Refis, agora sem jabutis, terá que ser discutido e votado de novo na Câmara e no Senado

CLIQUE AQUI para muito mais informações sobre o novo Refis.

O presidente do Congresso, e nesta qualidade, Eunício Oliveira, reenviou nesta segunda à Câmara dos Deputados a medida provisória que institui o novo Refis, programa de renegociação de dívidas de impostos de pessoas físicas e jurídicas. Foi mantida a decisão de retirar os chamados "jabutis" incluídos no texto, itens aprovados pela comissão de parlamentares que discutiu o Refis, mas que não têm relação com o conteúdo original da proposta do governo. A proposta já estava numa Comissão Mista do Congresso, mas agora terá que ser votada na Câmara e depois no Senado.

Segundo levantamento da TV Globo, com base em dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), mais de um terço dos deputados e senadores que propuseram mudanças na medida provisória se beneficiam das alterações (veja esquema do Refis em discussão, segundo quadro do JN de ontem, ao lado, à esquerda).

Quadro comparativo, ao lado, reprodução do JN de ontem a noite, mostra a proposta do governo sobre o novo Refis e o que foi aprovado pela comissão 

Um comentário:

Anônimo disse...

É A PONTE PARA O FUTURO!

Ué, mas não bastava apenas tirar o PT do poder que aí tudo se ajeitaria no país?

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!