Oi investe no mercado empresarial gaúcho

A Oi está reforçando os investimentos no Rio Grande do Sul com a prospecção de novos parceiros de negócios para abertura de franquias no mercado Empresarial em 12 cidades gaúchas: Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Gramado, Ijuí, Osório, Passo Fundo, Pelotas, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Santa Rosa, Santo Ângelo e Uruguaiana. Os interessados devem entrar em contato pelo e-mail: ld-franquias@oi.net.br

As Franquias Empresariais da Oi estão selecionando consultores e supervisores de vendas para atuarem em todo o país. Ao todo, são cerca de 800 vagas (50 somente no RS) que terão início após a conclusão do processo seletivo. . Mais informações no site www.vagas.com.br/ Consultor de Vendas     – 1505987/ Supervisor de Vendas   – 1506001

A Oi investiu mais de R$ 301,8 milhões no Rio Grande do Sul em 2016, o que representa crescimento de 23,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. No Estado, a Oi conta com mais de 4,5 milhões de clientes, além de 158 mil hotspots da rede Oi Wifi.

Um comentário:

Anônimo disse...


Senhores deputados federais,


Vocês conseguem ouvir o trabalhador brasileiro?

Os trabalhadores brasileiros estão roucos de gritar.

Não à Reforma da Previdência

Não à adesão compulsória à Previdência Pública

NÃO ao PL dos IMIGRANTES


Porque o governo Temer está distribuindo nosso suado dinheiro, doando 100 bilhões de reais para as Teles, com os deputados em troca de apoios, com o aumento de novos ministérios, criando Lei para favorecer imigrantes, um exército de mercenários desempregados.

Contra o povo, governo Temer faria bem aos deputados se VETAR a nova lei contra nós, os brasileiros, que nos fere de morte, ao sustentar e incentivar a importação de bandidos das FARCs, do EI e do mundo inteiro.

NÃO À LEI TERRORISTA DE ADOÇÃO DE IMIGRANTES ARMADOS, BANDIDOS, SUSTENTADOS POR NÓS O POVO BRASILEIRO!

O governo Temer age como um inimigo do povo roubado, importando e sustentando imigrantes com direito a tudo que os brasileiros não recebem, mesmo tendo pago porisso, compulsoriamente.

Vamos fazer um negócio, deputados federais?

Trocamos os nossos votos em 2018 pelos votos de vocês contra a reforma da previdência, porque Temer não tem legitimidade.

Temer sacrifica, ataca o povo brasileiro. Diz uma coisa e faz outra. Diz que o Brasil não tem dinheiro mas age distribuindo um dinheiro que diz não existir.

Vocês deputados precisam aconselhar Temer a vetar o PL da Imigração, feita cheia de brechas legais, com concessões de privilégios aos estrangeiros, sem consultar nosso povo , o único sacrificado a sustentar os imigrantes!

2018 está muito perto!
Seja esperto!