Sartori avisa que vai aderir ao Plano de Recuperação Fiscal dos Estados

Após a aprovação do projeto de recuperação fiscal dos estados no Senado na quarta-feira, o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, divulgou comunicado no qual afirma que a medida “é mais um passo na caminhada em direção à sustentabilidade financeira”.

Após a aprovação pelo Senado, o projeto segue agora para a sanção do presidente Michel Temer. De acordo com o texto, as parcelas da dívida do estado com a União serão suspensas por três anos.
Para aderir ao regime de recuperação fiscal, os estados tinham que cumprir uma série de medidas, entre as quais estava a suspensão de contratações, diminuição de gastos e privatizações.

"
O que disse Sartori:

- Acompanhei todo o processo, dialogando com o governo federal, com deputados e senadores, especialmente os da Bancada do Rio Grande do Sul. Seguirei acompanhando o andamento do processo, a sanção e, posteriormente, encaminharemos para apreciação da Assembleia Legislativa. Vamos decidir, com muita transparência e seriedade, a adesão ou não ao Regime de Recuperação Fiscal.

4 comentários:

Anônimo disse...

Ridículo, vai conseguir sustentabilidade financeira arrolando sua dívida com o juro mais alto.

Volta pra roça polenta.

Anônimo disse...

Bom dia
Se depender da AL não passa.
Adios Amigos Gringo e Temer.

Anônimo disse...

Antes tem que passar pela Assembleia. E quem a essa altura do campeonato vai colocar sua digital em uma proposta que congela salários e concursos para policiais e professores?
O Governador não consegue, atualmente, aprovar nem leis ordinárias, que dirá projetos polêmicos.
Vai ficar só na vontade kkkk

Anônimo disse...

tem que verificar, o maior doador do polenta é a JBS....ai pode ter rolo também.....