Protestos em SP e Brasília defendem veto à nova Lei para Estrangeiros

Ao lado, protesto de ontem a noite na avenida Paulista. Em Brasília, ativistas do NaRuaBrasil estiveram diante do Palácio do Planalto.

O editor recebeu informações e imagens de duas manifestações que ocorreram ontem a noite, uma em Brasília e outra em São Paulo, mas ambas defendendo veto imediato à Lei de Migração aprovada pelo Congresso e que está sob avaliação do presidente Michel Temer. Ele tem prazo até24 de maio para sancionar ou vetar.

A nova Lei, iniciativa do senador e atual chanceler Aloysio Nunes Ferreira, escancara as portas para que terroristas islâmicos e imigrantes indesejados ingressem livremente no Brasil.

Ontem a tarde, o presidente passou a notícia de que pediu informações às Forças Armadas e Policiais para decidir melhor que artigos vetará.

CLIQUE AQUI para ler reportagem "Após protestos,Temer deve vetar partes da nova Lei de Migração", Folha.

20 comentários:

Anônimo disse...

Só para lembrar o hoje ministro da justiça, Aloysio Nunes,autor da bondosa lei de imigração, que garante aos imigrantes muçulmanos mais direitos que aos próprios Brasileiros, era guerrilheiro e motorista do comunista e guerrilheiro mariguela. Acredito que isso explique muita coisa.

sempre mais disse...

Até "Secretaria Islâmica já existe dentro do Palácio do Planalto.

sempre mais disse...

Até "Secretaria Islâmica já existe dentro do Palácio do Planalto.

Anônimo disse...

protesto da escoria fascista

Anônimo disse...

Não oferecemos qualidade de vida aos brasileiros, vamos deixar entrar livremente todo mundo que queira entrar aqui, sem qualquer critério ??

Luiz Oliveira disse...

Se essa lei for sancionada do jeito que foi aprovada no congresso, seria o fim do Brasil como nação soberana.

Anônimo disse...

O "BRIMO TEMER" acha que a violência no Brasil AINDA não está COMO O DIABO GOSTA!!! E para que o BRASIL fique como o DIABO GOSTA, o "BRIMO TEMER" está abrindo as porteiras para encher o Brasil de "BRIMOS ÁRABES", quando virão
juntos em seu PACOTE DE IMIGRAÇÕES bandos de TERRORISTAS ÁRABES, para dar
aulas de DEGOLA aos bandidos brasileiros, que por enquanto se contentam apenas
em matar a bala os cidadãos. Com o "BRIMO TEMER" não se brinca, ele quer
colocar o Brasil rapidamente como "CAMPEÃO MUNDIAL DA CRIMINALIDADE"!

Anônimo disse...

Podemos confiar nesse Congresso? Esse Congresso representa o povo ou seus proprios interesses? Qual foi o Loby que rolou para esse projeto ser aprovado no Congresdo brasileiro.Há muitas perguntas no ar que devem ser respondidas, ou investigadas.Tá ou não cheirando feijão queimado?

Anônimo disse...

Cristãos da America Latina,em especial os brasileiros ,preparem suas gargantas porque o islã está chegando.Isso é o que dizem os que já estão aqui,abrindo caminho para que outros doentes e fanáticos venham,graças a ajudinha dos corruPTos do poder.A situação deixou de ser "russa",e agora está ficando"islamica".Se deixarmos como está,em menos de 20 anos a burka será obrigatória.Um milionário árabe já pediu para a FIFA proibir que atletas façam o sinal da cruz.
Ninguém pode reclamar.Muamar Gadafi avisou:A Líbia é a última barreira
entre o islã e o ocidente,então não mexam com nós.Não lhe deram o valor que ele tinha e o resultado já aparece na Europa e está se alastrando para o resto do mundo.

Anônimo disse...

Fascismo era de esquerda seu ignorante fdp... e essa turcalhada nojenta que vá se F... num deserto bem longe daqui

Anônimo disse...

SIÃO QUER ACABAR COM AS PÁTRIAS!

sempre mais disse...

Mais bolsas, mais prejuízos para brasileiros, não,aguento mais sustentar vagabundo brasileiro e muito menos esses que virão impor seu modo de vida. Q se danem!!!

sempre mais disse...

Já temos bandidos e criminosos demais neste país. Chega! Tem quem defende a entrada desses verdadeiros fascistas no país, esses adeptos que os acolham em suas casas junto com suas mulheres e filhas. Claro , sem precisar do meu imposto para isso. Ah.,,,assim eles não querem! Precisam dos idiotas pagadores de impostos para isso. Quem deseja essa gentalha aqui odeia o BRASIL.

Anônimo disse...

Bolsonaro foi acusado por indisciplina e deslealdade no Exército:

Ex-capitão chegou a ser considerado culpado por um Conselho de Justificação formado por três coronéis, mas foi absolvido pelo STM

Zero Hora. 15/05/2017.Rafaela Martins/Agencia RBS

Bolsonaro foi acusado por indisciplina e deslealdade no Exército

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) admitiu, em 1987, que cometeu atos de indisciplina e deslealdade em relação aos superiores no Exército. Conforme reportagem do jornal Folha de S.Paulo, que obteve a documentação com os dados da Superior Tribunal Militar (SMT), o então capitão foi acusado por cinco irregularidades e chegou a ser considerado culpado por um Conselho de Justificação formado por três coronéis, em uma espécie de inquérito.

O caso, no entanto, chegou ao STM, onde Bolsonaro foi absolvido por oito votos a quatro. Bolsonaro foi julgado por ter escrito um artigo à Revista Veja, em 1986, sem pedir autorização dos superiores. No texto, ele defendia o aumento dos salários pagos às tropas. O ex-capitão também foi investigado por ter afirmado à mesma publicação, meses depois, que ele e outro oficial planejavam um ataque a unidade militares do Rio com bombas-relógio.

