Janot está criminalizando a política’, diz Celso Três

Em entrevista a Luiz Maklouf Carvalho, Estadão, o procurador gaúcho, que em SC notabilizou-se ao investir contra o monopólio da RBS, elogia a Operação Lava Jato, mas propõe ajustes na atuação da força-tarefa. Celso Três voltou há algum tempo ao RS e agora dá expediente em Novo Hamburgo.

Maklouf é um homem de esquerda, mas é bom jornalista. Foi ele quem apresentou ao público a então menina Lurian, a filha bastarda de Lula. 

Eis a entrevista completa:

“Não fui convidado (para integrar a força-tarefa da Lava Jato) e por isso continuo por aqui”, diz o procurador da República Celso Antônio Três em sua sala do Ministério Público Federal (MPF) de Novo Hamburgo, a 48 quilômetros de Porto Alegre. 

(...)

Como o sr. está vendo a atuação de seus colegas procuradores na força-tarefa da Lava Jato?
Os colegas que estão fazendo a Lava Jato já têm um lugar na história – porque realmente é uma grande obra, e merecem todos os louvores. Mas aí vem a maneira de fazê-lo, e isso faz toda a diferença.
O que é que vai mal com a maneira de fazer?
A forma de conduzir. A título de punir ato de corrupção de políticos, o nosso chefe, procurador-geral da República, Rodrigo Janot, está criminalizando a política. E política continua sendo a alma do estado democrático de direito.
Explique melhor.
Essa generalização dissemina a desconfiança no exercício da política. Não tem corrupção no Ministério Público? Tem. Menor, mas tem. O que nós vamos fazer? Entrar com uma ação para acabar com o Ministério Público? Não. Ora, o partido é essencial num estado democrático. Quem tem de responder são as pessoas físicas.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

12 comentários:

Anônimo disse...

Véio gagá,tá magoadinho pq não foi convidado é? Pede prá sair!

Anônimo disse...

Os políticos destruíram a política tornando-a criminosa. Fizeram dela um meio profissionalizante, onde a busca é pelo poder, e pelo assalto ao dinheiro público, esse farto e sem controle. Somente o povo pode reverter essa situação que a cada dia se agrava mais em nosso país.

Anônimo disse...

"Quem tem que responder são as pessoas físicas".
Boa!

Anônimo disse...

O PT se prepara para a guerra

http://www.oantagonista.com/posts/o-pt-se-prepara-para-a-guerra#comentarios

Anônimo disse...

Esquerdista é e será, sempre, esquerdista. Como Janot está "criminalizando a política"? Por enquanto ele não fez a metade do que deveria ter feito. O papel dele é investigar. Como isso criminaliza alguém?

Anônimo disse...

Mais um com distorção de conceitos, diga - se esquerda dando aula sobre política. Na Idade Média o idiota da aldeia era escondido; no tempo atual, com a Internet, qualquer idiota pode postar um "tratado", já dizia Humberto Eco. Este cidadão não se deu conta que a política no Brasil é gerenciada e comandada por criminosos, os quais, aparentemente é "ingenuamente ", está defendendo. Chega de dar espaço para este tipo de gente.

Anônimo disse...

o que se faz com um partido que tem praticamente toda a sua alta cupula acusada, alguns condenados e envolvidos nos crimes denunciados pelo MP?

é esse tipo de partido que tem de continuar?

se os capas-pretas do partido cometeram crime, o partido que pague o preço junto, que se exploda...

partidos nao estao acima da lei....

Anônimo disse...

...e ainda por cima, pinta o cabelo com Grecim 2000! kkkkk...

Mordaz disse...

A Mafia também é uma boa idéia. A Cosa Nostra. O que prejudica são os seus membros. Pode? Os partidos estão mostrando que são organizações criminosas altamente sofisticadas. Isto que apenas se trata de um ramo da cidadania.

Anônimo disse...

Suas palavras apenas em tese as aceito. Não é dificil concordar que partidos são essenciais à democracia. Porém, constitucionalmente também podem ser criminalizados e extintos, e nisso erra. A mãe de todas as reformas é a política, e essa, somente numa constituinte exclusiva será feita. Os ladrões de galinha nunca entregarão a chave do galinheiro. Monarquia parlamentarista com voto distrital é a solução, sonhada, mas distante da nossa realidade sócio-econômica-cultural.

Anônimo disse...


Como que é? ..."Se você (janot?) desmoraliza o político"??
Ora, nesse mar de lama e de roubalheira do dinheiro dos impostos pagos pelos brasileiros decentes, o que ocorre é a auto desmoralização, assumida pelos próprios políticos, corruptores e afins, a maioria de cabelos brancos... incapazes de respeitar a si próprios. Em consequência, se ocorre a criminalização da política, é fruto da ladroagem imposta pelo mesmo grupo, que são os responsáveis pelos desmandos até aqui e que conseguiu envergonhar e colocar a NAÇÃO, de joelhos.

Anônimo disse...

Esse Três tem que virar Quatro ou Cinco para começar a ter um pouco de coerência. Ninguém, nem mesmo Janot, tá querendo acabar com a politica: o que se está querendo - e este é um desejo do povo brasileiro - é retirar de circulação politicos e partidos envolvidos com a corrupção até o pescoço! Se o PT, o partido que criou no Brasil a Corrupçao Sistêmica, fez alguma coisa de boa para o país, desfez tudo ao cubo nesses últimos 14 anos! Cometeu crimes que merecem ser punidos pela lei vigente do país. Simples assim. O TSE prevê a extinção de partidos, em funçao de determinados crimes, logo o legislador já previa tudo isso. Três continua o comunista falacioso de sempre. Ridículo.