Mercado revisou para baixo inflação e para cima o PIB.

O mercado, mantendo a tendência das últimas semanas, revisou para baixo suas projeções para a inflação deste ano e voltou a revisar para baixo as expectativas para 2018, segundo as estimativas coletadas até o dia 12 de maio e divulgadas há pouco pelo Relatório Focus do Banco Central. 

Inflação - As expectativas para o IPCA caíram de 4,01% para 3,93% para 2017 e de 4,39% para 4,36% para 2018.

PIB - A mediana das projeções para o crescimento do PIB foi revisada ligeiramente para cima, de 0,47% para 0,50%, para este ano e seguiu em 2,50% para 2018.

Juros - Sem alterações em relação à última semana, a mediana da taxa Selic permaneceu em 8,50% para o final de 2017 e de 2018.

Câmbio - Por fim, a mediana das expectativas para a taxa de câmbio subiu de US$/R$ 3,23 para US$/R$ 3,25 para o final deste ano e foi ajustada de R$/US$ 3,40 para R$/US$ 3,36 para o final do próximo ano.

2 comentários:

Anônimo disse...

O Brasil está sendo colocado nos trilhos depois de 13,5 anos de Puro Tsunames desatrosos.

Anônimo disse...


VOTO IMPRESSO JÁ EM 2018.
URNA ELETRÔNICA = FRAUDE DE 2014

É uma INJUSTIÇA contra os trabalhadores urbanos manter a PREVIDÊNCIA RURAL, com seus PRIVILÉGIOS E DÉFICITS ACIMA DE 100 BILHÕES, na mesma conta da PREVIDÊNCIA URBANA, que está sendo ROUBADA pelo PT-PMDB-PP, MST, FARCs, pelos fraudadores do MTST, que se inscrevem na PREVIDÊNCIA RURAL, são urbanos, e nunca escutaram um galo cantar!