Entrevista a Istoé, Roberto Jefferson - A Lava Jato é o atestado de óbito do PT

 Na entrevista a seguir, a jornalista Débora Bergamasco conta na Istoé de hoje que o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, foi próximo do ex-presidente Lula até 2006 e onze anos e um mensalão depois, ele aposta que o petista não voltará à Presidência e que, “se voltar, voltará para o ódio”. Em 2005, Jefferson teve seu mandato cassado na Câmara por quebra de decoro parlamentar, ao mentir a seus pares em CPI. Depois, foi condenado a sete anos de prisão pela Justiça por crimes no mensalão, o esquema de corrupção do governo Lula que o petebista denunciou.

Leia a entrevista:

Há um temor que a classe política, de uma maneira geral, esteja se unindo em torno de um entendimento de que seria melhor para todos os partidos o arrefecimento da Lava Jato. O senhor acredita que isso pode ser feito?
Não pode ser feito. A sociedade não aceita. Uma gravíssima crise vai se instalar se tentarem impedir o avanço das investigações e das sentenças. É um grave equívoco. O PT está com suas lideranças envolvidas e a gente até entende que eles queiram tentar esvaziar a operação. Porque a Lava Jato é um atestado de óbito para todo o discurso que o PT praticou durante a sua existência. Mas não creio que o PSDB queira fazer parte de um grupo que vai conspirar contra a Lava Jato. O PTB não ficará a favor disso. O meu partido não vai apoiar qualquer tentativa de se esvaziar a Lava Jato.

CLIQUE AQUI pra ler tudo.

7 comentários:

Anônimo disse...

Não podemos esquecer que este sujeito é um ex presidiário que foi flagrado - filmado- recebendo dinheiro roubado dos Correios.
Se este ladrão é um ídolo da extrema direita, eu nem discuto

Anônimo disse...

Roberto Jefferson era mais um quadrilheiro a serviço do partido de Lula, mas ninguém tem culpa de brigas dentro da quadrilha, como com Roberto Jefferson ou com Celso Daniel.

Anônimo disse...

Deixa de ser cretino este é ladrão de galinha se comparar com a quadrilha que se apossou do Palácio do Planalto. Deixa de ser mal-intencionado.

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Como dar crédito a um sujeito apanhado com CINCO MILHÕES DE REAIS mal havidos em razão do que cumpriu pena de prisão?
Para ti e teus propósitos assim como aos que sustentam teu blog tudo vale não é mesmo Políbio?

Anônimo disse...

LULLA DISSE A MORO QUE NÃO MANDA NO INSTITUTO LULLA.

SE ADVOGADOS DE LULLA ENTRAREM COM RECURSO PARA LIBERAÇÃO DO FECHAMENTO, ESTARÁ CONFIGURADO QUE LULLA MENTIU DE NOVO.

ACHO QUE FOI TIPO 'UMA PAGADINHA' PARA LULLA. VEJAMOS.

Anônimo disse...

Pior que o ex- Deputado Federal "cassado", ladrão "réu confesso" e ex-presidiário Roberto Jefferson é Presidente do PTB Nacional. O PTB do RS tem grandes quadros, como permitem uma coisa dessas?

Anônimo disse...

Não e o cara que deu o inicio....so por isso já merece credito...