Michel Temer reage mal, mas depois admite que babá pode estar sendo paga com dinheiro público

Ao contrário da sua antecessora,Dilma Roussef, que pagava R$4 mil mensais para uma governanta (a mídia não se interessou em saber a serviço de quem ela trabalhou) e dos R$ 50 mil que pagou durante 2010 e 2014 para seu cabeleireiro, sempre usando dinheiro de propina (delação de João Santana), o presidente Michel Temer parece ter usado dinheiro público para pagara babá do seu filho de oito anos.

Ele reagiu irritado diante da revelação do jornal O Globo, dizendo que se sentia ultrajado, mas acabou admitindo que "talvez" a informação seria verdadeira e que, neste caso, seria corrigida.

O presidente Michel Temer comentou, em entrevista a emissoras de rádio, a informação de que a "babá" de seu filho Michelzinho está lotada em cargo de confiança pelo Palácio do Planalto.


— Se a funcionária não puder atuar lá em casa, isso vai ser alterado — disse