Em reportagem publicada pela Veja, na época, Bolsonaro explicava como se constrói uma bomba-relógio e dizia que o plano envolvia apenas "a explosão de algumas espoletas". A revista também divulgou esboços atribuídos ao ex-capitão.

Ao Conselho de Justificação e ao STM, Bolsonaro negou ter planejado qualquer ataque com bombas e citou dois testes grafotécnicos que resultaram inconclusos. Uma perícia da Polícia Federal (PF), entretanto, apontou que as anotações sobre o plano com bombas pertenciam a ele. A conclusão serviu como base para a decisão que o considerou culpado no Conselho de Justificação. No STM, o ex-capitão reconheceu a autoria do artigo, mas negou o plano envolvendo as bombas. Ele foi absolvido meses depois.

Os documentos obtidos pela Folha apontam que o deputado federal chegou a ser preso por 15 dias por "ter ferido a ética, gerando clima de inquietação na organização militar". Em 1987, Bolsonaro assinou um documento em que reconheceu ter cometido uma "transgressão disciplinar".

Procurada, a assessoria de imprensa de Bolsonaro afirmou que a reportagem "é idiota e imbecil" e perguntou "quem estava pagando" pela matéria. O assessor do deputado ainda disse que a "pauta é uma merda" e não quis anotar o telefone de contato do repórter para dar a versão do deputado sobre o tema. O parlamentar não se manifestou.

PS: Se Lula e Dilma, que não foram militares e tiveram a ficha montada pelo Regima militar a direita diz horrores, o que dirão de Bolsoraro, cujs dados são "oficiais" do STM? Subversivo? Vagabundo? Criminoso? psicopata?

Anônimo disse...

Bolsonaro foi acusado por indisciplina e deslealdade no Exército:

Ex-capitão chegou a ser considerado culpado por um Conselho de Justificação formado por três coronéis, mas foi absolvido pelo STM

Zero Hora. 15/05/2017.Rafaela Martins/Agencia RBS

Bolsonaro foi acusado por indisciplina e deslealdade no Exército

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) admitiu, em 1987, que cometeu atos de indisciplina e deslealdade em relação aos superiores no Exército. Conforme reportagem do jornal Folha de S.Paulo, que obteve a documentação com os dados da Superior Tribunal Militar (SMT), o então capitão foi acusado por cinco irregularidades e chegou a ser considerado culpado por um Conselho de Justificação formado por três coronéis, em uma espécie de inquérito.

O caso, no entanto, chegou ao STM, onde Bolsonaro foi absolvido por oito votos a quatro. Bolsonaro foi julgado por ter escrito um artigo à Revista Veja, em 1986, sem pedir autorização dos superiores. No texto, ele defendia o aumento dos salários pagos às tropas. O ex-capitão também foi investigado por ter afirmado à mesma publicação, meses depois, que ele e outro oficial planejavam um ataque a unidade militares do Rio com bombas-relógio.

Em reportagem publicada pela Veja, na época, Bolsonaro explicava como se constrói uma bomba-relógio e dizia que o plano envolvia apenas "a explosão de algumas espoletas". A revista também divulgou esboços atribuídos ao ex-capitão.

Ao Conselho de Justificação e ao STM, Bolsonaro negou ter planejado qualquer ataque com bombas e citou dois testes grafotécnicos que resultaram inconclusos. Uma perícia da Polícia Federal (PF), entretanto, apontou que as anotações sobre o plano com bombas pertenciam a ele. A conclusão serviu como base para a decisão que o considerou culpado no Conselho de Justificação. No STM, o ex-capitão reconheceu a autoria do artigo, mas negou o plano envolvendo as bombas. Ele foi absolvido meses depois.

Os documentos obtidos pela Folha apontam que o deputado federal chegou a ser preso por 15 dias por "ter ferido a ética, gerando clima de inquietação na organização militar". Em 1987, Bolsonaro assinou um documento em que reconheceu ter cometido uma "transgressão disciplinar".

Procurada, a assessoria de imprensa de Bolsonaro afirmou que a reportagem "é idiota e imbecil" e perguntou "quem estava pagando" pela matéria. O assessor do deputado ainda disse que a "pauta é uma merda" e não quis anotar o telefone de contato do repórter para dar a versão do deputado sobre o tema. O parlamentar não se manifestou.

PS: Se Lula e Dilma, que não foram militares e tiveram a ficha montada pelo Regima militar a direita diz horrores, o que dirão de Bolsonaro, cuja dados são "oficiais" do STM? Subversivo? Vagabundo? Criminoso? psicopata?

Anônimo disse...

protesto de quem mestre polibio braga-de meia duzia de mortanndelas, ja tivemos uma terrorista na presidencia, hehheh

Anônimo disse...

Antes da lei morriam só quase 100 mil brasileiros por morte com armas de fogo. Depois da lei da NOM, com certeza, esse número vai dobrar e as novas mortes serão por explosão.

Anônimo disse...

Os brasileiros já estão ferrados: falta emprego, segurança, saúde e muito mais. E ainda vão deixar entrar livremente os imigrantes e terroristas para concorrerem com os brasileiros? Tendo mais regalias do que os brasileiros? Que absurdo! Que vete tudo!

Anônimo disse...

o Juan Wilis vai visitar a Arabia?

Anônimo disse...

Vai aprender o que é fascismo antes de cagar pela boca!
Os brasileiros se fudendo aqui e estes políticos fdp dustribuindo esmola com o dinheiro pauperrimo do nosso bolso.
Escoria!