Eis as quatro delações mais assustadoras contra Dilma, segundo Zero Hora

O jornalista Humberto Trezzi, Zero Hora, diz hoje em reportagem especial que o  maior golpe da Operação Lava-Jato contra a ex-presidente Dilma Rousseff veio de um casal que partilhou da sua intimidade e catapultou suas duas campanhas vitoriosas ao Palácio do Planalto: os marqueteiros João Santana e Mônica Moura.

Ele destacou quatro delações que considera mais expressivas:

Conta em Cingapura
Mônica Moura diz que a presidente Dilma Rousseff sugeriu em 2015 mudar a conta que o casal de marqueteiros possuía de um paraíso bancário para outro: da Suíça para Cingapura..
— Ela tinha preocupação com essa conta. Ela me sugeriu uma vez, por que vocês não transferem essa conta para outro lugar? Eu disse que isso não vou fazer de jeito nenhum. Não vou mexer em nada. Não tenho culpa — disse a delatora.

E-mail avisa sobre prisões
Mônica diz que Dilma Rousseff propôs a criação de um e-mail secreto, para driblar a Operação Lava-Jato. 
Mônica afirma ter sido avisada numa sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016, pelo e-mail secreto, de que já existiam mandados de prisão assinados contra eles pela Lava-Jato.

Cabeleireiro que vale ouro
Na campanha presidencial de 2010, o paulista Celso Kamura foi contratado para ser o cabeleireiro de Dilma Rousseff. Recebia de forma legal, com nota fiscal, pelo trabalho prestado em campanha.

João Santana teria dispendido em torno de R$ 50 mil em quatro anos para sustentar este luxo de Dilma.

Dima Bolada
João Santana usou R$ 200 mil de dinheiro sujo para pagar o pessoal de Dilma Bolada.

12 comentários:

Façanha, o advogado do povo disse...

DELAÇÕES PREMIADAS, festival de mentiras que assola o País.

Anônimo disse...

Quando nos submetemos a trabalhar para um cliente idiota e pretensioso - há muitos por aí -, o alívio que sentimos quando nos livramos deles é enorme. Deve ser com esse espírito que a Xepa e o Feira estão fazendo as delações. Só de pensar que pelos serviços prestados às campanhas de Lulladrão e da presidenta inteligenta e "inocenta", engambelando os idiotas que neles votaram, poderiam pegar longos anos de cadeia é com imenso alívio e até alegria que fazem as atuais delações, garantindo a sua liberdade, mesmo que com uma tornozeleira eletrônica e milhões de dólares a menos, dinheiro esse, que este dois ladrões surrupiaram de todos os brasileiros e que foi-lhes dado em pagamento por seu trabalho de convencimento de idiotas.

Anônimo disse...

A farra com o dinheiro público é sem medida e sem controle. Se elegeram com uma proposta de trabalhar pelo povo trabalhador e nos saquearam sem dó nem piedade. Para disfarçar a roubalheira nos seus governos, jogavam migalhas para os ( bolsa votos ) para na próxima eleição tentarem se manter no poder, a custa do povo. Vigaristas tomaram o poder no Brasil, e , a Justiça? A OAB?

Anônimo disse...

cadeia já na dilma lesa patria

Anônimo disse...

Obstrução à Justiça é crime Titia Dilma. Quanto a Celso Kamura " O Cabeleleiro de Ouro " fica difícil de entender que essa presidenta tenha sido eleita pelo partido do trabalhador gastando dinheiro público em futilidades. Teria sido mais honesto se apresentar ao público com um visual feio do que aparentar uma beleza superficial construída pelos outros. Titia Dilma era feia por dentro e por fora. Gastou horrores para se produzir e quando abria a boca só falava me--a, não tinha conteúdo, era vazia de cultura.

Anônimo disse...

Faltou mencionar a assessora que recebeu um depósito bancário o e-mail criado dentro do Palácio do Planalto, o fato de Monica Moura e João Santana terem desembarcado sem celular, laptop e ipad graças ao vazamento seletivo de quem mesmo...??/!!

Anônimo disse...

ADVOGADO DE JOÃO SANTANA É IRMÃO DE PROCURADOR DA LAVA JATO. brasil 247. A defesa do publicitário João Santana está sendo feita por Rodrigo Castor de Mattos, advogado criminalista e irmão do procurador Diogo Castor de Mattos (foto), membro da força-tarefa da Operação Lava Jato; o advogado enviou no último dia 17 de abril uma procuração ao juiz Sérgio Moro pedindo sua inclusão como representante legal do publicitário numa ação penal; o Ministério Público Federal em Curitiba argumenta que o procurador Diogo Castor não atuou nem atua em nenhum dos casos ou processos da Lava Jato que envolvem João Santana, e que, portanto, não há problema....

PS: Perguntar não ofende: Nenhum risco de obter informação privilegiada sobre as investigações da Lava Jato feita pelo MPF? Ou é mentira que até a imprensa marom glace recebe informações privilegiadas da Lava Jato?

Anônimo disse...

Gostaria de saber o que a petezada de Porto Alegre tem a dizer em defesa dessa crápula,que todos nós sabíamos que era tudo,menos santa.
Nós anônimos honestos deste blog,estamos aguardando pronunciamentos da petezada defensora das virtudes da Dilma Bolada.
Petezada,aguardo suas defesas.Da Dilma Bolada.Bolada.Bolada.Bolada.
Por que "bolada".?
Responde PT.

Anônimo disse...

"façanha", és uma mentira!

Anônimo disse...

CAGASTE PORCO IGNORANTE

Roberto disse...

No Brasil, político honesto é como enterro de anão: alguém já viu? Eu não!

Anônimo disse...

Muito interessante que ninguém mais lembra o dinheiro da caixa dois usado na campanha, compra da Pasadena e outros propino dutos.