Ministério do Trabalho, foi instalado nesta terça-feira, em Brasília, para discutir o projeto da nova lei de migração no Brasil. O texto já foi aprovado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado, mas ainda depende de sanção do presidente Michel Temer para entrar em vigor.


A primeira reunião do grupo será nesta quinta-feira, às 10h, quando serão definidas as pautas e o calendário de discussões.

7 comentários:

Anônimo disse...

Presidente, parabéns, estamos de olho.

Anônimo disse...

O trabalho que o Congresso e o Senado deveriam ter feito foi jogado nas costas do Temer.
Enquanto os Estados Unidos e Inglaterra pularam fora dessa encrenca dos imigrantes mulçulmanos, o Brasil abriu as portas. A União Europeia já está preparando enviar milhares de imigrantes para o Brasil.

Anônimo disse...


Os bandidos do Senado e da Câmara, do Planalto, do STE e do STE aprovam qualquer projeto para prejudicar o trabalhador brasileiro honesto.

Anônimo disse...


Os bandidos do Senado e da Câmara, do Planalto, do STF e do STE aprovam qualquer projeto para prejudicar o trabalhador brasileiro honesto.

Anônimo disse...

TEMER E' masson, ele vai aprovar a lei ainda avido q ela fosse pior ainda, ta tudo dominadao, fujam deste pais de merda

Fernando Bender disse...

Isso é um presépio. Se ele não aprovar derrubam ele. A mesma força que impõem a legalização de venda de terras para estrangeiros quer impor a lei de imigração, coo jah impôs a normatizxação educação e da saúde, com calendário de vacinação e currículo escolar universal.
Ou ele aprova, ou ele cai. Assim simples.

Anônimo disse...

Fernando Bender matou a charada.Temer também é um grande covarde e quer escapar das investigações pois é outro que está comprometido,tanto é que já está sendo articulado um prolongamento do mandato.