Richa demite CFO da Copel que defendeu menor distribuição de dividendos

O Governador do Paraná botou na rua o CFO da Copel, Luiz Eduardo da Veiga Sebastiani, que havia defendido uma distribuição de dividendos mais conservadora opondo-se aos interesses do Estado, controlador da empresa.

Ainformação é da newsletter diária do site Brazil Journal, do publisher Geraldo Samor:

Saiba quem é o sucessor, segundo a nota:

O sucessor, Adriano Rudek de Moura, foi eleito ontem em reunião extraordinária do conselho. Moura tem 34 anos de experiência na área financeira e fez boa parte de sua carreira na Electrolux, onde ocupou, nos últimos 14 anos, a função de vice-presidente financeiro, administrativo e de RI para toda a América Latina.

Nenhum comentário: