Sartori resolve chamar plebiscito para privatizar CEEE, Sulgás e CRM.

CLIQUE AQUI para ouvir a consistente e irrespondível fala do governador Sartori, esta tarde, ao explicar que do ponto de vista estrutural é inviável manter CEEE, Sulgás e CRM. "O Estado precisa fornecer mais e melhores serviços para o conjunto da população, sem perder tempo e dinheiro com aquilo que não ajuda o povo", disse Sartori.

Sem garantia de votos, Sartori resolveu submeter o caso ao escrutínio dos eleitores.

O governo gaúcho anunciou, nesta terça-feira, que a proposta de emenda constitucional (PEC) que acaba com a necessidade de plebiscito para a privatização da CEEE, Sulgás e CRM será retirada da ordem do dia na Assembleia Legislativa. 

O Piratini enviará à Assembleia pedido de autorização para realização da consulta pública.

O governo deve encaminhar o pedido de plebiscito até o dia 15 de junho para realizar a consulta ainda neste ano. Caso não consiga aprovar o projeto de decreto legislativo entre os deputados a tempo, o plebiscito será realizado somente no ano que vem.