Empresário diz a Moro que PT (Vaccari) cobrava propina 'obra por obra". Dinheiro sujo ia todo para o PT.

Nesta ação penal, diferente da que Lula seráinterrogado nesta quarta, o Ministério Público Federal (MPF) acusa o ex-presidente Lula de receber como propina um terreno onde seria construída a nova sede do Instituto Lula e um imóvel vizinho ao apartamento do petista, em São Bernardo do Campo (SP). De acordo com a força-tarefa da Lava Jato, esses imóveis foram comprados pela Odebrecht em troca de contratos adquiridos pela empresa na Petrobras. Lula responde, neste processo, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Outras sete pessoas também são rés

O empresário Ricardo Pessoa, ex-presidente da UTC, disse em depoimento nesta segunda-feira que as tratativas para os pagamentos de propina referentes a obras da empreiteira na Petrobras eram feitas exclusivamente com o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto. “Eu me reunia sistematicamente com o Vaccari no meu escritório, na UTC em São Paulo, e eu fazia um controle, praticamente uma planilha de controle obra a obra”, explicou. Ele afirmou nunca ter tratado do assunto com o ex-ministro Antonio Palocci ou com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ainda de acordo com ele, a maioria dos repasses de dinheiro para o PT ia para o Diretório Nacional do Partido, em São Paulo. O empreiteiro ainda pontuou que a maioria das contribuições eram feitas fora dos períodos de campanha. Ele relatou também que a UTC pagou propina para as diretorias de Serviços e de Abastecimento da Petrobras. "Se paga propina porque éramos instados a colaborar", acrescentou.

Cartel
Marcos Pereira Berti, executivo da Toyo Setal, confirmou que, entre 2005 e 2011, participou de reuniões com representantes de outras empreiteiras para combinar quem venceria a concorrência de obras da Petrobras. Ele também prestou depoimento nesta segunda-feira à Justiça.

9 comentários:

sempre mais disse...

Tudo se dirige a uma pessoa. Quem será? Ou será que Vaccari tinha esse poder todo? Abre a boca Vaccari, o mentor está solto, curtindo.a vida e vc aí!

Anônimo disse...

Deve haver algum engano!!! O PT, ONESTO PACARAI, não faria ISSO!!!

Anônimo disse...

este ricardo pessoa da utc era o chefe do clube das empreiteiras, se tornaram amigoes intimos ...eram mui amigos, frequentou anos o sitio do lurapio como ele mesmo disse

Anônimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=9L3zuNhknJg

Anônimo disse...

http://clickpolitica.com.br/brasil/advogado-diz-que-moro-tem-medo-de-lula-e-que-ex-presidente-peita-juiz-de-curitiba-sem-temor-confira/

Anônimo disse...

Enquanto o editor cavoca fatos e fofacas contra o PT, lula e dilma...JANOT PEDE IMPEDIMENTO DE GILMAR NO CASO EIKE: brasil 247. Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou nesta segunda-feira 8 arguição para que o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, seja impedido de relatar o processo relacionado ao empresário Eike Batista; Janot alega que a mulher de Gilmar, Guiomar Mendes, trabalha no escritório de advocacia de Sérgio Bermudes, que representa Eike em vários processos; o pedido do PGR encaminhado à presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, e que será julgado pelo plenário, pede a declaração de incompatibilidade de Gilmar para atuar no caso e a nulidade dos atos praticados por ele no processo, entre eles a concessão da prisão domiciliar do empresário.

PS: Um tucano que está sendo rejeitado pelos burrinhos radicais de direita só por que ele livrou o Dirceu da cadeia.Coitados.
Deveriam estar agradecidos. Não fosse GM toda a tucanalha golpista já estaria na cadeia e provavelmente não haveria golpe de estado. Ou Seja, Gilmar garantiu a Lava Jato até quando lhe foi conveniente.Gilmar ex heroi dos coxinhas/bundinhas, até dar o voto de minerva para soltar Dirceu, quando todos tucanos de alta plumagem e a gentalha ligada ao traira sabiam que GM estava preparando terreno para livrar a cara de aécio, serra, padilha, jucá, angora, etc. A questão é: como vai reagir GM?

Anônimo disse...

Mais uma testemunha inocenta Lula: Ricardo Pessoa: brasil 247. Mais uma testemunha inocentou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Lava Jato. Desta vez, foi o empresário Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia; "O Ministério Público Federal sequer indagou o ex-presidente da UTC, Ricardo Pessoa, sobre suposta participação de Lula no que a denúncia qualificou como empreitada criminosa que forjava as licitações da Petrobras. Coube ao Juiz da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba introduzir o nome de Lula no questionamento que fez hoje (8/5) à testemunha. Pessoa afastou qualquer envolvimento do ex-Presidente, dizendo que jamais teve contato com ele em relação aos atos discutidos no processo", diz nota da defesa...

Anônimo disse...

A juíza, a política e a Lei, por Fábio de Oliveira Ribeiro. 08/05/2017. L. Nassif. As notícias acerca da proibição da manifestação de petistas em Curitiba e da condição pessoal da juíza que proferiu a decisão são extremamente preocupantes. Todavia, os adoráveis blogues sujos estão deixando de lado o aspecto aspecto principal neste caso.

O Juiz deve (quando a Lei impõe um dever ao Juiz ele/ela não pode fazer algo diferente) se dar por impedido sempre que for inimigo daquele cujos interesses serão analisados ou tutelados no processo.

Em postagens no Facebook a juíza Diele Zydek já se manifestou abertamente contra Dilma, contra Lula, contra o PT e contra os petistas http://jornalggn.com.br/noticia/juiza-que-restringiu-manifestacao-em-curitiba-ja-atacou-lula-nas-redes-sociais. Portanto, além de ser inimiga de Dilma, de Lula, do PT e dos petistas ela forneceu PROVA INEQUÍVOCA desta inimizade.

É legítimo que Lula tenha interesse político na manifestação em seu apoio. Por outro lado, a CF/88 garante aos petistas e simpatizantes o direito de manifestar publicamente seu apoio a Lula.

Como cidadã, a juíza também tem o direito de manifestar suas opções e inimizades políticas. O que Diele Zydek não tem é o direito de decidir qualquer ação que envolva os interesses de seus inimigos.

Ao receber a ação pedindo a limitação do direito de manifestação dos petistas no dia da audiência de Lula a primeira coisa que a juiza deveria fazer seria: avaliar e julgar sua própria isenção para decidir o processo.

Diele Zydek não fez esta avaliação ou, pior, ela decidiu o caso impondo a proibição justamente porque é ininiga de Lula, do PT e dos petistas.

A decisão que ela proferiu não é só nula. Ao apor sua assinatura no documento sabendo que havia postado coisas contra Lula, contra o PT e contra os petistas, a juíza violou frontalmente sua obrigação de cumprir e fazer cumprir fielmente a Lei que a obriga a ser isenta e a se dar por impedida sempre que tenha interesse pessoal (econômico, político, ideológico, profissional ou partidário) na causa.

Portanto, o incidente é grave e deve ser levado ao conhecimento do CNJ...

Anônimo disse...


São 22:28 de hoje, e Merval Pereira no Jornal das Dez da GloboNews , está mais petralha do que nunca.
Merval está defendendo os interesses de lulladrão no INTERROGATÓRIO do dia 10/05!!! Defende que os advogados do Lulladrão, a encarnação do Demônio, filmem o interrogatório, mesmo estando à disposição da defesa a filmagem feita pelo MPF.

Lulladrão é um psicopata! Todos os psicopatas são bons na retórica. Mas Lulladrão se acha SUPERIOR! Nenhuma defesa dos outros réus, donos de empreiteiras, tiveram esse privilégio. Então por que esse diabo não respeita o mínimo da Constituição brasileira???
Realmente é um psicopata, que está enlouquecendo as pessoas honestas, tirando o sono e as energias de todos os trabalhadores pobres, que têm que acordar antes das 5:00 horas para chegar na hora ao trabalho!