Opep continuará reduzindo produção para conter queda dos preços do petróleo

Com o objetivo de conter a queda dos preços do petróleo, a Opep decidiu ontem prolongar o acordo de redução da oferta da commodity por mais nove meses, até março de 2018. Este compromisso do grupo com a implementação dos cortes tem até superado o esperado pelos mercados nos últimos meses. A manutenção desse controle da disponibilidade do produto, por sua vez, coloca-se como vetor fundamental para conter o acúmulo de estoques globais, uma vez que a produção dos Estados Unidos tem crescido mais do que o previsto. E, por ora, o crescimento da oferta norte-americana de petróleo não deve ser interrompido, apesar de já haver alguns sinais de que a produção pode estar se aproximando do limite da capacidade. 

Diante disso, economistas como os do Bradesco, que mandaram a análise acima ao editor, acreditam que os preços do petróleo deverão permanecer no intervalo entre US$ 50 a US$ 55/barril no restante deste ano.

Nenhum comentário: