Inflação do IGP-DI registra forte deflação (abaixo de zero) em abril

Os dados mais recentes de inflação seguiram surpreendendo para baixo as expectativas do mercado, reforçando a visão dos economistas do Bradesco de que o IPCA encerrará o ano abaixo da meta, com alta de 3,7% em 2017. 

O IGP-DI caiu 1,24% em abril, de acordo com os dados divulgados há pouco pela FGV, abaixo da mediana das expectativas dos analistas do mercado (-1,04%). A desaceleração em relação a março foi generalizada dentre seus grupos. A deflação do IPA agropecuário foi acentuada entre março e abril, ao passar de uma queda de 2,09% para outra de 4,10%. No mesmo sentido, o IPA industrial recuou 1,19% neste mês (ante variação negativa de 0,30% na leitura anterior), refletindo principalmente a queda de 9,5% do preço do minério de ferro. O IPC também apresentou desaceleração, passando de uma alta de 0,47% para outra de 0,12%. Por fim, o INCC reverteu a elevação de 0,16% em março, ao cair 0,02% em abril. Para o IGP-M de maio, espera-se continuidade da deflação, ainda impulsionada pela queda dos preços dos produtos agrícolas no atacado e do minério de ferro, porém menos intensa que a apresentada no resultado de hoje.

CLIQUE AQUI para saber quando há deflação.

2 comentários:

Anônimo disse...

A nova dieta do brasileiro : Minerio de ferro e soja...beleza.. já aquilo que precisamos como alimentos, roupas e remedios estão cada vez mais caros...

Unknown disse...

******E**S**T**A**G**F**L**A**Ç**Ã**O******